AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

NATAL

NATAL
natal

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Campanha

Campanha
Campanha

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quinta-feira, 26 de julho de 2018

ESCOLA JOÃO BERALDO REALIZA CAPACITAÇÃO COM PESSOAL DA CANTINA E DA LIMPEZA. Capacitar é tornar o profissional habilitado para melhor desempenhar uma função, é qualificar a pessoa para determinado tipo de trabalho, mas é também preparar para viver o bem estar e ser feliz em seu trabalho. As situações do dia a dia de uma escola, precisam de pessoas agradecidas pela sua vida e seu trabalho, pois alimentos e limpeza devem ser feitos de forma eficaz e rápida.


Reunimos com as cantineiras e o pessoal responsável pela limpeza da escola com o objetivo de alinharmos nossas ações e para conversarmos sobre o trabalho a ser desenvolvido, os cardápios da alimentação escolar a serem preparados,  a organização geral do trabalho, bem como  sobre como se pode ser feliz em nosso ambiente de trabalho. O trabalho não pode ser um peso para a vida. Dependendo de como se encara o afazer, a pessoa pode  ou não estar se sentindo bem exercendo sua labuta. Muitas vezes nem é o salário, mas a forma como se vivencia as atividades desenvolvidas  no trabalho todos os dias. Não existe justificativa para que um servidor deixe de cumprir suas atribuições essenciais para o funcionamento da escola em que trabalha.  Este segmento educacional é peça chave para que se alcance bons resultados que tanto buscamos em nossa organização escolar.  Deve se ter toda  preocupação  com o bem-estar dos colaboradores da educação, para que este setor na escola não seja olhado com uma visão inferiorizante.  O setor deve funcionar bem não por ser apoio ao trabalho educacional, mas sim porque ele é o exercício mesmo do trabalho educativo e para que isto aconteça é preciso  atenção especial com o desenvolvimento pessoal e profissional das pessoas  ligadas a este segmento. Por isso realizamos esta capacitação,  onde conversamos sobre os assuntos relacionados às  atividades inerentes à função, mas também interagimos sobre como podemos nos sentir bem em nosso trabalho, tendo este aspecto da nossa vida uma dimensão da nossa realização enquanto ser humano. Pesquisas mostram que apenas 20% das pessoas aplicam seus talentos no desenvolvimento de suas atividades no trabalho.  O trabalho não é um fardo pesado e difícil de carregar, é aquilo que nos torna humano e por isso mesmo podemos ser felizes trabalhando. Tudo depende como interpretamos e concebemos as nossas atividades no trabalho. Vimos que bem estar e felicidade é questão de ser, de pensar e de buscar como diz Marcelo Jenecy em sua canção denominada Felicidade. Se em 75% de todas as atividades que desenvolvo em meu trabalho faço com prazer e encontro significado posso dizer que sou feliz no trabalho. Conversamos bastante sobre isto com os colegas da cantina e da limpeza. As circunstâncias sociais, econômicas e culturais,  nas quais estamos inseridos interferem muito pouco em nosso ser feliz e pouco podemos fazer nesta área. Jamais quem trabalha com educação pública vai ser rico, mas jamais também vai faltar as coisas básicas para se viver.  As nossas atividades intencionais, os sentimentos e emoções que escolhermos viver em nosso trabalho, o significado que atribuirmos ao mesmo,   é que podem nos garantir o nosso bem estar com aquilo que fazemos.  

Concluimos nossa capacitação com um gostoso almoço preparado de forma colaborativa pela Professora Terezinha, e a Professora Célia e a Auxiliar de Secretaria Neidinha.


Veja todas as fotos do momento:


Só faz bem o que faz, aquele que ama o que faz

                                                                                                             Por Deodato Gomes 

Nenhum comentário: