AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

NATAL

NATAL
natal

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Campanha

Campanha
Campanha

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Conselho de Educação aprova diretriz que regulamenta Ensino à Distância


O Conselho Nacional de Educação aprovou a diretriz que regulamenta o ensino a distância para alunos do Ensino Médio. A partir de agora as escola vão poder ministrar até 20% do conteúdo por meio da educação on line. Para as turmas do noturno o limite é um pouco maior, 30%. A nova regra está prevista no relatório que atualiza as diretrizes curriculares nacionais já considerando a reforma do ensino médio. O texto foi aprovado por ampla maioria, 8 votos a favor, 1 contra além de uma abstenção no Conselho Nacional de Educação.  O relator Rafael Luckese, lembra que a maioria dos países bem classificados nos rankins de educação adotam a modalidade a distância e afirma ainda que existe uma falsa polêmica em torno do tema. Rebate o argumento que a educação on line vai prejudicar a convivência social dos estudantes.
"É uma visão de certa forma distorcida porque a educação a distância, pode acontecer em sala de aula, mediada por tecnologia, apenas o acesso às informações, seja o professor, pode estar num estúdio distante, propiciando aquele município longinquo uma qualidade de educação, que talvez não haja recurso disponível naquele território."
Pela nova norma os conteúdos podem ser ofertados por meio de aulas on line que podem ser assistidos dentro da sala de aula, na própria escola, ou com plataformas digitais que os alunos podem acessar de casa. Será sempre exigida a presença de um professor orientador no ambiente escolar e a indicação é pra que seja dada preferência às matérias que não façam parte da formação geral obrigatória. 
O professor e pesquisador de políticas educacionais da Universidade de Brasilia(UNB), Erastos Fortes, não concorda da expansão do ensino a distância para o ensino médio. Para ele a verdadeira intenção é terceirizar parte do ensino para empresas privadas que vão lucrar ao vender conteúdo on line e vender para as escolas.
"Acho que por trás de todas estas articulações de normas e legislações, está um processo de política pública educacional que é de entregar ao mercado, a mercantilização da educação, a privatização da educação em mais setores do que em já ocorrem hoje" 
A modalidade a distãncia poderá ser implementadas nas escolas apenas depois que os conselhos estaduais elaborarem suas proprias regras, obedecendo as diretrizes do conselho nacional. 


Nenhum comentário: