AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

NATAL

NATAL
natal

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Campanha

Campanha
Campanha

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Um verdadeiro encanto este grafite e muito procedente a JORNADA MUNIDAL DOS POBRES : um apelo da Igreja Católica!


Gostei demais do grafite que se tornou a identidade visual desta II Jornada Mundial dos Pobres. Foi criada pelo coletivo Família Hip Hop de Santa Maria (DF).  Viram  que é formidável, lindo,  expressivo e afetivo esta arte ! Esta criação aborda esta problemática social que milhões de pessoas vivem no Brasil e no mundo.
Com uma chamada baseada no Salmo 34: “Este pobre grita e o Senhor o escuta” (Sl 34,7), a Cáritas convoca  todas as pessoas para a realização da Semana da Solidariedade - Jornada Mundial dos Pobres.  O apelo é para que nos dias 11 a 18 de novembro, realize nas Igrejas, co-munidades, pastorais, ruas e locais de vivência das pessoas empobrecidas, gestos concretos de solidariedade e acolhida com as pessoas em situação de vulnerabilidades extremas. A chamada é para que se expresse a capacidade de viver a experiência de ser uma comunidade: solidária, acolhedora, amorosa e cuidadora da Criação, na  Semana da Solidariedade - Jornada Mundial dos Pobres!
O tema foi escolhido pelo Papa Francisco para a II Jornada Mundial dos Pobres (JMP) e traz a inspiração do Salmo 34: “Este pobre grita e o Senhor o escuta” (Sl 34,7). Na mensagem divulgada para mobilizar a jornada, o Papa Francisco diz: 

“As palavras do salmista tornam-se também as nossas no momento em que somos chamados a encontrar-nos com as diversas condições de sofrimento e marginalização em que vivem tantos irmãos e irmãs nossos que estamos habituados a designar com o termo genérico de ‘pobres”.

A Cáritas Brasileira, é um dos organismos da CNBB e está responsável pelo evento religioso.

Atividade Mobilizadoras sugeridas pela Cáritas:
1. gincanas para arrecadação de alimentos e roupas; 
2. celebrações da Palavra e Eucarísticas; 
3. estudo da mensagem do Papa Francisco e rodas de diálogos; 
4. círculos bíblicos; manifestações públicas para chamar atenção do poder público local sobre alguma situação de negação de direitos aos empobrecidos; 
5. campanhas de cidadania com atendimentos sociais;
6. atividades lúdicas e esportivas; 
7. audiências públicas; 
8. atividades em espaços de medida socioeducativa, asilos, orfanatos, presídios, com o povo da rua.
9. partilha fraterna das refeições (café da manhã, almoço ou jantar) com as pessoas em situação de rua ou vulnerabilidade social, especialmente no Dia Mundial dos Pobres, celebrado no dia 18 de novembro.

Subsídio  para mobilizar encontros e celebrações pode ser acessado no link a seguir: 


Nenhum comentário: