Bullying

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

Mostrando postagens com marcador Capacitação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Capacitação. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Instituto Federal de Governador Valadares oferece curso gratuito de aperfeiçoamento em matemática


A capacitação é gratuita e tem como público-alvo professores de matemática do ensino médio. As aulas serão ministradas no IFMG-GV entre os dias 27 e 31 de janeiro de 2020, de 9h às 17h. Interessados podem se inscrever até o dia 21/01.

Estão abertas até o dia 21 de janeiro de 2020 as inscrições para a 37ª edição do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio (Papmem) oferecido pelo IFMG - Campus Governador Valadares em parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). 

Público alvo

Terão prioridade no processo seletivo os professores do Ensino Médio. 

Inscrições

As inscrições são online e devem ser feitas pelo link: https://forms.gle/qYJgB2r2jAu3DJ4N6 .

A lista dos selecionados será divulgada até o dia 22/01/2020. Os candidatos selecionados deverão confirmar participação até às 15h do dia 23/01/2020 pelo e-mail papmem2020ifmg@gmail.com.

Aulas e conteúdo 

O curso se realizará entre os dias 27 e 31 de janeiro de 2020, de 9h às 17h. As atividades de cada dia consistem de aulas teóricas na parte da manhã, ministradas no IMPA, no Rio de Janeiro, e transmitidas em tempo real para o IFMG pelo sistema de teleconferência, e na parte da tarde de trabalhos práticos em sala de aula. 

O IFMG - Campus Governador Valadares localiza-se na Av. Minas Gerais, n. 5.189 - Bairro Ouro Verde.

O programa é realizado em módulos independentes, que abordam tópicos selecionados das três séries do Ensino Médio e alguns tópicos do Ensino Fundamental. O curso é totalmente gratuito. Os professores participantes que obtiverem 80% ou mais de aproveitamento receberão certificado de Curso de Atualização emitido pela Coordenadoria de Extensão do IFMG.

Outras informações podem ser obtidas com o prof. Renato Tolentino pelo e-mail renato.tolentino@ifmg.edu.br ou pelo telefone (33) 3272-5400 - Ramal 5411.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Professores da Escola João Beraldo vivenciam oficina de Jogos Matemáticos.



No último sábado (09) de novembro de 2019, vivenciamos um excelente momento de aprendizagem entre os professores com uma capacitação de oficina em jogos matemáticos. Foram montados 17 jogos e aplicados juntos aos professores da Escola. O intuito é de melhorar o desempenho dos estudantes na disciplina. Sabemos que a utilização de jogos na Escola não é algo novo, assim como é bastante conhecido o seu potencial para o ensino e a aprendizagem em muitas áreas do conhecimento. Vimos que em se tratando de aulas de matemática, o uso de jogos implica uma mudança significativa nos processos de ensino e aprendizagem que permite alterar o modelo tradicional de ensino, que muitas vezes tem no livro e em exercício padronizados seu principal recurso didático. É preciso compreender que o trabalho com jogos nas aulas de matemática quando bem planejado e orientado, auxilia o desenvolvimento de habilidades como observação, análise, levantamento de hipóteses, busca de suposições, reflexão, tomada de decisão, argumentação e organização, as quais estão estreitamente relacionadas ao assim chamado raciocínio lógico. As habilidades desenvolvem porque, ao jogar, os alunos têm a oportunidade de resolver problemas, investigar e descobrir a melhor jogada; refletir e analisar as regras, estabelecendo relações entre os elementos do jogo e os conceitos matemáticos. Podemos dizer que o jogo é um dos recursos que favorece o desenvolvimento da linguagem, diferentes processos de raciocínio e de interação entre os alunos, uma vez que durante um jogo cada jogador tem a possibilidade de acompanhar o trabalho de todos os outros, defender postos de vista e aprender a ser crítico e confiante em si mesmo.

sábado, 31 de agosto de 2019


Neste sábado dia 31 de agosto, um grupo de professores das redes estadual e municipal de Carlos Chagas, mais os diretores da Escola Manoel Esteves e da João Beraldo pararam para aprender a aplicar mais sobre metodologias ativas de aprendizagens. Viviane e Vanessa da Secretaria Municipal participaram em Nanuque gostou e fez de tudo para trazer para Carlos Chagas esta capacitação que ajuda os docentes a escolher melhor o livro didático que será usado nos próximos 4 anos, a partir de 2020.
Nós pudemos ver o quanto essas ferramentas são poderosas e a grande necessidade de colocar o aluno e sua aprendizagem como foco do ensino dentro do contexto do novo Currículo de Minas, que preconiza a mudança do ensino de conteúdo para o paradigma da competência. As metodologias ativas proporcionam maior aprendizagens dos alunos em termos quantitativos e qualitativos, tornando o trabalho do professor mais efetivo e recompensador. Sem falar na atenção do estudante, dimensão importante do ensinar, cada vez mais de conquistar.
No encontro, além de aprendermos algumas técnicas, vimos que  a aprendizagem ativa é aquela em que o processo de ensino-aprendizagem não acontece, simplesmente, com os alunos na sala de aula, recebendo, ouvindo e escrevendo informações passivamente. Ao contrário, os alunos se tornam verdadeiros protagonistas do processo de aprendizagem, o que viabiliza o cumprimento dos programas de ensino estabelecidos no Currículo de Minas e uma aprendizagem mais efetiva.

 Olha o trabalho que fizemos com HOLOGRAMA*.




*O que é um Holograma:

Holograma é uma imagem tridimensional obtida a partir da projeção da luz sobre figuras bidimensionais. Essas "fotografias em três dimensões" são formadas através do processo da holografia, que funciona devido a propriedade ondulatória da luz.

Holograma
Os hologramas são parecidos com "miragens" ou "ilusões" bastante realistas, reproduzindo em 3D imagens originalmente em duas dimensões ou mesmo tridimensionais. No entanto, para que o holograma funcione é necessário a propagação de uma fonte de luz em somente uma direção, como um raio laser, por exemplo, e um filme hipersensível.
A luz do raio laser deve se dividir em dois feixes, sendo que um ilumina o objeto (refletindo sobre o filme) e o outro iluminando diretamente o filme ou local onde o holograma será registrado.
As fotografias tradicionais registram apenas a intensidade das ondas luminosas, os hologramas são criados pois são registradas não apenas a intensidade, mas também todas as saliências e vales das ondas de luz.
A tecnologia da holografia foi criada pelo físico húngaro Dennis Gabor, em 1948, feito este que lhe rendeu o Prêmio Nobel de Física em 1971. No entanto, a holografia somente começou a ser explorada a partir da década de 60, com o aperfeiçoamento do laser. Os hologramas são divididos em duas principais categorias: hologramas de transmissão (que necessitam da luz do laser); e o holograma de reflexão (usado nos selos holográficos comuns em cartões de crédito e diplomas, por exemplo. São feitos com base na reflexão da luz).
A aplicação dos hologramas é comum em diversas áreas, principalmente na artística, na investigação científica, no marketing e publicidade, e na segurança e anti-falsificação (selos holográficos, por exemplo).
Com o avança da tecnologia, os hologramas já podem ser reproduzidos em alguns smartphones e outros dispositivos.

Fonte: significados
                                   Deodato Gomes

domingo, 15 de abril de 2018

Professores da Escola João Beraldo passam por capacitação e aprimoram seu sistema de Avaliação Escolar.





Avaliação é uma dimensão fundamental da prática pedagógica e cumpre importante papel no processo educacional.  Conhecer os variados sistemas e tipos de avaliação é indispensável ao professor que quer ter prática diferenciada e  busca aprimorar seu exercício docente. Foi o que refletimos em nosso encontro de  sábado dia 14 de Abril. A nossa capacitação ajudou nos compreender os vários tipos de avaliação que existem, seus objetivos e os fins a que se destinam. O professor tem o dever de ofício de se instrumentalizar deste saber e aplicá-lo com eficiência no seu dia a dia, uma vez que a avaliação interfere muito diretamente na trajetória escolar dos estudantes. Acreditamos que a prática e o ato de reflexão dessa prática exercida no seu próprio campo de trabalho é que  contribue efetivamente para o surgimento de uma re-significação das inúmeras temáticas que envolvem o processo ensino-aprendizagem, como por exemplo a avaliação..


Impulsionado pela necessidade de melhorarmos a nossa prática avaliativa foi que organizamos este momento de reflexão. A aprendizagem alcançada neste encontro alicerçará o trabalho desenvolvido sobre avaliação de aprendizagem da escola como um todo. 


 A capacitação ministrada por Rafael Neves, que é mestre pela UFVJM, professor universitário e coordenador dos inspetores da S.R.E de Teófilo Otoni vem amparar o sistema de avaliação da Escola João Beraldo e auxiliar na definição de uma estrutura mais eficaz do nosso processo avaliativo. Vai ajudar também ao professor a melhorar na prática a sua técnica de  elaboração de provas e a sua compreensão dos aspectos metodológicos que envolvem a configuração da avaliação como um todo. A reflexão desenvolvida por Rafael junto ao corpo docente da nossa escola foi excelente e vai influenciar bastante o dia a dia da avaliação. Já saímos da capacitação com  mudanças importantes em determinados aspectos do nosso sistema.  Como dizemos de algo que foi muito bom: super-recomendamos.


Acreditamos que é através de um processo formativo capaz de mobilizar os saberes da teoria e da prática da educação que os docentes compreenderão e desenvolverão as competências e habilidades necessárias para a investigação da sua própria atividade docente, especialmente agora quando o Estado de Minas se mobiliza em torno da implantação de uma nova Base Curricular. 
Para acessar o registro em fotos do evento:
https://photos.app.goo.gl/YgmqJ96cGxY8dCMP2

Houve momentos importantes de interação, denotando a satisfação dos professores em participar desta capacitação  o que agradou bastante Rafael que externou para os presentes este sentimento. Agradecemos a Rafael pelo brilhantismo, seriedade e conhecimento com que conduziu os trabalhos que muito nos enriqueceu.





terça-feira, 20 de março de 2018

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Secretaria oferece formação continuada gratuita para estimular a prática esportiva nas escolas. A ideia central do programa é impulsionar a educação esportiva nas escolas, fazendo com que os alunos adotem um estilo de vida mais ativo e saudável. Inscrições iniciaram em 7/8

A Secretaria de Estado de Educação (SEE), em parceria com o Instituto Península, lançou, no dia 02/8, durante a etapa estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), em Uberaba, o Programa Impulsiona. A iniciativa trabalha com a formação continuada na modalidade a distância (EAD) gratuita para professores de Educação Física, especialistas das escolas e professores do eixo Esporte e Lazer da Educação Integral, além de disponibilizar materiais em seu sítio eletrônico.


Estão disponíveis aos professores e especialistas das escolas, 08 cursos de esportes diferenciados, além dos cursos de Impulsionador Esportivo e Impulsionador Estratégico, durante o segundo semestre de 2017: Golfe, Miniatletismo, Hóquei, Tênis, Rugby, Goalball, Futebol de 5 e Ginástica. As inscrições foram abertas no dia 7 deste mês e podem ser feitas pela Internet.  

Faça sua inscrição neste Link:




Caberá às Superintendências Regionais de Ensino (SREs) fazer o acompanhamento da adesão dos professores de educação física dos Ensinos Fundamental e Médio , especialistas e os professores do eixo Esporte e Lazer da Educação Integral.


  A ideia central é impulsionar a educação esportiva nas escolas, fazendo com que os alunos adotem um estilo de vida mais ativo e saudável. Tem como objetivos centrais o incentivo a prática de novos esportes na escola, o trabalho com as competências socioemocionais por meio do esporte e dos seus valores e o fortalecimento da cultura esportiva em cada comunidade escolar. Por meio do seu compromisso com o desenvolvimento integral do aluno, o Impulsiona utiliza a temática do esporte para trabalhar as competências socioemocionais em cinco dimensões: abertura a novas experiências, consciensiosidade, extroversão, amabilidade e estabilidade emocional.



 O Impulsiona contribui para o fortalecimento da cultura esportiva, incentivando que alunos e professores resgatem os esportes, jogos e brincadeiras presentes na história de sua comunidade. Também viabiliza o reconhecimento de modalidades típicas de outras comunidades e países.

                                                                                                         Por Elian Oliveira (ACS/SEEMG)

FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA Curso: “História e Geografia regional: o Vale do Mucuri em questão” PROGRAMAÇÃO

 Professores de História e Geografia, 
A UFVJM, PUC, UNIPAC e SRE Teófilo Otoni estarão oferecendo o "Curso de Formação Continuada de Professores de História e Geografia: O Vale do Mucuri em Questão". O curso é destinado aos professores de História e Geografia do Ensino Fundamental e Médio da rede pública municipal e estadual.

PERÍODO DE REALIZAÇÃO DO CURSO: 27 a 29/08/2017

CARGA HORÁRIA:  o 1º módulo terá carga horária de 16 horas, assim distribuída:
27/08/17:  8:00 às 12:00 -  trabalho de campo
28/08/17: 7:30 às 18:00 - UFVJM
29/08/17: 8:00  às 12:00 - UFVJM
Segue anexo a programação de todas as atividades para conhecimento.


FORMAÇÃO CONTINUADA DE  PROFESSORES DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA
Curso:  “História e Geografia regional: o Vale do Mucuri em questão”


 VEJA A PROGRAMAÇÃO  DO CURSO:
Acesse a ficha de inscrição abaixo e realize sua inscrição: 

             Os interessados deverão baixar  a ficha  de inscrição no link logo depois do vídeo-foto de uma das cidades do Vale do Mucuri, preenchê-la  e encaminhá-la para o e-mail: sre.totoni.capacitacao@educacao.mg.gov.br  até o dia 18/08/17, impreterivelmente, às 12 horas, pois as vagas são limitadas. Qualquer dúvida entre em contato com Andréia do Setor de Capacitação da Regional de Teófilo Otoni pelo telefone: 031 (33) 3087-2174





domingo, 12 de junho de 2016

TROQUE SUAS HORAS ATIVIDADES POR ESTE CURSO. É UM LANÇAMENTO. A importância das TICs na atualidade desafia o contexto educacional. As transformações na leitura e na escrita com a introdução na escola dos dispositivos móveis e ambientes virtuais de aprendizagem.


Assim que você terminar todo o programa proposto com bom desempenho nas avaliações, você recebe o Certificado com a assinatura da FTD Educação. Os certificados são gerados pelo sistema com o nome do cursista, o programa do curso e a carga horária correspondente que deve ser entregue ao Diretor para fazer o abatimento das 40 horas na HORA ATIVIDADE. Para fazer seu cadastro e iniciar o curso basta clicar na imagem acima. É preciso ter o código do livro didático de sua área para fechar seu cadastro. Este código estão nos livros  que chegaram na escola. 

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Feneis oferece curso básico de Libras Após conclusão, alunos receberão certificado reconhecido em todo o território nacional

A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis) oferece vagas para o curso de “Libras (Língua Brasileira de Sinais) em Contexto”, no nível básico, com carga horária de 180 horas. São oferecidos três módulos de 60 horas cada, ministrados em três semestres, com metodologia reconhecida pelo Ministério da Educação. As inscrições têm início no dia 04 de julho.
Ao inscrever-se, o aluno receberá um kit de material didático composto por um livro e DVD “Libras em contexto”. A entidade também oferece curso de Libras intermediário. Os alunos aprovados receberão certificado de conclusão após a realização do curso. O certificado é reconhecido em todo o território nacional.
A metodologia consiste em aulas teóricas e práticas em consonância com proposta pedagógica que propiciam a integração entre teoria e prática, capacitando o professor a se autodesenvolver.
A Libras é uma das línguas faladas no Brasil, reconhecida pela Lei 10.436/2002. A Resolução do Conselho Nacional de Educação CNE/CNB 2/2001, que instituiu as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, determina que ao aluno surdo deva ser assegurado o acesso aos conteúdos curriculares, mediante a utilização de línguas de sinais, sem prejuízo do aprendizado da língua portuguesa.
Mais informações e inscrições:
FENEIS – Rua Albita, 144 – Cruzeiro – BH/MG
Contatos: (31)3225-0088/(31)3287-9014
suporte.librasmg@feneis.com.br
adm.librasmg@feneis.com.br

quarta-feira, 25 de maio de 2016

CURSO PREPARATÓRIO PARA O ENEM NA ESCOLA JOÃO BERALDO!

O Estado de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação e SEPLAG, está implementando, curso preparatório para o ENEM,  por meio de aulas telepresenciais via satélite (C2 - parabólica comum). Será utilizado um sistema de interatividade integrado, com conteúdos complementares em plataforma Web e material impresso.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Relembramos aqui a Teoria das Inteligências Múltiplas, do psicólogo Gardner, muito estudada e debatida em nossas reuniões pedagógicas que revolucionou os nossos Planos de Aulas e a nossa prática educativa.


Foi muito estudada e debatida em nossas reuniões e nos cursos de formação a teoria das Inteligências Múltiplas, que foi desenvolvida na década de 1980 pelo psicólogo Howard Gardner, quando buscou ampliar o conceito de inteligência. Anteriormente enfatizávamos apenas uma forma de inteligência ligada à forma lógica-cognitiva de ensinar e aprender. Mas este pesquisador abriu muitos caminhos práticos no nosso trabalho de sala de aula, quando afirmou que os testes de QI não eram suficientes para descrever a variedade de habilidades que um aluno possui. Ele afirmou, e estudamos e lemos muito sobre tudo isto, que um aluno que tem facilidade com cálculo não é mais inteligente que outro que tenha capacidade mais forte em um outro campo da inteligência. Ele afirmava também que um aluno que leva mais tempo para aprender uma multiplicação simples, pode aprender melhor a multiplicar por meio de uma explicação diferente e pode ser excelente em outra dimensão da vida, podendo até a entender o processo de multiplicação em um nível bem mais profundo, caso seja considerado sua forma de aprender. Tem muitos outros desdobramentos. Até penso que os estilos de aprendizagem foram pensado a partir da análise desta teoria. O que sabemos é que recebemos muito bem estas reflexões porque elas tiveram implicações na nossa prática de sala de aula. Me deparando com este disco das Inteligências Múltiplas me lembrei destas considerações que jamais todos nós enquanto professores podemos deixar de considerar em nossos Planos de Aulas. Deodato Gomes

domingo, 27 de setembro de 2015

PARTICIPE DO 1º CONGRESSO DE EDUCAÇÃO ON LINE REVISTA DO PROFESSOR. É completamente gratuito!. Faça sua inscrição no link abaixo!...


Vale a pena se inscrever e participar deste CONGRESSO ON LINE. São muitos os motivos e as dificuldades que geram o fracasso escolar, evasão, faltas de nossos alunos e a desmotivação. As  doenças do trabalho e a desvalorização  do professor nem se fala, todos são ingredientes do nosso cotidiano escolar. Daí a grande importância de sempre buscarmos teorias e práticas capazes de nos ajudar nesta missão tão difícil que é a de educar. Não podemos perder esta, a Revista do Professor está oferecendo de forma gratuita uma capacitação online, por meio do 1º Congresso Nacional de Educação.  Vamos lá colegas, este é um importante espaço de formação para todos nós que amamos o nosso trabalho e queremos melhorar a cada dia o nosso fazer na educação.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

ESCOLA JOÃO BERALDO PREPARA CAPACITAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NESTE SÁBADO DIA 12-09-2015


As  diferentes tecnologias: celular, blog, computador, internet etc,  já fazem parte do dia a dia de alunos e professores da nossa escola. Contudo, fazer com que essas ferramentas de fato auxiliem o ensino e a produção de conhecimento em sala de aula não é tarefa fácil: exige treinamento, conhecimento e capacitação. Por isso organizamos para este sábado dia 12-09-2015 a partir das 7:30 horas uma capacitação em tecnologia voltada para a educação.  É preciso incorporar metodologias de uso das tecnologias da Informação e Comunicação ao processo educativo para que se melhore a aprendizagem e a proficiência dos alunos. É preciso fazer esta incorporação para que o professor não use a tecnologia  apenas como um recurso qualquer ou de forma tradicional  e faça sim,  um uso efetivo das  Tis.    Quando o Professor usa de forma reflexiva as tecnologias na sala de aula, a relação do mesmo com o aluno ganha nova dinâmica e torna a aula mais colaborativa. Não tem mais volta, a questão em jogo é como usar equipamentos e recursos tecnológicos em benefício da educação, para fins pedagógicos. Esse é o pulo do gato que todos os profissionais da educação precisa dar. É uma pena que os tabletes amarelos não funcionaram, mas não podemos cruzar os braços e esperar as coisas acontecerem Vamos vivenciar vários momentos, primeiro passar pela alfabetização tecnológica, onde devemos aprender a usar as máquinas, depois  precisamos aprofundar o conhecimento das mesmas e por fim partir para a criação,  momento que se chega  a uma situação em que as tecnologia estão tão incorporadas pelos  professores e alunos que os mesmos passem a produzir conhecimento a partir delas.

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Superintendência desenvolve treinamento do SIMADE e EDUCACENSO na Escola João Beraldo em Carlos Chagas!

            Esteve em nossa Escola duas técnicas do SIMADE da Superintendência Regional de Educação, Georgina e Vandir, servidoras muito eficientes, que vieram atualizar informações do Educacenso e Simade, para as Escolas Estaduais e Particulares. Foram dois dias de trabalho das técnicas,  distribuídos entreo atendimento dos servidores das diversas escolas da nossa cidade. Sabemos da importância do Simade e Educacenso, no sentido de todos os dados estarem atualizados e corretos, visto que são as plataformas que geram informações para alocação de recursos financeiros.   O Educacenso é a plataforma que reúne dados referentes aos alunos de todas as escolas do Brasil e está ligado ao MEC, e o SIMADE tem a mesma função no âmbito do Estado de Minas Gerais. É muito bom ver um setor de trabalho que funciona muito bem como  o SIMADE que apesar de toda complexidade sempre busca capacitar e atualizar os servidores das escolas nos novos procedimentos e corrigir eventuais problemas com esta ferramenta nas escolas. Estamos sonhando o dia em que todas as tarefas virão a ser realizadas via SIMADE, inclusive a configuração de históricos, atividade importante que toma muito tempo do servidor.


quinta-feira, 18 de junho de 2015

Professores podem se inscrever em especialização sobre linguagem, tecnologia e ensino até dia 30 de junho - O curso é oferecido pela Faculdade de Letras da UFMG.

         
 Divulgamos aqui um Curso para Professores com o objetivo de aperfeiçoar os conhecimentos sobre cultura digital, ambientes virtuais de aprendizagens e o uso de tecnologia em sala de aula. Vão  até dia 30 de Junho as inscrições. O curso é oferecido pela Faculdade de letras da Universidade Federal de Minas Gerais. As inscrições poderão ser feitas pelo site: www.letras.ufmg.br/lte  Telefone para contato:(31)3409-4220) 
       Para concorrer à vaga no curso de especialização, o professor deverá ter concluído o curso de graduação, além de  preencher uma declaração na qual informará que dispõe de computador com conexão à internet e pelo menos seis horas semanais, de segunda à sexta-feira, para acompanhar as atividades do curso. As atividades serão ofertadas por dois anos consecutivos até a conclusão do curso. Saiba mais no edital de seleção.
        O curso será oferecido na modalidade a distância com início no 2º semestre de 2015. A seleção dos educadores que participarão do curso ocorrerá no dia 07 de julho de 2015.
       1- A documentação deverá ser enviada exclusivamente de forma digital para o e-mail selecaoltefale@gmail.com . A data-limite para o envio da documentação é 30 de junho de 2015.
2-Para se inscrever no processo de seleção, o candidato deverá apresentar, no ato da inscrição, os seguintes documentos: a) cópia da carteira de identidade; b) cópia do CPF; c) cópia do diploma de graduação ou documento equivalente, expedido por estabelecimento oficial ou oficialmente reconhecido, ou de outro documento que comprove estar o candidato em condições de concluir o curso de graduação até o término do período para o registro acadêmico no curso de pós-graduação, ficando tal registro condicionado à prova de conclusão da graduação; d) histórico escolar; e) curriculum vitae; f) no caso de ser o candidato brasileiro, prova de estar em dia com as obrigações militares e certidão de quitação eleitoral (a ser obtida em http://www.tse.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral), no caso de ser o candidato estrangeiro, os documentos exigidos pela legislação específica e o certificado de proficiência em língua portuguesa oficial do MEC, o CELPE-BRAS; g) declaração de disponibilidade de carga-horária e afirmando ser capaz de ler textos em inglês assinada pelo candidato (ver modelo no ANEXO I); h) comprovante de pagamento de inscrição no valor de R$40,00 (quarenta reais); i) cópia do comprovante de endereço residencial; j) cópia da certidão de nascimento ou de casamento. Só serão deferidos os pedidos de inscrições com a documentação completa.
3- VIII – Do Registro e Da Matrícula. O candidato aprovado no processo seletivo de que trata este edital deverá efetuar, exclusivamente pela internet, no período de 14 a 17 de julho de 2015, o seu cadastro prévio, mediante o preenchimento de formulário disponível no site https://sistemas.ufmg.br/cadastroprevio. O mesmo deverá firmar o contrato relativo ao curso na FUNDEP ou pelo site www.fundep.ufmg.br, no período de 14 a 17 de julho de 2015 e apresentar à Secretaria do curso – sala 1.000 A, da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais – ou encaminhar por e-mail (ltefale@gmail.com), no primeiro dia de aula (03 de agosto de 2015), o comprovante do pagamento da 1ª mensalidade do curso.
4- Para obtenção do Certificado de Especialista em Ensino de Línguas Mediado por Computador, o aluno deverá ser aprovado nas disciplinas cursadas, ter completado 24 créditos, totalizando 360 horas/aula e ser aprovado no trabalho de conclusão do curso.
Veja o Edital na íntegra:CLIQUE AQUI
Fiquei feliz em divulgar o Curso mas fiquei triste ao saber que o Curso é pago. Veja os valores deste curso. Decepcionei-me com este preço. Não cabe no orçamento de um docente. VALOR À VISTA: R$ 6.480,00 | VALOR A PRAZO: 24 parcelas x 300,00 a primeira na matricula e as demais com vencimento todo dia 10 a partir de agosto/2015. Gostaria de saber,  como um professor pode custear um curso desse valor e em Belo Horizonte?

sábado, 19 de julho de 2014

Reunião de Educadores da João Beraldo: um momento de conhecimento e renovação em preparação para a SEMANA DA EDUCAÇÃO PARA A VIDA!

Neste sábado, dia 19 de julho de 2014 realizamos um momento rico de reunião onde tivemos oportunidade de compartilhar desafios, exemplos de ações e experiências visando a organização da SEMANA DA EDUCAÇÃO PARA A VIDA, que se realizará de 17 a 21 de novembro. No primeiro momento fizemos um forte momento de oração com o vídeo da música clássica Tristesse de Chopim, fechando com uma mensagem do Frei Anselmo Fracasso, intitulado alegria de Viver. Realizamos dois Seminários visando a construção dessa semana, o primeiro batizado de Escola João Beraldo e as Eleições e o outro foi a discussão de um capítulo do livro de Içami Tiba intitulado: A juventude e a Drogas-Anjos caídos. O capítulo discutido apresenta o problema da droga no contexto da escola e qual deve ser a abordagem e postura do professor. No que diz respeito às eleições os professores apresentaram a necessidade de trabalhar este tema com os alunos, visto que teremos neste 2014 eleições para governador, presidente da república e respectivos deputados.Para isso foi montado um projeto de trabalho que será efetivado durante todo este ano. Neste seminário ficamos conhecendo uma série de textos que nos faz refletir sobre o problema da política. É preciso orientar os alunos e montar os trabalhos a serem apresentados à comunidade escolar de forma que a escola torne visível seu trabalho com os temas transversais. Foi também apresentado pelas especialistas os resultados do PROEB, e constatado que houve queda nos mesmos. Na oportunidade as especialista fizeram um chamado geral de todos os professores para um compromisso de melhora destes resultados.

sábado, 31 de maio de 2014

Professores recebem capacitação para aplicar novas tecnologias ao ensino.

  Professores recebem  capacitação para aplicar novas tecnologias ao ensino.
         Neste sábado, 30 de maio de 2014, 30 professores  vivenciaram um excelente  momento de formação continuada,  em que puderam refletir sobre os benefícios que as  novas tecnologias, quando usadas adequadamente podem proporcionar à educação. Vivemos a era da tecnologia,  onde os jovens estão sempre conectados e, por isso mesmo nossa metodologia de ensino também precisa acompanhar esta nova realidade da sociedade do conhecimento. Proporcionar aos estudantes o domínio da leitura, da produção de textos, das operações matemáticas e do raciocínio lógico, bem como do conhecimento do conteúdo específico que ministra, além da formação ética, calcada nos valores, são os principais objetivos do trabalho de um professor. Aliada deste processo é a Tecnologia da Informação. O professor Devilson, veio de Pinheiros nos ajudar a pensar os caminhos desta necessária incorporação à educação.
 As tecnologias oferecem hoje aos professores recursos e meios que ampliam a relação ensino aprendizagem, reduzindo barreiras de tempo e espaço, através de ambientes que extrapolam a sala de aula física e convencional.  Como bem pudemos comprovar nesta manhã de sábado nas várias explicações  do  professor Devilson, que é licenciado em Tecnologia da Informação, é imprescindível que todos os professores dominem as diversas ferramentas para que assim possam orientar seus alunos em atividades de ensino-aprendizagem que faça fazendo uso destes recursos. É preciso aprender a usá-las com eficiência, de forma criativa  e não como meio de passar o tempo, de enrolar aulas, de "encher linguiça" ou como  bem pontuou o professor Devilson, fazendo da tecnologia uma "muleta", para aliviar professor cansado.                                               

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Professores de Matemática e Língua Portuguesa da rede estadual e municipal de Carlos Chagas recebem capacitação promovida pela Regional.

Luciano e Nóbia

          A Superintendência Regional de Educação realizou neste 29 e 30 de maio de 2014 a capacitação dos professores de Matemática e Língua Portuguesa que atuam no 9º ano na rede estadual e municipal de ensino de Carlos Chagas. Durante dois dias, aproximadamente 30 profissionais discutiram temas e ouviram sugestões e palestras ministradas pelos analistas Nóbia, Rosária, Luciano e Rose.


Rosária e Rose
        Percebemos que a equipe é nova, aconteceu realocação de pessoas e mudanças de setores, por isso mesmo foi de excelente qualidade o encontro. Segundo pudemos constatar a aprovação dos participantes é total quanto a atuação da equipe.  Conforme a professora de Matemática da Escola João Beraldo Lísia “os assuntos abordados foram importantes para aplicação em sala de aula e que sua expectativa é  quanto ao que será repassado na  parte de geometria”.  

Professores de Língua Portuguesa



          Esta capacitação objetiva melhorar os resultados das avaliações externas e elevar a proficiência dos alunos em Matemática e Língua Portuguesa, vez que a  Regional de Educação do Mucuri pelo terceiro ano consecutivo não apresenta elevação de sua proficiência, conforme informou a analista Nóbia. O professor Renato, de Língua Portuguesa da Escola João Beraldo,  disse que “está bastante produtiva o momento, com várias informações inovadoras e exemplos práticos de atividades que podem ser levados para a sala de aula que o professor no seu dia a dia de trabalho não consegue enxergar e criar”.  Esta capacitação vem reforçar e muito o trabalho da escola João Beraldo que em 2012  melhorou muito sensivelmente sua proficiência. Estamos aguardando os resultados de 2013 com bastante expectativa, para que possamos coletivamente apropriar dos mesmos  e planejar as modificações em nossa prática afim de elevar ainda mais os nossos índices de proficiência. Confira o registro fotográfico do evento.                                                                    por Deodato Gomes Costa
Professores de Língua Portuguesa

Professores de Matemática

sábado, 3 de setembro de 2011

ESCOLA PROMOVE CAPACITAÇÃO SOBRE GÊNEROS TEXTUAIS



  Aconteceu nesta quarta-feira, dia 01-09-2011,  um momento importante de Formação Continuada em nossa escola, ministrada pelas especialistas Fabiana Cantão Sena e Genaína Simone de Castro que teve como tema e objetivo uma reflexão sobre Os Gêneros Textuais e nossa prática docente, para os professores dos anos iniciais. É preciso manter o excelente nível de proficiência que a Escola  vem alcançando desde 2009 de 681,1 e em 2010 que foi de 604,00,  nas nossas turmas de alfabetização, e para isto sabemos da relevância que a reflexão da nossa prática docente interna tem, quando bem orientada e conduzida.  A Formação Continuada comtemplou os gêneros textuais,  matéria prima do trabalho nas turmas de  alfabetização e letramento. Constatamos que são queimadas etapas no trabalho com os  gêneros textuais, e que para se chegar a uma aprendizagem consistente é necessário uma sequência didática que, inciando com a oralidade, como forma de introduzir uma modalidade de texto, passa-se pela dramatização que objetiva a sistematização de um gênero e por fim a consolidação. Esta  fase é a que  o professor atualmente  mais desenvolve, atropelando assim toda uma pequena caminhada cognitiva que o aluno deveria fazer para consolidar o domínio de um tipo de texto. A ênfase docente na fase de consolidação provoca distorções na aprendizagem do aluno que pode ser levada para todos os níveis de ensino e para toda sua vida, caso não venha ser a corrigida.  O fato do professor supervalorizar e desenvolver apenas a fase da  consolidação,   provoca vários distúrbios de aprendizagem promovendo sérias consequências no processo de leitura e escrita da criança. O trabalho foi muito bem avaliado pelas participantes,  professoras  dos anos iniciais, que de início sem acreditar muito, e amparados em suas experiências e crenças  de anos de trabalho, diziam já saber como trabalhar com os vários tipos de textos, passaram a ver como interessante e fundamental  o passo a passo para o trabalho. Parabenizamos à nossa Analista Sandra Liesner, presença importante e  orientadora do trabalho junto a equipe pedagógica da escola e a  nossas especialistas Fabiana Cantão Sena e Genaína Simone de Castro que conduziram este momento com profissionalismo e responsabilidade,  marca importante do trabalho  educativo em nossa escola, mostrando mais uma vez  o compromisso que a escola tem com a expansão do conhecimento dos seus alunos. 
         O princípio que norteia o trabalho educativo  é o mesmo em todos os níveis da educação, portanto como foi uma ação da Intervenção Pedagógica que deu certo já estamos nos  organizando para estender a capacitação para os professores dos anos finais do ensino fundamental e para os professores do ensino médio.