ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

domingo, 18 de dezembro de 2016

PROTÓTIPO NAVEGÁVEL DO DIÁRIO ELETRÔNICO DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS, QUE SERÁ IMPLANTADO NA ESCOLA JOÃO BERALDO. Clique na imagem abaixo para conhecer como será esta excelente ferramenta, que vai muito auxiliar a escola.

      Excelente iniciativa da Secretaria de Estado da Educação. Como em plena era da tecnologia da informação, ainda se perde tempo somando notas e frequência, num processo demorado e desgastante! O professor se adapta a esta inovação e sobra mais tempo para o preparo dos seus planos de aula e de estudo. Que bom! Sairemos do tempo do “ronca”.  O Diário Eletrônico vem para dinamizar as rotinas escolares, permitir maior controle da trajetória dos alunos pelos pais e responsáveis, possibilitando o acompanhamento diário da frequência, dos conteúdos ministrados e do aproveitamento em cada atividade realizada pelo estudante. Conheça o protótipo do Diário, que será implantado na Escola João Beraldo e em todas as escolas de Minas Gerais. Clique no link abaixo:

2 comentários:

Anônimo disse...

Esse diário eletrônico foi implantado na minha cidade, e a unica coisa que ele dinamizou foi o acumulo de trabalho e problema, as escolas, o cite, o estado em si, não tem estrutura para um site deste, que por sinal e péssimo, este site trás mais problemas que soluções, como vão fazer no caso de escolas que não te bom suporte de internet, e o equipamento, e o atraso nas aulas? E os prof que moram no campo, como vão oferecer suporte para eles? esse site chega a ser revoltante de tão ruim!

Prof Edilson disse...

Este sistema seria bom se fosse mais inteligente. Seus idealizadores e desenvolvedores parece não conhecer rotinas escolares. Além das falhas já citadas acima, o sistema não acrescentará nada positivo na rotina do professor. Pense bem: se é para controlar a frequência do aluno, por que é necessário que os professores das cinco aulas diárias tenham que fazer o mesmo lançamento? Imaturidade dos desenvolvedores! Ora, bastaria um lançamento, pois o aluno não sai da escola, à esmo.
Os desenvolvedores tiveram a chance de reconstruir e fizeram uma cópia do que o autor do texto chamou de coisa do "tempo do ronca". Apenas mudaram a mídia.
Se o governo quer investir em tecnologia na gestão escolar, que invista em biometria no acesso à escola. E por que não utilizar cartão magnético? Isto sim reduziria e agilizaria a rotina nos trabalhos escolares, e aumentaria a possibilidade de segurança.