INSCRIÇÃO

INSCRIÇÃO
INSCRIÇÃO

ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

ENEM

ENEM
ENEM

Inscrição

Inscrição
INSCRIÇÃO

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Instituto Avaliar - PAAE

Instituto Avaliar - PAAE
Instituto Avaliar - PAAE

MECFLIX

MECFLIX
MECFLIX

COPESE

COPESE
sasi

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

OBRAS DO SASI

OBRAS DO SASI
OBRAS DO SASI

domingo, 2 de setembro de 2018

Whatsapp é usado para ensinar português Mestrado na UFMG investigou uso do aplicativo por professor e estudantes





O uso de celulares em sala de aula preocupa pais e profissionais da educação há alguns anos. Projetos de leis já foram propostos com a intenção de proibir o uso dos dispositivos dentro dos ambientes escolares, alegando a distração dos estudantes. Dissertação de mestrado defendida na Faculdade de Educação da UFMG, entretanto, aponta que os aparelhos, quando utilizados de maneira criativa, podem ser uma ferramenta de auxílio na educação.
A pesquisa do professor e jornalista Christian Catão foi desenvolvida a partir de um grupo no Whatsapp com os alunos do terceiro ano do ensino médio de uma escola estadual da capital mineira, cujo nome foi mantido em sigilo por recomendação do Comitê de Ética em Pesquisa da UFMG. Os estudantes tinham acesso às mensagens dentro e fora da sala de aula.
A ideia surgiu após o mestrando notar que perdia muito tempo repreendendo seus alunos, dispersos com o celular. No grupo, o professor propunha desafios, além de enviar mensagens de texto e conteúdos em áudio, imagens e vídeos sobre Português. Atualmente a pesquisa é aplicada em uma escola particular. Confira na reportagem produzida pela TV UFMG.

A dissertação A Língua Portuguesa que se ensina por meio do WhatsApp: um estudo sobre as práticas pedagógicas na rede pública de educação de Belo Horizonte foi defendida em 14 de março deste ano, na Faculdade de Educação da UFMG.

Via UFMG

Nenhum comentário: