INSCRIÇÃO

INSCRIÇÃO
INSCRIÇÃO

ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

ENEM

ENEM
ENEM

Inscrição

Inscrição
INSCRIÇÃO

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Instituto Avaliar - PAAE

Instituto Avaliar - PAAE
Instituto Avaliar - PAAE

MECFLIX

MECFLIX
MECFLIX

COPESE

COPESE
sasi

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

OBRAS DO SASI

OBRAS DO SASI
OBRAS DO SASI

domingo, 6 de abril de 2014

ACONTECEU A 1ª REUNIÃO DE PAIS E MESTRES DOS ALUNOS ESPECIAIS. Na Escola João Beraldo ELES vieram para ficar.

                Em várias de nossas turmas  temos aluno especial e professor preparado para trabalhar de forma inclusiva com ele.  Vimos registrando em nossa escola uma evolução na inclusão de crianças, adolescentes e jovens com deficiência e percebemos  que eles gostam de estar aqui a ponto de ficarem alegres e mais interessados.  O processo de inclusão é irreversível, não se discutindo mais o direito de alunos especiais estarem na escola regular comum.

Ele tem o direito de aprender e a escola comum é o lugar que se aprende melhor. Acabou-se o tempo do isolamento e da segregação, alunos incluídos são mais estimulados. Estes alunos em sua maioria, contam com um professor de apoio que se desdobra nas adaptações, consciente de que é preciso ter aprendizagem pois sem ela não há inclusão.  Lembramos aqui dois casos de alunas especiais que  chegaram  a um excelente nível de aprendizagem se tornando assim universitárias do curso de Psicologia e de Administração.
Desde 2001 vimos discutindo a inclusão e o nosso maior desafio é garantir o acesso ao conhecimento a todos os nossos alunos, pois todos acabam sendo beneficiados com a inclusão, pois além de aprender a conviver com a diferença estuda em um ambiente em que um professor é sempre tocado a refletir sobre sua forma de ensinar. É  pauta em nossas reuniões de formação continuada. Os pais dos alunos especiais não medem esforços em apoiar o seu filho e a escola em que seu filho estuda. Em uma reunião o Diretor referenciou que se todos os pais em geral da escola comum apoiassem  seus filhos como os pais do Atendimento Especial, os resultados seriam muito melhores.  Com a chegada desses alunos, nossa escola tornou-se muito mais acolhedora e valoriza mais toda e qualquer conquista dos alunos. O contéudo é igual para todos mas a metodologia e estratégias  são bastante diversificadas. Percebemos um grande esforço para alcançar a todos.  É bonito ver o direito de estudar, no mesmo ambiente,  sendo garantido para todas as crianças e adolescentes especiais.Clique aqui para acessar a cobertura total da reunião em fotos:https://plus.google.com/photos/100562673127135073780/albums/5999225542347292641?banner=pwa
No AEE, que acontece na sala de recurso, os alunos vão aprender a usar instrumentos, computadores e equipamentos para a conquista da autonomia e assim terem sucesso na sala regular comum. O João Augusto por exemplo será atendido no turno matutino na Sala de Recurso com o objetivo de intrumentalizá-lo  para que este possa ter uma boa inserção em sua turma de 6º ano no vespertino. Cada vez aprendemos mais que cada aluno precisa de objetivos e adaptações diferentes, de acordo com sua necessidade, que precisa ser frequentemente avaliada para incluí-lo sempre mais.  
Achamos muito interessante este painel que resolvemos postar aqui para ilustrar esta postagem.


Por Deodato Gomes Costa-Diretor.

Nenhum comentário: