OBRAS DO SASI

OBRAS DO SASI
SASI

ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

SASI

SASI
SASI

ENEM

ENEM
ENEM

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Em continuação à nossa Semana em Movimento assistimos ao filme O Vendedor de Sonhos. Vivenciamos uma rica reflexão acerca da nossa responsabilidade. É inerente ao ofício do professor a necessidade de termos sonhos, de sermos portadores de esperança. É preciso sonhar os nossos estudantes. Olhar para eles com um olhar de futuro.

Para que os professores precisariam de sonhos?

OS SONHOS E OS PROFESSORES
Os professores, não precisam de sonhos para ter eloquência, metodologia, conhecimento lógico. Nem precisam de sonhos para gritar com os alunos, implorar silêncio em sala de aula, dizer que não terão futuro se não estudarem.

Os professores precisam de sonhos para transformar a sala de aula num ambiente prazeroso e atraente, que educa a emoção dos seus alunos, que os retira da condição de espectadores passivos para se tornarem atores do teatro da sua própria educação.

Precisam de sonhos para esculpir em seus alunos a arte de pensar antes de reagir, a cidadania, a solidariedade, para que apendam a extrair segurança na terra do medo, esperança na desolação, dignidade nas perdas.

Precisam de sonhos para serem poetas da vida e acreditarem na educação, apesar de as sociedades modernas a colocarem em um dos últimos lugares em suas prioridades.


Precisam de sonhos espetaculares para terem a convicção de que são artesão da personalidade e saberem que sem vocês nossa espécie não tem esperança, nossas primaveras não tem andorinha, nosso ar não tem oxigênio, nossa inteligência não tem saúde.


O filme está recheado de frases poderosas  que nos fazem pensar na nossa condição de ser humano dentro desta sociedade que suga o tempo precioso da convivência edificadora.Sabemos que o processo para se adquirir a “verdadeira riqueza” precisa ser uma constante:

“Insista nos seus sonhos.”
 “Não tenha medo do caminho, tenha medo de não caminhar.”
 “O primeiro a ser beneficiado pelo perdão é aquele que perdoa, não o perdoado.”
 “O segredo do sucesso é conquistar aquilo que o dinheiro não pode comprar.”
 “Quando alguém tira a própria vida, mata a si e também um pouco daqueles que ficam.”
 “Todo mundo merece uma segunda chance.”
“Você não morre quando o coração para de bater, morre quando, de alguma forma, deixa de se sentir importante.”

OS SONHOS E O TRABALHO
Nós não  precisamos de sonho para ser um trabalhador comum, massacrado pela rotina, que faz tudo igual todos os dias e que vive apenas em função do salário no final do mês.
Mas precisamos de muitos sonhos para ser um profissional que procura a excelência, amplia os horizontes de sua inteligência, fica atento às pequenas mudanças, tem coragem para corrigir rotas, tem capacidade para prevenir erros, tem ousadia para fazer das suas falhas e dos seus desafios um canteiro de oportunidades.
Precisaremos de sonhos para enxergar soluções que ninguém vê, para apostar naquilo que crê, para encantar seus colegas, para surpreender sua equipe de trabalho.

O ADOLESCENTE E O SÁBIO
Um dia um adolescente chegou diante de um pensador e perguntou-lhe: “Que tamanho tem o universo?” Acariciando a cabeça do adolescente, ele olhou para o infinito e respondeu: “ O universo tem o tamanho do mundo.”
Perturbado, ele novamente indagou: “que tamanho tem o meu mundo?” O pensador respondeu: “Tem o tamanho dos seus sonhos.”
Se os seus sonhos são pequenos, sua visão será pequena, suas metas serão limitadas, seus alvos serão diminutos, sua estrada será estreita, sua capacidade de suportar as tormentas será frágil.
Shakesperare disse que “ quando se avistam nuvens, os sábios vestem  seus mantos”.  Sim! A vida tem inevitáveis tempestades. Quando elas sobrevêm, os sábios preparam seus mantos invisíveis: protegem sua emoção usando sua inteligência como paredes e os seus sonhos como teto.
Os sonhos regam a existência com sentido. Se seus sonhos são frágeis, sua comida não terá sabor, sua primaveras não terão flores, suas manhãs não terão orvalho, sua emoção não terá romances.
A presença dos sonhos transforma os miseráveis em reis, e a ausência dos sonhos transforma milionários em mendigos. A presença de sonhos faz, de idosos, jovens, e a ausência de sonhos faz, dos jovens, idosos.


Sem sonhos nossas primaveras não tem flores!


É um momento de esplendor da natureza, onde as plantas  florescem. É quando  somos presenteados pelo universo com tamanha beleza. 21 de Setembro de 2017 É o início da primavera!

Nenhum comentário: