ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

ENEM

ENEM
ENEM

Inscrição

Inscrição
INSCRIÇÃO

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

MEC divulga resultados do Enem 2017 e anuncia calendário do exame em 2018



Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 já podem consultar, seus resultados na página do participante ou no aplicativo Enem 2017. O resultado só pode ser acessado pelo próprio participante após informar o CPF e a senha cadastrada. Os resultados foram antecipados em um dia. Em coletiva de imprensa, o Ministério da Educação também anunciou as principais datas do Enem 2018, que completa 20 anos e será aplicado nos dias 4 e 11 de novembro. O edital do exame será publicado em 21 de março e as inscrições serão realizadas de 7 a 18 de maio deste ano.
Acesse o resultado do ENEM 2017, clicando aqui:

O resultado dos treineiros será divulgado em 19 de março, assim como as vistas pedagógicas da redação. Isenção no Enem 2018 – Como anunciado no ano passado, os participantes com direito à isenção que faltaram ao Enem 2017 deverão justificar a ausência para garantir a manutenção da isenção no Enem 2018. A solicitação de isenção também deixa de ser feita durante a inscrição, passando a ser realizada com antecedência. O período de solicitação de isenção e de justificativa da ausência no Enem 2017 será de 2 a 11 de abril, pela Página do Participante.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Divulgação para professores dos CURSOS disponíveis na Plataforma Freire. Cadastre seu currículo e escolha seu Curso de graduação até dia 12 de janeiro de 2018.



Professor, conheça a Plataforma Freire
A Plataforma Freire consiste em um grande banco de dados que permite o acesso a informações de profissionais que atuam na/com Educação Básica e de atores ligados às atividades de formação de profissionais de magistério.

 Clique na imagem para realizar seu cadastro

Além de funcionar como banco de currículos – semelhante ao Currículo Lattes, a Plataforma Freire será um sistema de gestão para oferta de cursos aos profissionais da educação básica.
Cadastre seu currículo na Plataforma Freire
A Plataforma Freire é gerenciada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação do Ministério da Educação (MEC) e um dos seus principais objetivos é permitir a gestão da demanda por formação inicial e continuada de professores da educação básica e o acompanhamento dos programas e ações que tenham entre seus partícipes professores e escolas das redes de ensino.
Ao cadastrar seu currículo, você terá acesso aos cursos do Programa de Formação Inicial e Continuada para Professores da Educação Básica (Profic) disponíveis de acordo com o seu perfil profissional (conforme dados informados pelo usuário na plataforma).
A plataforma oportuniza ainda aos profissionais do magistério da educação básica a socialização de suas produções técnicas e acadêmicas, fomentando a visibilidade desses profissionais e sua conexão com a comunidade acadêmica.
Cursos estão disponíveis na Plataforma Freire. Nesta edição, os cursos disponíveis (válidos para cadastro até o dia 12/01/2018) são:
  • ·        Licenciatura em diferentes áreas para professores que não possuem graduação em licenciatura na área/disciplina em que atuam em sala de aula; 
  • ·        Especialização em Educação infantil para os professores com formação superior que atuam nessa etapa da educação; 
  • ·        Especialização em Alfabetização para os professores com formação superior que atuam nas séries iniciais; 
  • ·        Especialização em Matemática e Língua Portuguesa para os professores que atuam nas séries iniciais; 
  • ·        Especialização em Matemática para professores, com formação superior, que lecionam Matemática nos anos finais do Fundamental; 
  • ·        Especialização em Língua Portuguesa para professores com formação superior, que lecionam Língua Portuguesa para os anos finais do Fundamental.


Após o preenchimento do currículo  o sistema disponibilizará a vaga de acordo com o perfil de cada usuário. A validação da vaga será realizada pela Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores da SEE/MG. Podem se cadastrar para estes cursos os professores em exercício na rede pública de educação básica.  Fora deste período, você pode cadastrar seu currículo a qualquer momento e aguardar novas ofertas de cursos.
  Inscrever para cursos de formação inicial e continuada para profissionais do magistério na educação básica através da Plataforma Freire.
Ouça divulgação da Plataforma na voz do Brasil em 16-10-2017


quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

A vida é uma dádiva e 2018 pode ser ainda de maior mergulho na gratidão!

No ano de 2017 fez 20 anos que o grande oceanógrafo Jacques Cousteau foi navegar nos oceanos da eternidade. Em uma entrevista ele disse que costumava sonhar que estava voando e que isto era uma tentativa de se afastar da realidade tão desigual da terra. De acordo com ele,  quando começou a mergulhar, parou de sonhar porque o mergulho era uma sensação intensa e fabulosa, uma experiência incrível. Palavras dele: "quando mergulhamos, sentímo-nos como se fóssemos anjos. Libertamo-nos do nosso peso". Dizia que era infeliz fora d’água que quando mergulhava era como se tivesse entrado no Paraíso.

Reprodução KIDS DISCOVER

Que o mergulho nos posts das 52 semanas de gratidão tenha deixado um ensinamento para os autores e leitores dos mesmos. Jamais  esqueçamos de fazer o que nós mesmos ensinamos. A exemplo de Cousteau, que todos possam neste 2018 fazer um mergulho nas águas oceânicas da gratidão e voltar à tona sempre com muitos agradecimentos pela vida. 

O movimento  da gratidão...terminou. Não participei de todas, não li e nem comentei todas as postagens dos colegas de blog, premido pelos compromissos,  mas sinto que valeu a pena! Valeu muito viver estes momentos de reflexão dos mais variados tipos.  Momentos vivenciados e retratados aqui,  que foram compartilhados com todos durante o ano de 2017. Apresentamos um pouco das nossas experiências e crenças. O sentimento maior, apenas menor que o amor,  foi garimpado em pequenas e grandes expressões inspiradas pelo reconhecimento de que tudo é dádiva. É infinito o poder da gratidão a Deus,  colocada  no coração limitado do ser humano. Ela fortalece a humanidade em nós, e nos torna muito apaixonados pela vida,  que recebemos todos os dias.  Não tem como não fazer como o leproso curado por Jesus que retorna para demonstrar e reconhecer sua cura. As 52 semanas foram a tradução em sentimentos de gratidão, de experiências edificadoras expressadas em fotos, textos e momentos, que se não fossem os registros  não passariam agora apenas de nossas memorias solitárias, guardadas  em cada um de nós.  Era o leproso curado comparecendo para retribuir o gesto,  as palavras... 
A gratidão promove um mergulho na  confiança em nós mesmos e no outro que nos faz ser o que somos. Solitários não somos, não fazemos, não podemos e não vivemos.  Foi muito o recebido e muito retornado em forma de lindos e poéticos agradecimentos. Foram muitos posts que comprovam a fé na vida, a esperança de futuro e a certeza de que vale sempre  buscar o infinito na fragilidade das coisas. Vale sempre o profundo, o permanente e o amor. 
Somos todos o leproso que Jesus curou. Aquele  que retornou para agradecer e  reconhecer o poder de se fazer solidário a alguém da forma mais gratuita e divina.  Todos sonhamos com o fim da fome e a instauração da Paz no mundo, aquilo que sempre fazia de Cousteau um infeliz fora d'água. Por muitas vezes nos desanimamos diante do poder do mal. Pratiquemos a gratidão porque ela é  capaz de aquebrantar a frieza do homem diante do sofrimento do seu semelhante.  

A gratidão pode realizar milagres e fazer valer o sonho de fraternidade existente no coração humano. A vida é uma dádiva e 2018 pode ser ainda de maior mergulho na gratidão!
                                                                              Deodato Gomes

                                                         

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Concurso Professor SEE-MG 2018: Saiu o edital.



Concurso Professor e Especialista SEE-MG 2018: Saiu o edital.

Saiu o Edital de Concurso Público da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (CONCURSO-SEE MG). Foi divulgado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 28 de dezembro. O Edital prevê o preenchimento de 16.700 vagas em cargos da Educação. A Fundação Mariana Resende Costa-(FUMARC) tem a responsabilidade do concurso.
concurso de Professor SEE-MG contará com oportunidades para efetivar nos cargos de:
1.     Especialista em Educação Básica – EEB
2.     Professor de Educação Básica – PEB (Regente de Aulas), todos no grau inicial do nível I, nas áreas de Arte/Artes, Biologia/Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Estrangeira Moderna – Inglês, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia.
ACESSE O EDITAL, clique aqui:

ACESSE A PÁGINA DA INSCRIÇÃO

Quadro de Vagas


Vagas para Especialistas na Regional de Teófilo Otoni


Salário e Jornada de Trabalho do Concurso SEE MG 2018


O cargo de Especialista em Educação Básica – EEB – Nível I Grau A tem jornada de trabalho de 24 (vinte e quatro) horas semanais, enquanto a carga horária de Professor será de 8 (oito) a 24 (vinte e quatro) horas semanais.
Os salários dos cargos de Especialista em Educação Básica – EEB – Nível I e Professor de Educação Básica – PEB Grau A chegarão a R$2.135,64 (dois mil, cento e trinta e cinco reais e sessenta e quatro centavos). O vencimento inicial do cargo de Professor de Educação Básica será proporcional à carga horária, quando a jornada for inferior a 24 (vinte e quatro) horas semanais.
OS candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico Estatutário, em conformidade com as normas estabelecidas na Lei Estadual nº. 7.109/77, que dispõe sobre o Estatuto do pessoal do magistério público do Estado de Minas Gerais e Lei Estadual nº 869/1952, que dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais, bem como à legislação federal e estadual pertinente.
Inscrição Concurso SEE MG 2018 
Especialista e Professor

As inscrições do concurso SEE-MG serão realizadas no endereço eletrônico oficial da organizadora concurso (http://www.fumarc.com.br/), no período compreendido entre 09 horas do dia 26 de fevereiro e 23 horas e 59 minutos do dia 08 de março de 2018. A taxa de inscrição custará R$70,00.
Etapas e Provas do do Concurso SEE MG 2018 – Especialista e Professor
O concurso será composto de provas e títulos, para todos os cargos, e constará das seguintes etapas:
a)Primeira Etapa: Prova Objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório
b)Segunda Etapa: Avaliação de Títulos, de caráter classificatório.
As Provas Objetivas de Múltipla Escolha, previstas para serem aplicadas no dia 08 de abril de 2018, contarão com questões de Língua Portuguesa (10), Matemática (10), Conhecimentos Didático-Pedagógicos (10) e Conhecimentos Específicos (30), conforme disposto no quadro a seguir.

A duração das Provas Objetivas será de no mínimo 02 (duas) horas e no máximo de 04 (quatro) horas, incluído o tempo para a assinatura da Folha de Respostas, transcrição das respostas do Caderno de Questões da Prova Objetiva para a Folha de Respostas oficial, sendo responsabilidade do candidato observar o horário estabelecido.
Critérios para Aprovação
Será considerado aprovado na Prova Objetiva o candidato que obtiver no mínimo 50% (cinquenta por cento) de acertos nas questões de Conhecimentos Gerais, no mínimo 50% (cinquenta por cento) de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos e não zerar em nenhuma das Disciplinas.
A validade do concurso será de 24 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período, a critério da administração pública.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Por que ler Clarice Lispector? Em dezembro, completam-se 40 anos do falecimento da escritora brasileira e da publicação de uma de suas principais obras.


Por que ler Clarice Lispector?

Em dezembro, completou 40 anos do falecimento da escritora brasileira e da publicação de uma de suas principais obras.(10-12-1920 - 09-12-1977)

Ouça a matéria



Quando o assunto é a escritora, o que não faltam são leitores apaixonados para falar da sua obra. A estudante de jornalismo Heloísa Iaconis é exemplo disso. Ela conta que admira muitas escritoras, cantoras e artistas do cenário cultural brasileiro. Mas Clarice, é certo, está entre as autoras preferidas. A paixão vem de cedo. Heloísa conheceu a escritora com 11 anos, quando estava na quinta série e leu A hora da estrela, uma das principais obras da autora.
"Eu leio Clarice porque, através dos textos dela, das histórias que ela criou, eu consigo manter viva a minha inquietude, que acho que é um pilar essencial da vida. Através das palavras dela, eu consigo deixar que pulse a minha capacidade de me indignar diante de muitas coisas, sejam sociais, políticas, de espírito ou psicológicas", conta.
Em dezembro de 2017, completam-se 40 anos da morte de Clarice e, também, da publicação de A hora da estrela. Ela nasceu na Ucrânia em 1920, época da Revolução Bolchevique, mas naturalizou-se brasileira. Para fugir da perseguição aos judeus, sua família se mudou para Recife ainda em seus primeiros anos. Escritora e jornalista, escreveu contos, romances, crônicas e obras infantis.
Mas, há quem acredite que ler Clarice não é uma tarefa fácil. Para a professora e doutora em literatura pela Unicamp Emília Amaral, grande parte disso se deve ao fato de a escritora desafiar o seu leitor.
"A dificuldade em ler Clarice vem da nossa dificuldade em pegar um romance, ou um livro de contos, e não achar logo o enredo. O traço estilístico básico de um romance é que ele vai contar uma história, e o leitor pega o romance esperando essa história. O estilo de Clarice é nos aquecer junto com ela para entrar na história. A gente entra com ela em um processo de metalinguagem de ir parindo a história, e o leitor faz parte disso", explica a professora.
Mulher e judia em uma época na qual a participação feminina na literatura ainda era pouco discutida, Clarice foi uma escritora muito mistificada. Ainda na década de 1960, ela encontrou dificuldade para publicar seus textos. Na época, estava em evidência o chamado "realismo socialista". Autores como Graciliano Ramos e João Guimarães Rosa ganhavam palco ao falar da realidade do povo brasileiro. Mas Clarice, como conta Emília, não se encaixava nessa demanda do mercado. "Está todo mundo pensando na realidade social, na seca, no sertanejo, e a Clarice está falando de dentro da nossa alma."

Aqueles que se dão a chance de conhecer a obra da escritora terão experiências diferentes das que têm com qualquer outro autor, explica a professora. "Ler Clarice, como ler qualquer boa literatura, é transformar a vida. É poder viver a partir da nossa vidinha única muitas outras vidas e descobrir muitas outras coisas que nos ampliam a humanidade. Ler Clarice, particularmente, é se conhecer melhor. É pagar o ingresso de ir mais fundo, de deixar de lado a superficialidade do cotidiano e tentar ir mais fundo naquilo que nós somos, queremos, dos nossos sonhos, contradições etc."
Para aqueles que ainda não entraram no mundo clariciano, a professora deixa uma dica: "Sugiro um livro de contos, especialmente Felicidade Clandestina e também Laços de Família, que são contos com enredos leves, curtos e absolutamente adoráveis. Você não consegue parar." 
Emília escreveu, recentemente, a obra Para amar Clarice. O livro traz uma análise das obras da escritora, na tentativa de desmistificar suas histórias para que todos possam ser capazes de entender seus personagens. Uma boa chamada para aqueles já leem a autora e os que querem dar uma chance para conhecê-la.  Edição: Anelize Moreira
                                                                            Reprodução do site: Brasil de Fato

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

EU SOU O FUTURO! VAMOS CONSTRUIR AGORA O FUTURO QUE A GENTE SONHA!



Desde o início dos tempos eu vejo quanto vocês tem medo do futuro. O futuro é incerto. Assusta. Eu nunca falei nada, mas agora eu vim pessoalmente contar a verdade. Eu devia ter mais medo de vocês do que vocês de mim. Porque eu não posso escolher nada, criar nada, viver nada. Eu só posso olhar para o que vocês fazem aí no presente e torcer para que vocês façam as escolhas certas. Então, amém! Agora,
respeitem quem é diferente de vocês, agora! Porque só assim a paz pode existir no futuro.
Lutem para serem mais felizes agora, porque só assim a felicidade vai existir no futuro.
Vocês não estão nas minhas mãos, sou eu que estou nas mãos de vocês.

Feliz 2018!... 2019... 2020... 2021... 2022... 2023...

Muito lindo o comercial do Itaú de felicitações do ano de 2018. “Eu sou o futuro”. Eu acompanho os comerciais do Itaú e estava aguardando quando o  mesmo chega com um apelo que segue a mesma linha do anterior do "Eu sou o tempo". A voz de Fernanda Montenegro declamando o texto cria ainda mais um clima intimista e reflexivo. É fascinante ela dizendo: "Eu só posso olhar para o que vocês fazem aí no presente e torcer para que vocês façam as escolhas certas." Posto aqui no Girassol, porque é muito interessante. É uma reflexão, uma chamada poética, um convite para que se assuma a construção do próprio futuro, para que se tome o mesmo nas  próprias mãos. É como se o futuro chegasse sempre da forma mais certa desde que se estabeleça uma convivência ética no agora. Tudo o que escolhemos e fazemos a nós e aos outros, tem suas ressonâncias futuras.  Esse é um dos ensinamentos do vídeo. Para tudo o futuro dá um jeito e precisamos fazer sempre no agora o que a gente quer receber mais adiante. 

domingo, 24 de dezembro de 2017

Neste Natal, prefiramos a gratuidade do gesto, o improviso do texto, o erro de grafia e o acerto do sentimento. Prefiramos uma árvore feita de realidades!




 É Natal!

Tempo de retomada dos Sonhos!
De acender novamente a esperança!
Nada pode ser pior do que ...
a opressão vivida...
as utopias esquecidas...
as reformas distorcidas...
as garantias destituídas...
os ânimos aguerridos...
a desigualdade estabelecida...
as atrocidades acontecidas...
a dor induzida...
a fome construída...
a mentira instituída...
a verdade corrompida...
o amor apenas na decorativa.

Nada pode ser pior do que a luta esquecida...e  o comodismo na discursiva. 

É Natal!...
Tempo de vinda pobre...
pobre negro... pobre índio... pobre professor... pobre aposentado... pobre pensionista...pobre estudante... pobre jovem.
Chegou o menino....  pobre, despojado e divinamente encantado.
Portanto, é Natal!...
Tempo de volta gloriosa...Dele... naqueles que insistem em construir a Paz e  destruir: exclusão, escravidão, preconceito, fome ódio e divisão.
Chega menino! Vem  triunfalmente iluminando a consciência e o coração mais duro!
Façam a todos verem que em seu Natal não cabe opressão!
Encha a nossa vida de perdão,  caridade, respeito e nos sintoniza com a mensagem do teu nascimento!


É Natal!
Fora toda opressão que ameaçou a vinda do salvador e que hoje ameaça tantas vidas!...
Ele quer nascer novamente...
Que o menino chegue e nos encontre vivendo lindas mensagens, cantadas em muitos hinos de Natal neste tempo tão bonito!
                                                         Por Deodato Gomes.
FELIZ NATAL!
E.E.Dr. João Beraldo

Leia também a mensagem do Pe. Fábio de Melo sobre o Natal!... Muito linda.
NATAL SEM O PAPAI NOEL…
Estou preparando a minha árvore de Natal. Quero que ela seja viva, mas não quero que seja exterior. Eu a quero dentro de mim. Tenho medo das exterioridades. Elas nos condenam. Ando pensando que o silêncio do interior é mais convincente que o argumento da palavra.
Quero que minha árvore seja feita de silêncios. Silêncios que façam intuir felicidade, contentamento, sorrisos sinceros.
Neste Natal não quero mandar cartões. Tenho medo de frases prontas. Elas representam obrigação sendo cumprida. Prefiro a gratuidade do gesto, o improviso do texto, o erro de grafia e o acerto do sentimento. A vida é mais bonita no improviso, no encontro inesperado, quando os olhares se cruzam e se encontram.
Quero que minha árvore seja feita de realidades. Neste Natal quero descansar de meus inúmeros planos. Quero a simplicidade que me faça voltar às minhas origens. Não quero muitas luzes. Quero apenas o direito de encontrar o caminho do presépio para que eu não perca o menino Jesus de vista. Tenho medo de que as árvores muito iluminadas me façam esquecer o dono da festa.
Não quero Papai Noel por perto. Aliás acho essa figura totalmente dispensável! Pode ficar no Pólo Norte desfrutando do seu inverno. Suas roupas vermelhas e suas barbas longas não combinam com o calor que enfrentamos nessa época do ano. Prefiro a presença dos pastores com seus presentes sinceros.
Papai Noel faz muito barulho quando chega. Ele acorda o menino Jesus, o faz chorar assustado. Os pastores não. Eles chegam silenciosos. São discretos e não incomodam…
Os presentes que trazem nos recordam a divindade do menino que nasceu. São presentes que nos reúnem em torno de uma felicidade única. O ouro que brilha, o incenso que perfuma o ambiente e a mirra com suas composições miraculosas.
O papai Noel chega derrubando tudo. Suas renas indisciplinadas dispersam as crianças, para reinar a paz dos adultos. Os brinquedos tão espalhafatosos retiram a tranquilidade da noite que deveria ser silenciosa e feliz. O grande problema é que não sabemos que a felicidade mais fecunda é aquela que acontece no silêncio.
É por isso que neste Natal eu não quero muita coisa. Quero apenas o direito de recolher o pequenino menino na manjedoura… Quero acolhê-lo nos braços, cantar-lhe canções de ninar, afagar-lhe os cabelos, apertar-lhe as bochechas, trocar-lhe as fraldas para que não tenha assaduras e dizer nos seus ouvidos que ele é a razão que me faz acreditar que a noite poderá ser verdadeiramente feliz.
Neste Natal eu não quero muito. Quero apenas dividir com Maria os cuidados com o pequeno menino. Quero cuidar dele por ela. Enquanto eu cuido dele, ela pode descansar um pouquinho ao lado de José. Ando desfrutando nos últimos dias o desejo mais intenso de que a vida vença a morte.
Talvez seja por isso que ando desejando uma árvore invisível. O único jeito que temos de vencer a morte é descobrindo a vida nos pequenos espaços. Assim vamos fazendo a substituição. Onde existe o desespero da morte eu coloco o sorriso da vida.
Façam o mesmo!
Descubram a beleza que as dispersões deste tempo insistem em esconder. Fechem as suas chaminés. Visita que verdadeiramente vale à pena chega é pela porta da frente. Na noite de Natal fujam dos tumultos e dos barulhos. Descubram a felicidade silenciosa. Ela é discreta, mas existe! Eu lhes garanto!

Não tenham a ilusão de que seu Natal será triste porque será pobre. Há mais beleza na pobreza verdadeira e assumida que na riqueza disfarçada e incoerente. O que alegra um coração humano é tão pouco que parece ser quase nada. Ousem dar o quase nada. Não dá trabalho, nem custa muito…
E não se surpreendam, se com isso, a sua noite de Natal tornar-se inesquecível.
Por Padre Fábio de Melo


sábado, 23 de dezembro de 2017

Nossa Cerimônia de Conclusão dos alunos do Ensino Médio foi a nossa última aula ! Alegria e saudade tomou conta de todos nós! Vão ... O futuro é de vocês! O mundo é de vocês... conquistem!...



Um misto de sentimentos de muita alegria... e saudade já toma conta do nosso coração neste momento!

Terminou... passou... acabou... esta  cerimônia de conclusão está sendo  a nossa última aula! Confesso que estou tocado, muito emocionado. Um aperto no coração, uma vontade muito grande de derramar lágrimas! Pensar que os jovens do 3º ano concluem o Ensino Médio,  não mais estarão em nosso dia-a-dia escolar. Este momento é de adeus! Já sentimos  saudade de todos vocês. Conhecemos e acompanhamos a maioria de todos vocês desde muito pequeno. De alunos já passaram a condição de filhos, é por isso que ficamos assim tão emocionados. A cerimônia de conclusão é um momento solene que vislumbra um horizonte de esperança e  fé em cada um de vocês. Assim esta cerimônia de conclusão do Ensino Médio é também, além de  uma grande despedida um momento de  entrega. São filhos e filhas que ora deixam sua segunda casa que é esta escola. A presença de Clara Viana só abrilhantou a nossa cerimônia e emocionou a todos presentes.  O seu testemunho foi muito bonito, quando ela salientou a importância de se estudar em uma universidade federal e da sua alegria de ser hoje uma universitária que saiu da Escola João Beraldo direto para a Federal de Diamantina. Se ela enquanto jovem conseguiu todos podem chegar lá também. Parabéns Clarinha, você é motivo de orgulho para todos nós. 


O crescimento de todos, enquanto ser humano, no conhecimento são conquistas importantes e visíveis, para quem sempre teve como motivação o cuidado pelo outro, o afeto, e o calor humano. Vão sim meninos, vão sim meninas em busca dos sonhos. O tempo é de vocês! Tudo que fizemos, trabalhamos e ensinamos emanou de um profundo amor em nosso coração. Esta é a marca da educação. Educação é um ato de coragem e de amor, jã disse o nosso grande educador Paulo Freire. Nos sentimos muito honrados em poder compartilhar este momento com vocês, fazer parte de todas estas histórias tão lindas de vida, sabendo que hoje é o final, destes momentos ricos de escola João Beraldo. Tudo vira lembrança. Daqui para a frente, esta escola e todos os acontecimentos, fatos vividos e situações existenciais testemunhadas, se tornarão apenas a história viva no coração de todos vocês jovens. Peço licença a Fernando Pessoas para usar sua linguagem poética e dizer que “existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”. Vocês se tornaram eternos, inesquecíveis em nossos corações, ninguém dá conta de explicar as coisas do amor, quando as pessoas são incomparáveis e únicas. Chegou o fim da estrada. O sentido de tudo é de entrega de vida. O jovem não engana o sábio, pois a resposta aos desafios agora devem ser enfrentados pelos próprios jovens. Os pais e a escola entregam aos jovens concluintes sua própria vida. Agora é com você, é você com você mesmo. Ninguém mais responde por você. Passastes a ser dono dos seus atos. Sua história será feita daqui prá frente por você mesmo. Fazer história bonita para fazer mais caminho pois o caminho só existe se alguém caminha deixando suas marcas. Agora os pais não mais responderão por vocês. Vocês deverão assumir as consequência dos seus atos. Assumir a responsabilidade e tomar decisões. As portas, as janelas do mundo estão abertas, escancaradas e o mundo é de vocês. Conquistem, busquem. A vida é movimento. Não parem. Lutem pelos seus sonhos. Não seja mais um. Não seja mais um que se perde na poeira do seu próprio fracasso. Qualquer jovem hoje pode ser o que quiser ser nesta vida, desde que estude, trabalhe, persista e sempre faça mais do se espera que ele faça.
Deodato Gomes-Diretor

Vejam o álbum completo com o link abaixo:




sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

CONCLUSÃO DA 2ª ETAPA DA EDUCAÇÃO BÁSICA-2017. "A vida e o mundo só abrem as portas para quem sabe onde ir"



A família é parceira da escola no processo de formação humana e acadêmica de seus filhos que neste dia de hoje 21 de dezembro de 2017 concluem a segunda etapa da educação básica.

É muito bom celebrar momentos importantes com os alunos pois não existe conquista maior na vida do que a do conhecimento. Este liberta, torna capaz e ensina a viver. O conhecimento que vem a partir de um esforço é tesouro precioso, guardado no âmago mais profundo do ser. E ele se torna possível vigoroso porque é fruto do trabalho laborioso de professores que educam com  zelo. Não existe mágica, isto é trabalho, força de desejos que se encontram na relação professor aluno. O palco é sempre a Escola João  Beraldo.

Este momento é  bastante simbólico na vida destes adolescentes. É um rito de passagem para uma vida adolescente que vai se tornando cada vez mais consequente. Vida que vai se abrindo cada vez mais em responsabilidades que devem ir sendo assumidas. O cerco vão se fechando porque vai se tornando mais solitariamente a vida que deixou a criança no passado.  Os desafios se aumentam para estes alunos que avançam um pouco mais na direção do futuro. É uma nova etapa de escolarização que se vislumbra: o Ensino Médio, são, novas aprendizagens e oportunidades surgem daqui prá frente.

Que os nossos alunos possam passar por todas turbulências dessa idade e sobreviver fisicamente e emocionalmente. Falta muito amor para eles. Amor não somente de palavras de vento, mas amor traduzidos em gestos de políticas que proporcionem lazer, cultura, perspectiva de futuro para que eles, os  adolescentes não se percam pelo caminho. É preciso ter personalidade, saber fazer escolhas inteligentes e não se envolver com o mal que está na sociedade e  de braços abertos, aguardando uma fraqueza, um momento de vacilo  para ocupar a vida conflituosa do adolescente.

É preciso responsabilidade com a própria vida para ir se  superando e  não deixar se transformar em  um adolescente caído sobre o seu próprio sangue.
Neste tempo bonito do Natal, em que o espírito de gratidão toma conta do momento agradecemos por este passo dado na vida destes adolescentes em direção ao ensino Médio. São 71 anos de serviço educacional construído em cada detalhe que nos fazem acreditar no jovem e ajudá-lo a encontrar seu caminho nesta estrada de poucos.

Professores são  peça fundamental do processo educacional que tem incursão indiscutível na vida destes adolescentes. Professores sonhem e tenham esperanças, a vida é maior que tudo. 
Adolescentes,  vislumbrem a vida, o otimismo e o mundo que abrem as portas para quem sabe onde quer ir. Apaixonem e sonhem pelo conhecimento buscando com toda a garra concretizar um projeto de vida maior.

Concluir o ensino Fundamental é sem dúvida um momento significativo apenas de início dos passos maiores que precisam ser dados. O conhecimento éuma continua tarefa que se renova a cada instante e estágio da vida. Muitos obstáculos precisam ser transpostos para se chegar “la”.

Façamos da aprendizagem o nosso sentido de vida e dos valores trabalhados o nosso referencial de caminho. Que se possa viver o encanto a sensibilidade e o respeito, marcados insistentemente pela busca de  aprender  na direção da realização dos seus sonhos.

Feliz Natal e um 2018 repleto de aprendizagens!
Deodato Gomes

Vejam todas as fotos do momento da cerimônia:

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Qual o seu Desejo de Natal para a educação?



















Se você pudesse escrever uma cartinha e pedir ao Noel um bom presente para a educação, qual seria seu desejo de natal? 
Registre seu desejo para a educação e o entregaremos ao bom velhinho, mas corre que já tá chegando, ok? 


CALENDÁRIOS 2018 - João Beraldo





Para ter acesso a pasta toda do calendário:
https://1drv.ms/f/s!AhFGJ2ekm76SjDc_16_AugmPle6N

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

PROFESSOR É A SUA GRANDE OPORTUNIDADE DE SE EFETIVAR NO ESTADO! Concurso para o ano de 2018!



A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag), autorizou a realização de concurso público para o provimento de 16 mil vagas para o cargo de Professor de Educação Básica Regente de Aula (professores de disciplinas) e 700 vagas para o cargo de Especialista em Educação Básica.


RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG/SEE Nº 9780, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2017.
Dispõe sobre os procedimentos para a realização de concurso público para provimento de cargos de seu quadro de pessoal.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DE MINAS GERAIS E A SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS, no uso da atribuição que lhe confere o inciso III do § 1º do art. 93 da Constituição do Estado de Minas Gerais e o disposto no parágrafo único do art. 2º do Decreto nº. 42.899, de 17 de setembro de 2002, com a alteração trazida pelo do Decreto nº 47.010, de 10 de junho de 2016.

RESOLVE:
Art. 1º Competirá à Secretaria de Estado de Educação (SEE) a prática dos atos a que se referem as alíneas “c”, “d”, “e”, “f” e “g” do inciso I do art. 2º do Regulamento Geral de Concurso Público, instituído pelo Decreto Estadual nº. 42.899/2002.

Art. 2º A presente Resolução Conjunta aplica-se ao concurso público para provimento de cargos da carreira de Professor de Educação Básica – PEB, e Especialista em Educação Básica – EEB, instituídas pela Lei Estadual n.º 15.293, de 05 de agosto de 2004 (institui as carreiras dos Profissionais de Educação Básica do Estado), para o ano de 2018, conforme Ofício COF nº 1518/17. Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Belo Horizonte, aos de dezembro de 2017.
Helvécio Miranda Magalhães Júnior
Secretário de Estado de Planejamento e Gestão
Macaé Maria Evaristo dos Santos
Secretária de Estado de Educação