ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

domingo, 29 de janeiro de 2017

COM NICOLAU DA RUTH ROCHA E A ESPERANÇA DE SARAMAGO, RECOMECEMOS... MUITOS REENCONTROS NOS ESPERAM!



            Um recomeço... um retorno... uma retomada... e muitos  reencontros! Alunos, professores, colegas, idéias e muitas vivências a serem compartilhadas! Nossa gratidão pelo privilégio de ter um trabalho em um país de 12 milhões de desempregados. Afinal ele é uma dimensão importante da nossa realização enquanto ser humano. A gratidão  pela possibilidade do trabalho não tem tamanho! Como diz a canção popular: “sem o seu trabalho, o homem não tem honra”.
     Heráclito,  o filósofo das impermanências,  disse que tudo está em permanente estado de fluxo, o dia muda para a noite que por sua vez muda novamente para o dia.  Somos sempre diferentes do que éramos um instante antes.  “Ninguém se banha duas vezes no mesmo rio”. No instante em que se entra num rio, águas novas substituirão aquelas nas quais se imergiu. Em educação,  necessário se faz abrir o coração às novas intuições, à novos sentimentos e aventuras e aprender de cada momento as lições dos acontecimento.
         Como o Nicolau, da Ruth Rocha, vamos achar divertido ter muitas idéias para fazer a escola caminhar. De que vale uma ideia?' é pergunta repetida. Pouco, se ela vive numa cabeça escondida. Mas quando alguém decide uma ideia compartilhar ninguém poderá dizer aonde ela irá chegar.




          Vamos... é preciso nos dar a nós mesmos, continuamente, o grande presente de renascer para novas idéias. Do passado deve ficar sempre a lição aprendida, o olhar é sempre para frente, porque a estrada se mostra como muitos horizontes sobrepostos a nos desafiar.  Mas o lugar final está sempre mais a frente, na transposição da próxima montanha e na mistura de todas as idéias.
          Venham, retomemos os nossos mesmos caminhos..., o rio é o mesmo, mas com novos passos tudo pode ser de fato surpreendentemente  inusitado.  Depende de todos fazermos e  refazermos com amor aquilo que já sabemos fazer,  tendo como base a iluminação da criatividade inovadora.
                 Pare ... veja o grande desafio que se tem pela frente... respire fundo...  faça como Nicolau, pavimente as suas antigas idéias com  as novas idéias do outro, e a  estrada a ser seguida pode ficar mais leve.

       Para fazer uma escola, é preciso fazer valer o grande mistério de AMOR, que se encontra escondido no lugar mais profundo do coração daquele que tem a educação como um incomensurável ato de amor.


6 comentários:

SÔNIA R.B. disse...

Deodato, tudo bem?
Gratidão sempre feliz retorno as atividades.
Ótima semana
Sônia
www.lugaresdicasecuriosidades.com

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde, Deodato!
O conhecimento é nossa alma do cérebro e nos dá pontuação para uma vida bem discernida...
Bjm muito fraterno

Maria Reciclona disse...

Prezado Deodato.
Você nos trouxe uma bela e profunda reflexão sobre o poder do ato de compartilhar.
Sempre que dividimos nosso conhecimento, estamos multiplicando nossas inspirações.
Desta forma, crescemos e promovemos a elevação de outras pessoas e juntos podemos mais.
Que o ano que se inicia seja de muitas ralizações e grandes coquistas para todos.
Receba meu abraço fraterno.

Lucinha disse...

Deodato,

Bela reflexão.
Sua gratidão é bem oportuna para o começo de mais um ano letivo.
Que venham muitos aprendizados.
Abraços



Andreia Alves disse...

Que lindo Deodato!
Você nos deixa a refletir, passamos todos os dias pelos mesmos lugares, mais não temos que passar por eles da mesma maneira e nem olhá-los da mesma forma!
Pode haver novas flores no caminho, mais também podem haver pedras, então temos que observar não só a beleza do caminho como os obstáculos nele existentes e fazermos dele um novo caminho a cada vez que por ele passarmos!
Não é necessário mudar a direção e sim mudar a visão!
Bjo terno querido....

https://devaneiosdocotidianoo.blogspot.com.br/

Elaine Gaspareto disse...

Deodato, texto lindo e inspirador!
Realmente é um motivo imenso do gratidão ter um trabalho em tempos como os nossos...
É, particularmente eu me sinto grata pelos professores, que insistem e resistem. E persistem...
Abraços