AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

NATAL

NATAL
natal

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Campanha

Campanha
Campanha

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quinta-feira, 14 de junho de 2018

QUEM NÃO VIU A CERIMÔNIA DE ABERTURA DA COPA NA RÚSSIA , PODE VER AQUI NO GIRASSOL.


Foi comunicativa, curta e bastante expressiva, além de visualmente simples a cerimônia de abertura da Copa-2018 na Rússia, diante de outras que já assisti. A Copa alimenta sonhos e emoções de pessoas em todo o mundo e a abertura cumpre um papel de apresentar objetivos, mexer com a imaginação das pessoas e dar um sentido geral ao evento. A abertura, além de marcar o  início do grande espetáculo, marcou o início da corrida espacial da guerra fria, quer também comunicar um desejo de congraçamento de todas as culturas e todos os povos e de acender o sonho de paz que está latente no coração de toda a humanidade. Interessante que canções apresentadas nestes espetáculos,  acabam se eternizando nesta  cerimônias e se tornam lembradas eternamente em todo o mundo. Como a FIFA consegue articular e unir países para fazer esta festa tão bonita, deveriam se unir também para resolver os outros  problema do mundo como por exemplo a fome. Ronaldo, duas vezes campeão, um pouco sem graça, esteve lá, conduzindo o futuro por meio de uma criança. O cantor Robbie Williams além de ter o privilégio de cantar a música Angels, que por sinal tem uma letra e melodia linda, fez um protestou veemente, contra a censura de uma de sua canções. A cantora clássica russa Aida, arrazou em apresentação junto com Robbie Williams e encantou o momento com suas lindas canções. Presente e se sentindo honrado, como disse, o anfitrião da casa, o Presidente Vladimir Putin que foi muito aplaudido, abriu o evento dando boas vindas. Deixou palavras bonitas para o mundo,  dizendo que “o esporte está além da política...todos querem viver em paz, se juntar e apreciar o futebol”. No Brasil dá muita polêmica a combinação política-futebol. Tem gente que não vai torcer achando que vibrar com os gols do Brasil é apoiar o presidente que chegou ao poder depondo Dilma. Outros não vestirão a camisa do Brasil, esquecendo que ela é de todos e não apenas de alguns. O Presidente Putin falou ainda  que vai ser inesquecível tanto para jogadores quanto para os torcedores a Copa da Rússia neste ano. Tomara que o brasileiro possa comemorar a alegria de cada jogo e de conquistar a taça do hexa sem esquecer a situação tão crítica em que nosso país se encontra. Não é incompatível se alegrar com o futebol, esse fato total brasileiro, como dizem os sociólogos, e vestir a camisa do Brasil. Você pode fazer isto  sem perder a sua lucidez e sem perder também a sua capacidade de análisar criticamente a situação do nosso país, inclusive para decidir o voto.

                                                                                     Deodato Gomes Costa

Nenhum comentário: