CAMPANHA CONTRA O BULLYING

08 de Março-Dia Internacional da Mulher

08 de Março-Dia Internacional da Mulher
--------------------------------------Homenagem do Diretor Deodato Gomes a todas as MULHERES PROFESSORAS da Escola Estadual Dr. João Beraldo!----------------------------

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

RESULTADO DA SELETIVA DO FUTSAL MASCULINO MÓDULO I E II.


Como tradicionalmente ocorre realizamos as Seletivas Esportivas para montagem das equipes de atletas que participarão dos JOGOS ESCOLARES a nível municipal. Já foram selecionados os atletas do Futsal masculino módulo I e II. Vamos publicar aqui o resultado da seletiva do do Futsal feminino e do Handebol masculino. É uma grande oportunidade que os alunos atletas tem de vestir a camisa de sua escola defender sua equipe e sua escola nas quadras esportivas. As competições dos jogos escolares começam a nível local e vai se ampliando até chegar a nível nacional. O ano passado a escola participou do nacional com o ciclismo.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Convocação dos Servidores e Pais de alunos para Assembléia Geral da Caixa Escolar Dr. João Beraldo-Dia 02 de Março de 2015 às 17 horas no Pátio da Escola.


 CONVOCAÇÃO
Convocação dos Servidores e Pais de alunos para Assembléia Geral da Caixa Escolar Dr. João Beraldo-Dia 02 de Março de 2015 às 17 horas no Pátio da Escola.
Convocamos os Servidores, Pais e/ou responsáveis pelos alunos da Escola Estadual Dr. João Beraldo para participarem da Assembleia Geral Ordinária da Caixa Escolar Dr. João Beraldo que ocorrerá no dia 02 de Março de 2015,  em primeira chamada, às 17h00, na Escola Estadual Dr. João Beraldo.
PAUTA:
1 - Apreciação do Balanço Financeiro de 2014;
2 – Validação do Regimento da Caixa Escolar;
3 - Eleição dos membros do Conselho Fiscal, Tesoureiro, Secretário e seus respectivos suplentes para o biênio 2015 - 2016. e dos membros da Comissão de Licitação.
4-Bolsa Família.

Carlos Chgas-MG, 26 de Fevereiro de 2015

Deodato Gomes Costa                                              
Presidente da Caixa Escolar Dr. João Beraldo

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

REMARCADA A DATA DA REUNIÃO DE PLANEJAMENTO - Será dia 07 de Março de 2015


O Planejamento é um momento importante do fazer pedagógico da Escola. Remarcamos esta reunião para dia 07 de Março, em função da necessidade da presença de todos. É o ponto de partida. É momento de se dá o pontapé inicial, levantar os recursos, recortar os conhecimentos  e desenhar o caminho a ser seguido. Como bem lembra a  obra clássica de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas, mais especialmente no diálogo entre o gato e a Alice em que ela, querendo sair da casa da Duquesa, pergunta ao Gato:
__Poderia me dizer por favor que caminho devo tomar para ir embora
daqui?
 Pergunta Alice ao Gato, que se encontrava sobre uma árvore.
__ Depende bastante para onde quer ir. Respondeu o Gato.
__ Não me importa muito para onde, disse Alice
__ Então responde o Gato ... não importa que caminho tome.Todo o trabalho da escola deverá estar ancorado em um bom planejamento.       É imprescindível que se consiga chegar a algum lugar. Planejar não é só preencher papel, é fazer recortes e refletir sobre o que pode ser feito. Que esforço vamos fazer, que recursos vamos utilizar e que caminhos vamos trilhar para conseguir uma aprendizagem significativa e efetiva para as nossos adolescentes e jovens. 

Como bem nos ensina  o  romano Sêneca com sua filosofia estoica, “Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir”, neste sentido é preciso traçar os caminhos,  mesmo porque eles só existem quando caminhamos. Sêneca ainda diz que se não sabemos a que porto nos dirigimos, nenhum vento nos será favorável.




EDITAL DE DESIGNAÇÃO Nº 3 - 2015

sábado, 21 de fevereiro de 2015

HORÁRIO DA ESCOLA A PARTIR DE 23 DE FEVEREIRO DE 2015 - SEGUNDA FEIRA





quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

ALUNOS DA ESCOLA JOÃO BERALDO INGRESSAM NA UNIVERSIDADE FEDERAL NESTE 2015.

Compartilhamos com todos a nossa alegria pelos nossos alunos que ingressaram neste 2015 na Universidade Federal.  O trabalho que fazemos é criterioso acompanhando os alunos, desde a inscrição no Vestibular Seriado, que acontecia em Nanuque e conseguimos trazer para Carlos Chagas, até o momento final da matrícula, que são todas realizadas na escola. Na Universidade, eles podem requerer uma assistência estudantil que ajudam a custear despesas enquanto permanecem naquela instituição. Eles não serão mais os mesmos, tornar-se-ão outras pessoas, pois todos sabemos da revolução que a educação faz na vida de um ser humano. Acreditar na escola pública, fazer a nossa parte no sentido de ajudar um estudante a encontrar seu caminho nesta sociedade que não cuida dos seus jovens é o desafio de todos.  Quem trabalha pelo fortalecimento da escola pública colabora com a Paz na sociedade, pois é o local privilegiado das maiorias e das diversidades. É preciso fazer mais por quem mais precisa. A UFVJM é também para os jovens do Mucuri, que precisam ocupar aquele espaço. Contribuir para o ingresso de um jovem à universidade é colaborar sempre para melhorar o nível sociocultural do nosso vale. Precisamos acreditar mais nos jovens para ver as coisas acontecerem. Tudo que a juventude quer é um pouco de atenção e muito amor. Confira  a lista dos contemplados da Escola João Beraldo  com vagas para a Universidade Federal neste ano de 2015, até agora, estamos esperando por novos nomes:
João Paulo-UFVJM-BCeT-Engenharia- além da vaga na Engenharia  ficou sendo o 2º excedente em Medicina. Estamos na expectativa.
Este é o Paulo Victor-UFVJM-Ciências Econômicas

Esta é a Andreza-UFVJM-Serviço social

Esta é a Brenna-UFVJM- Ciências Contábeis

Este é o Bruno-UFVJM-Ciências Contábeis

Esta é a Cissa - Garota esperta e inteligente- LETRAS-FEDERAL-UFRG

Esta é a Daniela-UFVJM-Serviço social

Esta é a Jaine-UFVJM-Serviço Social

Esta é a Jéssica-Engenharia Ambiental e Sanitária-UNEC- PROUNI

Este Matheus Oliveira -UFVJM-Ciências Contábeis

Márcia-Serviço Social-UFVJM
Este é o Marilon-Engenharia Ambiental e Sanitária-UNEC-PROUNI

Naiara Cheles-Serviço Social
Este é o Maxwell-Um jovem de grande valor-Fisioterapia-PROUNI-UNEC

Esta é a Rafaela-Fisioterapia-PROUNI-UNEC
Este é o Jovem  Matheus Sedmayer-Administração Federal-UFVJM

Esta é a jovem Tariny-Fisioterapia-Federal-Diamantina-UFVJM

Esta é a Paloma-Fisioterapia-UNEC-PROUNI


APROVADOS PARA A UNIVERSIDADE 2014

Este é o Gibran-Ciências Contábeis-2014UFVJM

Este é o Lorran Minister-Ciências contábeis 2014-UFVJM
Este é o Luiz Gustavo-Administração - UFVJM-2014

Este é o Jovem Ivo Jardim-Entrou para o Seminário pela Diocese de Teófilo Otoni-em 2014

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

ALEGRIA DE CARNAVAL EM NOSSA PEQUENA CARLOS CHAGAS!



Resolvemos homenagear o nosso Blog, www.informativogirassol.blog.br, que completa neste ano de 2015, sete ( 7) anos de existência e ganhou um pouco mais de moral porque a partir de agora tem domínio próprio. Comemoramos também as mais de 45 mil visitas. Vamos fazer isto com um clipe que preparei, a partir de  uma linda canção interpretada por Cidade Negra denominada Girassol, que você pode conferir logo acima. No início da canção temos de cara a defesa da idéia de  comunidade e da solidariedade,  da qual fala a música,  mostrando  que a presença na  comunidade, é que proporciona sentido à vida. Só existimos na interlocução. O grande Aristóteles, filófoso grego já dizia e aprendemos repetidasvezes em nossos aulas de sociologia “o homem é um ser social”. Isolados, sozinhos, não somos quem podemos ser.  Escutem  sempre o apelo dos blocos que passam e deixem se arrastar, nada existe fora da  convivência comunitária, pois é nela que nos educamos coletivamente e nos constituímos enquanto pessoa que somos,  porque só nos construímos na relação com o outro. É, mas viver em comunidade tem importantes implicações: na comunidade precisa-se esforçar muito para aprender a ouvir, ceder algumas vezes e também a agir em prol do bem coletivo. O bem que eu quero para mim e faço ao outro é o mesmo que se reverte ao meu favor. Por isso mesmo, fica sempre uma pergunta: O que estamos fazendo para o nosso bem e o bem do outro em nossa comunidade? Ética e respeito ao outro são as chaves da vida harmoniosa em comunidade. Sem elas a convivência se embrutece e não flutifica coisas boas. Então como diz a canção, se estamos a  favor da comunidade, seja ela macro ou micro, seja ela qual for, se  escolar, se de trabalho, se de um grupo que se reúne para uma atividade comum, se religiosa, se política ou do bairro, sempre temos a possibilidade de sermos arrastados pelo bloco dos que batalham pela construção de um mundo melhor. Existem sempre pessoas que buscam assegurar o bem viver, não apenas para si mas para todos que estão a sua volta. A favor da comunidade, sempre se tem a possibilidade de dar as mãos, de se unir e protagonizar a alegria de multiplicar gente feliz, de fazer florecer a paz e de viver sonhos coletivamente.  O capitalismo vive uma crise sem precedentes na história, a força dele é tão grande que virou uma implacável e irracional religião, onde matou se  Deus e colocou em seu lugar o dinheiro. Pela via comunitária e da solidariedade nos tornamos fortes para enfrentar todos as consequências deste poderoso monstro.. É bonito demais quando um povo se une para buscar soluções em sua comunidade acreditando ali na união dos seus irmãos. A força de uma comunidade frente às forças ocultas do descaso e do abandono é igualmente poderosa.

O carnaval passa muito longe daqui da nossa pequena Carlos Chagas. Onde estão os foliões? Não vemos  nenhum sinal da alegria contagiante deles, que faziam questão do encontro, da reunião e do baile no passado. A cidade está completamente deserta, silenciosa.  Enquanto descansam em suas casas, outros foram buscar alegria nas praias próximas, alguns ainda foram à piscina e outros até acompanham o Carnaval do Brasil pela televisão.  Sem saudosismo piegas, o que muito ouvimos é que Carlos Chagas já viveu a sua era de ouro em tudo, inclusive neste quesito, com grandes carnavais. Se falam tanto de resgate, taí algo que poderia ser reinventado,  o Carnaval da nossa cidade. Tentativas já foram  feitas e estavam no caminho certo, mas faltou a persistência. As gerações atuais não sabem o que é Carnaval em uma cidade pequena,  nem se aludem ao fato,  porque isto não tem nenhuma referência na realidade deles. Parece que áureos bailes nunca existiram na cidade.  Será que os cidadãos do passado sonhava mais coletivamente, viviam mais o espirito de comunidade do que os de hoje? Acompanhavam mais o bloco do compromisso comunitário? A festa, o celebrar juntos a alegria da vida sempre fará parte do ser cultural do homem. Comunidade humana nenhuma pode viver sem suas festa, encontros e seus grandes momentos coletivos. Uma comunidade que não canta com seus artistas, nem se alegra em suas celebrações e festas não é feliz, vive sempre na solidão dos seus dramas. Quem reinventará alegria do carnaval em Carlos Chagas? Quem levantará a cabeça dos citadinos acreditando sim que é possíveis fazer muitas festas e muitas folias? O carnavalesco Sr. Norton talvez esteja se revirando no túmulo, afeito as folias como era e percebendo uma cidade sem alegria. 

Para finalizar volto à Canção Girassol, cujo autor é o Bino Faria, para dizer que buscar a alegria de um carnaval em uma comunidade faz muito bem às pessoas. O Girassol é uma linda flor que sempre se volta para o sol. O sol em sua magnitude garante a vida e ilumina intensamente tudo. Vamos sonhar com Cidade Negra e imaginar um Girassol, como diz a canção, nascendo no coração dos filhos desta terra, que tendo sido iluminada sua grande flor amarela e consagrado pelo amor, saia com seu bloco  arrastando a todos da cidade para fazer comunitariamente  o bem de cada um. Enquanto não existe Carnaval em nossa cidade, nem ainda os Girassóis nasceram, convido a todos para cantar com Cidade Negra, esta linda canção de amor ao Bem Comum “A verdade prova que o tempo é o senhor/ Dos dois destinos, dos dois destinos / Já que pra ser homem tem que ter / A grandeza de um menino, de um menino / No coração de quem faz a guerra / Nascerá uma flor amarela / Como um girassol / Como um girassol / Como um girassol amarelo, amarelo”.  Jamais perder a esperança que "todo povo vai sorrir, sorrir, sorrir".                      Por Deodato Gomes Costa

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Médica Rosângela Oliveira Veiga sofre grave acidente na BR 418


A médica Rosangela de Oliveira Veiga, que atua em Nanuque nas redes pública e particular de saúde, sofreu um grave acidente automobilistico nesta manha  de sábado, 14 de fevereiro, quando trafegava pela BR 418. O carro em que estava Rosângela Oliveira, que se deslocava no sentido Nanuque / Carlos Chagas, colidiu com outro veículo na altura da Curva do Padre, numa áera de confluência entre os Municípios de Nanuque e Carlos Chagas. A médica estava indo cumprir agenda de trabalho no  municípo de Carlos Chagas e o automóvel depois da batida, foi jogado numa ribanceira, o que dificultou o resgate dos feridos. Além de Rosângela Oliveira, outras 6 pessoas saíram feridas no acidente, entre elas o esposo da médica, Justino que esta manhã passou por cirurgias no Hospital Gecy Gomes em Nanuque. O quadro dele , segundo os médicos é estável.
       De acordo com o médico José Roberto Oliva, plantonista no HPS de Nanuque, o acidente deve ter ocorrido por volta das 8 horas da manhã já que por volta das 9 horas os feridos  deram entrada no hospital de pronto socorro, resgatados por viaturas do SAMU. O guadro clínico de Rosangela Oliveira é considerado grave. Ela sofreu traumatismo craniano e uma fratura na perna, na altura do tornozelo. 
       As últimas informações são de que a médica está sendo removida por ambulância do SAMU para Teófilo Otoni. Ela foi entubada e respira através de ventilação auxiliar manual, já que a ambulância do SAMU local não tem suporte de UTI. Uma Unidade Móvel de Tratamento Intensivo foi disponibilizada de Teófilo Otoni.
    Por volta das 11:30 desta manhã, quando a médica dava saída do HPS em Nanuque, a UTI móvel também partiu de Teófilo Otoni para interceptar a ambulãncia e tentar a transferência por motivos de segurança na remoção da paciente.
      Outra UTI, desta vez uma unidade aérea, também foi mobilizada para o atendimento. O Avião estará à disposição em Teófilo Otoni. Caso em Teófilo Otoni os recursos não sejam suficientes para o atendimento devido à gravidade dos ferimentos, a médica deverá ser transferida para Belo Horizonte pela aeronave. Médicos neurologistas em Belo Horizonte já foram comunicados para um possível atendimento.
   Os outros envolvidos no acidente não foram identificados pela reportagem, mas há informações de que estão sendo atendidos em hospitais da rede pública em Nanuque e também em unidades particulares. O estado destes pacientes também inspira cuidados e pelo menos 4 destes deles também passaram por cirurgias. Uma mulher deu entrada , por volta das 10 horas , no Hospital Gecy Gomes em Nanuque para ser operada em emergência. Ela foi submetida a uma intervenção no abdómem. Não há detalhes sobre o pós-operatório.
  Outras informações estão sendo apuradas e deverão ser publicadas no decorrer do dia pela equipe do jornal Expressão.
            Notícia retirada do jornal Expressão-1º jornal online de Nanuque

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Edital de Designação 02-2015

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

QUANDO NÃO SE SABE PARA AONDE VAI, QUALQUER CAMINHO SERVE.-Reunião de Planejamento dia 28 de Fevereiro de 2015-Sábado a partir das 7:30 horas. Com almoço no local do Planejamento.


Todo ano durante o nosso Planejamento relembramos  a obra clássica de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas, mais especialmente a parte  em que Alice, querendo sair da casa da Duquesa, pergunta ao Gato:
__ Poderia me dizer por favor que caminho devo tomar para ir embora daqui?
     Pergunta Alice ao Gato, que se encontrava sobre uma árvore.
__ Depende bastante para onde quer ir. Respondeu o Gato.
__ Não me importa muito para onde, disse Alice
__ Então responde o Gato ... não importa que caminho tome.
    
 Resumindo  este diálogo, concluímos  que “quando a gente não sabe para onde vai, qualquer caminho serve” . Por aí vemos a importância do que é ter um ponto de partida  para  o trabalho docente,  expresso em um bom Planejamento. Não se admite mais um professor em que seu trabalho não esteja assentado sobre um  Planejamento.       É imprescindível a existência de um um bom Plano de Trabalho para que se consiga chegar a algum lugar. Planejar não é só preencher papel, é fazer recortes e refletir o que pode ser feito, a partir do esforço para se conseguir uma aprendizagem significativa e efetiva para uma boa formação das nossas crianças, adolescentes e jovens. 
Como bem nos ensina  o  romano Sêneca com sua filosofia estoica, “Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir”, neste sentido é preciso traçar os caminhos,  mesmo porque eles só existem quando caminhamos. Sêneca ainda diz que se não sabemos a que porto nos dirigimos, nenhum vento nos será favorável.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Devem ser reforçadas, medidas contra o Aedes Aegypti, em tempo de chuva.

Devem ser reforçadas,  medidas contra o Aedes Aegypti, em tempo de chuva.

Recomeçam agora com as chuvas toda a preocupação com a proliferação do mosquito transmissor da dengue e da febre Chincungunya. Como se só a Dengue não bastasse, apareceu mais esta novidade ruim. A questão é que necessitamos despertar a lembrança sobre os cuidados que precisam ser adotados no dia a dia para que todos voltemos a ficar atentos pois a temperatura elevada e as chuvas que tanto esperávamos e chegaram, aumentam a proliferação do vetor. Segundo estatísticas divulgadas,  80% de focos estão localizados em nossas casas. Parece que  esquecemos que a dengue é uma doença infecciosa e febril, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e dura em torno de 10 dias. e provoca ´muita dor de cabeça, no corpo, nas articulações, por trás dos olhos somada também à muita febre.
É preciso despertar novamente a lembrança sobre os cuidados a serem adotados no nosso dia a dia.
A infecção pelo vírus chincungunya provoca febre alta, dor de cabeça, dores nas articulações e musculares. Seria ótimo se já tivéssemos uma vacina e um tratamento específico, para estes dois males, pois já tivemos algumas mortes aqui e já vimos muitos pessoas muito mal mesmo. Mas vacina ainda não tem.

É preciso reforçar equipes de conscientização junto à população da nossa cidade, sobre à necessidade de adotar hábitos preventivos e cotidianos para evitar a proliferação do mosquito. É um trabalho de educação que deve ser feito junto a população. Palestras, rodas de conversas e distribuição de material informativo devem ser promovidos com o objetivo de envolver a todos como corresponsável pela própria saúde e pela saúde de todos.
Aqui em Carlos Chagas não houve nenhuma ação relativo a instituição deste dia  pelo  Ministério da Saúde.
Nós que trabalhamos em escola podemos fazer muito junto aos nossos alunos no sentido de mobilizá-los como multiplicadores de informações, além de instituir o Dia D escolar contra dengue e a febre chicungunya, onde todos os professores montam um Plano de Aula sobre o tema e conclui com cartazes e expressões sobre o assunto. Mas é preciso ficar ao final uma conclusão maior, mais do que ter informações é preciso partir para a ação.
Ficou prejudicada a compreensão da  mensagem no outdoor próximo da ponte,  pois as partes que compõe o mesmo foram disposta em  ordem diferente da que deveria ser.
Este mosquito faz  realmente muito estrago e é uma ameaça às nossas vidas.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

CONFIRA AQUI O GABARITO DA 1ª E 2ª PROVA DO SASI-2014, VEJA TAMBÉM SUA CLASSIFICAÇÃO NO RESULTADO FINAL DO SASI

Os resultados do SASI saíram. Verifique a sua classificação. Estas são as provas do último triênio do SASI.







TEMPO: SENHOR DAS NOSSAS VIDAS - reflexão acerca da Canção Time de Pink Floyd! Não deixe de ver o Clip. É demais...




Como nosso Girassol tem a parte das Canções não podemos deixar de convidá-los a ouvir aqui um clássico da banda Pink Floyd: Time. Esta canção é mesmo demais. Quantas vezes ouvimos o Madinho cantá-la, sem entender naquele tempo esta letra que é fascinante. Não percebemos a dimensão do tempo, que é o senhor das nossas vidas, esta que é apenas um piscar de olhos na imensidão do nosso infinito particular.  Quando percebemos mesmo,  tudo já está no fim, e não podemos voltar para refazer os gestos mal feitos.  Olhamos para trás e vemos tanto tempo jogado fora com nada, emprendendo buscas que não levam a lugar nenhum. Assistimos atônitos nossa geração passando outra juventude brotando e a gente insistindo nas efemeridades, naquilo que não nos realiza, muito pelo contrário nos infunde de uma falsa percepção de que podemos controlar o correr do tempo em nossas vidas. Vamos vivendo assim a angústia do dias na nossa pequenez humana, alienados em nós mesmos, como bem nos mostra o trecho da canção que diz “você corre atrás do sol,  mas ele está se pondo, fazendo a volta para nascer outra vez atrás de você”

Para fazer um pouco de intertextualidade com a canção apresento aqui o lindo poema de Mario Quintana que dispensa qualquer comentário, mas tem tudo haver com a canção.
“Seiscentos e Sessenta e Seis”
A vida é uns deveres que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são 6 horas…
Quando se vê, já é 6ª-feira…
Quando se vê, passaram 60 anos…
Agora, é tarde demais para ser reprovado…
E se me dessem – um dia – uma outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. seguia sempre, sempre em frente … E iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas.
Mario Quintana QUINTA, M. Poesia Completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar. 2005.
                                                                                                      por Deodato Gomes Costa
E você o que acha de tudo isto? Deixe um comentário em nosso box abaixo.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

EDITAL DE DESIGNAÇÃO Nº 01 - 2015 - Confira todos os Editais da Região de Teófilo Otoni no link abaixo.

O  Edital   abaixo se refere às vagas da Escola Estadual Dr. João Beraldo aqui em Carlos Chagas. Mas você pode ter acesso não só aos Editais de todas as escolas de Carlos Chagas mas de toda a região de Teófilo Otoni aqui em nosso Girassol, através da página de EDITAIS da S.R.E de Teófilo Otoni. Antes de divulgar na Escola Polo Dr. João Beraldo, todos os Editais devem ser publicados na página de Editais da  SRE.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Novos perfis de família - FAMÍLIA, onde a vida começa e o amor nunca termina...

Frei Betto é um grande escritor, leio tudo que ele escreve nos jornais,  já li alguns dos seus livros, e achei bastante esclarecedor a reflexão que ele faz acerca da família e seu posicionamento frente as configurações que esta vem assumindo nos dias atuais em nossa sociedade. Como ele mesmo diz,  para quem foi criado sob a imagem da Sagrada Família é muito difícil acolher outras formas de relações afetivas. De qualquer forma o texto é muito consistente e está embasado na palavra de Deus e nos  ajuda a construir uma aproximação com esta polêmica, por que não tem como aceitarmos preconceitos mais na sociedade de direitos.
Novos perfis de família
ESCRITO POR FREI BETTO   
Maria Antônia, bebê gaúcho, tem duas mães, um pai, seis avós! Nascida em Santa Maria, em setembro de 2014, o juiz Rafael Cunha autorizou seu registro de nascimento.

Os pais são Fernanda, Mariani e Luis Guilherme, que engravidou uma das moças e fez questão de ter seu nome na certidão de nascimento. O juiz reconheceu legalmente que Maria Antônia nasceu em um “ninho multicomposto”.

Desde que resolução do Conselho Federal de Medicina, em 2013, permitiu a utilização de técnicas de fecundação “in vitro” por casais homoafetivos, cresceu no Brasil o número de crianças registradas em nome de dois pais ou duas mães.

O preconceito ainda impede que muitos reconheçam o óbvio: o perfil da família já não se restringe ao da relação monogâmica heterossexual.

Quem melhor percebe essa mutação é o papa Francisco que, em vez de se fingir de cego, como papas anteriores frente aos fenômenos da pós-modernidade, convocou um sínodo para debater o tema. Precedido por reunião extraordinária em outubro de 2014, o Sínodo da Família terá lugar em Roma, em outubro deste ano.

No questionário remetido a todas as dioceses do mundo, o papa pergunta como os católicos encaram casais recasados, a homossexualidade e outros temas considerados polêmicos no interior da Igreja. Francisco quis ouvir as bases, num gesto inédito de democratização da instituição eclesiástica.

É o fim da família? A família é uma estrutura cultural, não natural. Tal como a conhecemos hoje, existe há apenas meio milênio. Aliás, hoje se multiplicam as famílias monoparentais, cujo “chefe” é a mãe. Em comunidades indígenas, a qualidade de proteção e afeto às crianças faz a todos nós, “civilizados”, corar de vergonha.


Para quem, como eu, foi educado no catolicismo à luz de estampas da Sagrada Família, não é fácil acolher os novos perfis de relações afetivas. Porém, ao abrir o Evangelho, nos deparamos com algo distinto do modelo devocional: o jovem Jesus que se desgarra do cuidado dos pais e abandona a caravana de peregrinos; o pregador ambulante que não merece a credibilidade de seus irmãos (João 7,5) e a família o tem na conta de “louco” (Marcos 3,21-31); o filho que parece rejeitar a própria família: “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” (Mateus 12, 48).

Quando exclamaram a Jesus “Felizes as entranhas que te trouxeram e os seios que te amamentaram”, ele não desmentiu, mas assinalou a diferença: “Felizes, antes, os que ouvem a palavra de Deus e a observam” (Lucas 11, 27-28).

Jesus enfatizou que não são os laços de sangue que mais aproximam as pessoas, e sim o projeto comum que elas assumem.

Projetos alternativos criam conflitos. Jesus chegou a falar em “odiar” a própria família (Lucas 14, 26). O verbo grego miseo (=odiar) pode ser traduzido por “amar menos”: “Se alguém quer me seguir e não prefere a mim mais que a seu pai e sua mãe...”.

Frente ao modelo de família-gueto, centrada no umbigo de seus membros e avessa a estranhos e necessitados, Jesus propôs um modelo de família aberta, centrada no afeto, na gratuidade e na abertura ao próximo.

A família do século XXI já não será apenas a que possui em comum características biológicas, e sim a que o amor aproxima e une pessoas comprometidas com um projeto comum de vida, que estabelece entre elas profundas relações de intimidade e reciprocidade.

E há que lembrar que, em sua recente visita à Ásia, o papa Francisco rogou aos fiéis católicos que evitem “ser como coelhos”, procriando irresponsavelmente. Um sinal de que os métodos contraceptivos, como o uso do preservativo, serão afinal aceitos pela Igreja Católica?