INSCRIÇÃO

INSCRIÇÃO
INSCRIÇÃO

ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

ENEM

ENEM
ENEM

Inscrição

Inscrição
INSCRIÇÃO

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Instituto Avaliar - PAAE

Instituto Avaliar - PAAE
Instituto Avaliar - PAAE

MECFLIX

MECFLIX
MECFLIX

COPESE

COPESE
sasi

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

OBRAS DO SASI

OBRAS DO SASI
OBRAS DO SASI

Registro

Registro
registro de experimento

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

UNIFORME ESCOLAR? MAS POR QUÊ?

Conheça os benefícios que o uso do uniforme escolar oferece a todos e entenda os principais motivos dessa prática tão saudável
Uniforme escolar? Mas por quê?
Quando o assunto é usar uniforme escolar existem muitas dúvidas que podem surgir na cabeça de pais – ou responsáveis – e alunos. Existem argumentos contrários e favoráveis com relação ao seu uso, porém, nós da Escola João Beraldo acreditamos na eficiência do uso dessa vestimenta padronizada.

Muitos alunos podem em certos momentos achar o uso do uniforme uma regra desnecessária e, às vezes, um pouco chata. Mas o uso do uniforme traz vários benefícios, tanto para quem usa, como para a Escola.

O cuidado do adolescente para com ele mesmo na escola começa com o cuidado e a organização do seu uniforme. A mesma afirmativa vale para os pais, o cuidado dos pais para com a vida escolar do seu filho começa pela sua atenção pelo uniforme do filho.

Entre os benefícios que encontramos quando pensamos no uso dos uniformes, podemos listar vários tópicos, entre eles estão:

A praticidade
Quando o aluno começa a se importar mais com a sua vaidade, e o uso do uniforme impede a perca de tempo na escolha da roupa certa.

O desgaste de outras roupas
Ao usar regularmente o uniforme escolar, evitamos o desgaste de outras roupas que podem ser usadas em outras ocasiões e locais diferentes do ambiente escolar.

Bullying
Hoje em dia, escolher a “roupa errada” pode ser motivo de bullying entre os colegas de classe. Usando o uniforme, todos mesmo com suas diferenças descobrem-se iguais.

Diferencia os ambientes
Usando o uniforme, consegue-se separar claramente a diferença entre o ambiente escolar com os outros na cabeça dos adolescentes, conferindo assim responsabilidade.

Mais conforto
O uniforme por ser confeccionado com tecidos flexíveis, acaba permitindo que todos os alunos exerçam as atividades com mais conforto, principalmente quando se tratam de atividades físicas.

Segurança e disciplina
O uso do uniforme implica em disciplina com relação a todos na escola e também oferece mais segurança, podendo-se diferenciar claramente quem faz parte ou não da Escola.


Usar o uniforme escolar não se trata de uma regra em que se pensa apenas no benefício da Escola, pelo contrário, quando implantamos essa prática, pensamos em cada um dos alunos que faz parte dessa grande família que é a Escola João Beraldo.

Adote essa prática tão saudável e usufrua ilimitadamente de todos os benefícios que ela oferece a todos.

É obrigatório o uso do uniforme escolar completo no período de aulas regulares e em todas as atividades promovidas pela escola. Sandálias ou chinelos não são permitidos.


Uso do uniforme escolar e assiduidade

De acordo com as Normas Regimentais da Escola João Beraldo, é obrigatório o uso do uniforme escolar completo no período de aulas regulares e em todas as atividades promovidas pela escola.  Sandálias ou chinelos não são permitidos. 

Todos os alunos deverão comparecer à escola devidamente uniformizados. O cumprimento dessa norma inclusive é  verificado diariamente. 

A pontualidade e a assiduidade às aulas são fatores imprescindíveis para a efetivação do processo de ensino e de aprendizagem. Portanto, solicitamos aos alunos e a suas respectivas famílias que se organizem para observar e cumprir os horários de início das aulas e das demais atividades promovidas pela escola.

Situações específicas deverão ser sempre comunicadas à escola, por escrito, e devidamente justificadas pelos pais ou responsáveis legais.

Contamos com a colaboração de todos e colocamo-nos à disposição para os esclarecimentos necessários.                

Os uniformes, além de padronizar os alunos ainda trazem as cores, o nome e o símbolo da escola. Tudo de fácil identificação para quando se olhar para a peça de roupa saber de que escola o estudante é.


A escola determina o uso do uniforme escolar para os adolescentes pois é um item prático para os alunos, já que as roupas do dia a dia são caras e desgastam com facilidade. Sem contar o fato de que os adolescentes sempre buscam chamar a atenção de alguma maneira e a escola se torna um desfile de moda ao invés de um local de estudos. Usar uniforme evita situações constrangedoras, que é a escola exigir que a aluna volte para casa por estar usando roupas inadequadas ao local de estudo!

Utilizando o uniforme,  nem a escola tem do que reclamar e nem o aluno terá problemas em passar por constrangimentos!!!!

É por isso que a Escola João Beraldo estabelece que os alunos devam se vestir da mesma maneira. 


Os uniformes, além de padronizar os alunos ainda trazem as cores, o nome e o símbolo da escola. Tudo de fácil identificação para quando se olhar para a peça de roupa saber de que escola o estudante é.

Apesar de alguns alunos não gostarem muito dessa padronização e às vezes darem um jeito de mudar a vestimenta, o uniforme é importante já que evita que a sala de aula se transforme em um local multicolorido que chame a atenção pelas roupas e não pelo conteúdo. Além disso, usar o uniforme faz com que o aluno desenvolva o sentimento de que pertence e faz parte ativa de um grupo. Isso ajuda a desenvolver a parte social dos adolescentes.

O uniforme serve para igualar todas as classes sociais dentro da escola para não haver distinção entre ricos e pobres. Todos estão lá para aprender, independente da classe social, todos são iguais e é isso que os adolescentes devem aprender.

O importante Pai ou responsável é que você exija do seu ou sua filho(a) a usar corretamente o uniforme e faça com que ele compreenda a importância do uso do mesmo!
A regra foi acordada em plenária com todos os alunos, comunicada ao Conselho Tutelar desta campanha, portanto vemos esta norma como legítima porque foi decisão tomada coletivamente. Discorde, dê seus argumentos, mas respeite as regras do jogo democrático.

O uniforme é a identidade visual da sua escola e do estudante.


A logomarca da Escola João Beraldo  estampado na camiseta padroniza nossos alunos e  os distingue de outros. São todos iguais perante a Escola e está assim garantida a representação. O uniforme é a identidade visual da sua escola e do estudante.
 Ele é a cara da escola, e funciona como uma etiqueta da instituição e como ela quer ser vista pelo público externo.


O uniforme tem três funções básicas: representar a identidade da instituição, promover a segurança dos alunos fora da escola e estimular o orgulho dos estudantes pela Escola. O vestuário não é simplesmente uma imposição unilateral da escola. O uniforme não é apenas o que a escola quer que ele seja. É o resultado do que ele quer mostrar e do que os alunos querem usar. Assim, o fator de orgulho que a roupa proporciona é válido não porque a instituição é respeitada, mesmo porque os nossos estudantes tem orgulho de usá-los e está  de acordo com o gosto da maioria dos nossos estudantes.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Sind-UTE/MG entrega documento da educação aos dois candidatos que disputam o governo de Minas e cobra posicionamento sobre compromissos.

O Sind-UTE MG encaminhou, terça-feira, dia 16 de outubro, documento para Antonio Anastasia e Romeu Zema que disputam as eleições para governo do Estado.

O documento apresenta demandas estruturais na relação da categoria com o Governo do Estado tais como  o Piso Salarial, cobra dos dois candidatos posicionamento e quais compromissos assumirão com a educação.

Assim que tiver resposta, o Sindicato fará ampla divulgação para que a categoria tenha ciência do comportamento e compromissos assumidos pelos candidatos.

É importante destacar que o documento não contem todas as reivindicações da categoria. A entidade focou nas questões que são estruturadoras da rede estadual, entendendo que o posicionamento dos candidatos sobre a negociação coletiva indicará a forma como pretendem atuar nas reivindicações que são construídas pela categoria a cada ano letivo.

Confira abaixo o documento elaborado em conjunto pelas entidades sindicais com alguns pontos dos programas de governo dos candidatos ao cargo de Governador de Minas Gerais:


Confira acima o documento elaborado em conjunto pelas entidades sindicais com alguns pontos dos programas de governo dos candidatos ao cargo de Governador de Minas Gerais.

Estamos sem rumo colegas quanto aos destinos de Minas Gerais. Este é o momento de acompanharmos este importante debate.


Nesta sexta-feira (19/10), as entidades sindicais do funcionalismo público mineiro, de todos os poderes constituídos, realizam um debate entre os dois candidatos ao governo de Minas Gerais.

O evento acontece às 15 horas,  no Auditório da AFFEMG (Rua Sergipe,  893, Funcionários, BH).
Com link no face para podermos acompanhar.
Estamos sem rumo colegas quanto aos destinos de Minas Gerais. Este é o momento de acompanharmos este importante debate. De posse de mais elementos relativo à nossa situação podemos definir o nosso voto com mais SEGURANÇA. Aquele candidato que oferecer precauções de não retrocessos  às conquistas e direitos do servidor público estadual bem como sinalizar para o pagamento do Piso Nacional, estará mais  apto a receber o nosso voto. 

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Enem 2018 - Cartão de Inscrição



Avisamos a todos os nossos alunos que imprimiremos o CARTÃO DE INSCRIÇÃO de todos os nossos alunos.
Vem aí a prova do #Enem2018! Fique esperto e se prepare bem. 
Cheque as informações no cartão de inscrição. Saber onde vai fazer a sua prova evita problemas. Confira os seus dados pessoais, a língua estrangeira selecionada e se seus pedidos foram atendidos. 

domingo, 14 de outubro de 2018

Várias gerações foram formadas na escola musical de Fé e Oração do Pe. Zezinho.



Várias gerações  foram formadas na escola musical  de Fé  e oração do Pe. Zezinho.  Sua canções trazem fortes verdades e alimentaram a vida de Fé de muitos grupos de jovens, nos anos 70 e 80 em nossa Carlos Chagas.


Mencionando aqui o UPI-Unidos por Um Ideal, JUEC-Juventude Unida em Cristo e MUSA-Mocidade Unida Semeando Amor, verdadeiros espaços de convivência cristã da juventude Carlos-chaguense. Um dos grupos, mais recentemente, tentaram se reencontrar, como podemos ver em um registro de Norma:


Pe. Zézinho foi a trilha sonora de Fé da juventude da década de 70 e 80.

  As canções do Pe. Zezinho são verdadeiras pérolas divinas e sempre tiveram grande poder de influenciar a Fé e o comportamento dos jovens desta época. É perfeita esta arte que brota da espontânea inspiração poética de um Deus que se comunica com os jovens por meio do artista. É um encantamento diferente dos Padres cantores de hoje. Pe. Zezinho foi um legítimo instrumento de evangelização por meio de canções que se tornaram inesquecíveis. Um fenômeno divino da pregação do Evangelho,  imortalizado pela própria força e beleza de suas canções.  O TLC que acontecia em Teófilo Otoni, as formações na Igreja, a liturgia e toda a vida do jovem era embalado pela canções do Pe. Zezinho. A juventude cristã sabia cantar de cor e o sonho maior era poder vê-lo em um show na cidade de Teófilo Otoni. Quiséramos nós que a juventude pudesse hoje beber dessa fonte de oração e fé, o mundo seria outro. Assim como a mensagem de Jesus Cristo,   as canções de Pe. Zezinho, são sempre novas, atuais e jamais envelhecerão. Cidadão do Infinito, tem uma mensagem instigadora e superatual para o nosso momento eleitoral.  
                                    Por Deodato Gomes

Cidadão do Infinito

Padre Zezinho

Por escutar uma voz que disse
Que faltava gente pra semear
Deixei meu lar e saí sorrindo,
E assobiando pra não chorar.
Fui me alistar entre os operários
Que deixam tudo pra te levar
E fui lutar por um mundo novo,
Não tenho lar mais ganhei um povo.

Sou cidadão do infinito,
Do infinito, do infinito,
E levo a paz no meu caminho,
No meu caminho, no meu caminho.

Eu procurei semear a paz
E onde fui andando falei de Deus,
Abençoei quem fez pouco caso
E espalhou cizânia onde eu semeei.
Não aceitei condecoração
Por haver buscado um país irmão,
Vou semeando por entre o povo
E vou sonhando este mundo novo.

sábado, 13 de outubro de 2018

Superlindo: É possível imaginar um mundo sem intolerância?

Superlindo: é possível imaginar um mundo sem intolerância?


A Criança e o Preconceito

As crianças, normalmente a partir dos 2 anos, começam a perceber as características e diferenças físicas entre as pessoas e essa percepção vai se ampliando com o aumento da idade: percebem diferenças de gênero, de características físicas diversas e bem mais tarde começam a perceber diferenças mais subjetivas. 

A princípio, não há preconceito por parte das crianças. Trata-se de curiosidade ou mesmo uma atenção aumentada ao que não lhe parece comum ou ao que é diferente dela mesma, num processo complexo de construção da sua própria identidade e dos demais, enquanto seres sociais. Se uma criança interroga sobre diferenças de características físicas ou se estranha determinado biótipo, a ideia é que isso seja tratado com clareza e naturalidade. O preconceito – quando surgem falas ofensivas ou discriminatórias – deve ser coibido, e costuma ser aprendido com os mais velhos, ao exibirem essa conduta para as crianças de forma velada ou explícita. 

A responsabilidade da escola, nesse sentido, deve ser a de construir valores. Somos diferentes, cada ser humano é único, mas dentro das diferenças somos iguais enquanto seres humanos. O que temos que cuidar é para que as diferenças sejam tratadas com tranquilidade e respeito. 

Uma escola responsável deve trabalhar no sentido de que suas crianças e jovens não venham a se utilizar da sua etnia, gênero, religião ou classe social para oprimir ou prejulgar o outro. Um bom projeto pedagógico deve contemplar amplas referências socioculturais, trazendo à cena a diversidade com ênfase nos princípios de igualdade e respeito à dignidade humana. Essa é uma construção que perpassa toda a trajetória educativa e é na Educação Infantil que são plantadas as sementes.
Fonte: Via Mary Poppins

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Conheça o “Amor” - o nome da escultura do ucraniano Alexander Milov.


“A escultura ‘AMOR’ demonstra um conflito entre duas pessoas, bem como a expressão exterior e interior da natureza humana. As figuras dos protagonistas são feitas na forma de gaiolas de metal grandes. Suas naturezas interiores estão representadas sob a forma de crianças transparentes, que estão tentando reconectar-se pelas mãos através da grade. As crianças na obra  simboliza a pureza e sinceridade que une as pessoas e nos dá a chance de reconciliar quando um tempo escuro chega”. — Alexander Milov explicando sua obra para o Festival Burning Man 2015.


Alexander Milov - Artista Ucraniano

Precisamos acessar essa natureza interna para destravar os conflitos da nossa sociedade, mas primeiro devemos entender os nossos próprios, pois somos parte inseparável dela.


Sejamos novamente crianças, com sua inocência e sinceridade para nos conectarmos com o que realmente importa, que é a nossa trajetória nesse mundo e nossa conexão interpessoal.

O desentendimento, preconceito, raiva e ódio são amarras da mente que nos impedem de seguir o caminho.

Firme a sua presença no agora e transforme aos poucos a realidade que não gosta. Não tente modificar o outro antes de entender e desatar os conflitos que carrega em si próprio.


Felicidade é a maior busca humana e ela não tem nada a ver com a matéria. Tem a ver com a travessia ou o processo, muito mais do que com o destino ou a vitória. Tem a ver com pessoas e as experiências acumuladas durante todo o trajeto.

Fonte: Via Medium

Crianças da Escolinha Infantil Geralda Sirlene assistem filme na Sala de Cinema da Escola João Beraldo e proporcionaram muita alegria a todos.


Recebemos a visita das crianças da Escolinha Infantil Geralda Sirlene, que vieram assistir a um filme em nossa Sala de Cinema. Quanta energia gente! Verdadeira expressão de Deus são as crianças.  A gente lembra aqui uma frase do Livro O Pequeno Príncipe:


Lembramos aqui também o repetido preceito bíblico de Provérbio 22:6 que diz: "Ensina a Criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho, não se desviará dele" 

Quantas mães hoje choram e trazem aquela dor no seu coração por causa de seus filhos. Se culpam perguntando onde errou. O amor é inquieto e não descansa. A mãe jamais abandona um filho mesmo diante das situações mais adversas. Você que tem um pequeno vivendo uma situação de risco,  volte para si, lembre se da sua responsabilidade e dos princípio de Deus em Provérbios.  Ensine o caminho à sua criança a partir do exemplo. Nossa grande inspiração  é Maria, verdadeiro modelo de educação materna. O sim de Jesus na cruz, foi resultado do aprendizado com sua mãe e  foi o memo sim que  Maria proclamou seu ventre.



A responsabilidade pela educação da criança não deve estar sobre os ombros da escola, ela é o complemento da ação da família que tem o dever e mais que isto, o privilégio de ensinar a criança no caminho por onde está andando.

Palavras da D. Zilda Arns pronunciadas em sua última palestra junto ao povo sofrido do Haiti. O terremoto matou D. Zilda Arns; fundadora da Pastoral da Criança quando cumpria agenda de palestras naquele país em 12 de Janeiro de 2010.
“Como os pássaros, que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe dos predadores, das ameaças e dos perigos, e mais perto de Deus, devemos cuidar de nossas crianças como um bem sagrado, promover o respeito a seus direitos e protegê-las”

MÃE DO CÉU MORENA!

Mãe do céu morena
Mãe do Céu Morena
Senhora da América Latina
De olhar e caridade tão divina
De cor igual à cor de tantas raças

Virgem tão Serena
Senhora destes povos tão sofridos
Patrona dos pequenos e oprimidos
Derrama sobre nós as tuas graças

Derrama sobre os jovens tua luz
Aos pobres vem mostrar o teu Jesus
Ao mundo inteiro traz o teu amor de Mãe

Ensina quem tem tudo a partilhar
Ensina quem tem pouco a não cansar
E faz o nosso povo caminhar em paz
Virgem tão Serena
Senhora destes povos tão sofridos
Patrona dos pequenos e oprimidos
Derrama sobre nós as tuas graças

Derrama a esperança sobre nós
Ensina o povo a não calar a voz
Desperta o coração de quem não acordou

Ensina que a justiça é condição
De construir um mundo mais irmão
E faz o nosso povo, conhecer, Jesus...!


quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Os Filhos da Droga: o relato impressionante de Christiane F.

Os Filhos da Droga: o relato impressionante de Christiane F.

Droga. Um vício que não faz distinção entre cor, estrato social ou religião. Um flagelo a que ninguém fica indiferente. Uma vida de degradação envolta em mentira, sofrimento, alucinação, histeria, solidão… Tudo isto é abordado num dos livros mais míticos sobre este fenómeno. Hoje recordamos Os Filhos da Droga que conta a história singular de Christiane F. para conscientizar todos os leitores.

A curiosidade é o princípio de tudo. Experimentar porque alguém disse que as sensações são únicas e os problemas parecem desaparecer. No início não há problema, ninguém é viciado e deixa a droga se lhe apetecer. Mas as coisas não são bem assim e de um dia para o outro as suas vidas já não são as mesmas. Vivesse para saciar o vício. Arranjam-se desculpas para disfarçar o problema, mas a ansiedade e inquietação aumentam cada vez mais.

OS FILHOS DAS DROGAS: uma história verídica.


Os Filhos da Droga é um livro que retrata na perfeição o que é vivido, sentido e sofrido por um drogado. A história de quem viu na droga um escape para os seus problemas. Uma obra que só foi possível graças à coragem de uma adolescente que decidiu romper o silêncio que envolve este assunto e revelou a sua experiência.

O seu nome é Christiane F. e nasceu na Alemanha. Aos seis anos mudasse, com os pais e a irmã, do campo para a grande cidade, Berlim. Uma mudança que acabaria por ser uma tragédia na vida de Christiane e a levaria ao mundo da droga.



Este livro fala das relações familiares deformadas, da passagem da infância para a adolescência num ambiente cinzento e passivo, onde a fantasia não tem asas para voar, onde os adolescentes não são devidamente acompanhados e orientados, onde o diálogo entre os adultos praticamente não existe.

Kai Hermann e Horst Rieck, autores do livro afirmam: “Até o que esta história contém de mais excepcional se repete milhares de vezes: a penetração da heroína nas discotecas, nos lares juvenis, nas escolas; a prostituição juvenil; a miséria em determinados meios sociais, que continua até hoje escondida da consciência pública”.

Com doze anos já a sua vida tinha dado uma grande volta: os pais tinham-se divorciado, a mãe tinha um novo namorado, a irmã decidiu ir viver para a casa do pai e Christiane não tinha ninguém. Sentia-se sozinha e pouco acompanhada sobre aquilo que fazia ou deixava de fazer.

A sua maneira de vestir mudou, bem como o seu comportamento. O primeiro contacto com a droga aconteceu na Casa do Centro. “Não sabia o que era o haxixe, a não ser que era uma droga e que era rigorosamente proibida”, Christiane F. Esta hesitação não durou muito. No início, tentou ficar à parte e apenas entrava na bebida.
Contudo, no seu grupo de amigos seria difícil não ter contacto com a droga. Um grupo de adolescentes, com menos de 15 anos, que viviam a vida como adultos a um ritmo bastante acelerado. Depois do haxixe, veio o LSD, a efedrina, o Mandrax… e por fim a heroína.
Christiane chegou ao fundo do poço. Para arranjar dinheiro chegou a prostituir-se e a roubar. O caminho que percorreu não foi feito sozinho. Ao seu lado caminhava agora também Detlef, o amor da sua vida que recorria ao mesmo do que ela para ganhar dinheiro. Tentaram deixar o vício e acabaram mesmo por fazer uma cura juntos. A ilusão de que se tinham visto livres da heroína não passou disso. Na realidade pouco tempo depois já tinham voltado ao mesmo.
Mas uma nova transformação iria surgir na sua vida. Após ter sido presa, a mãe e a tia decidiram o seu futuro, Christiane ia voltar para a aldeia que a viu nascer. Um refúgio que pensavam ser o ideal, mas as drogas leves já faziam parte dele. Entretanto, Christiane já pensava de maneira diferente e o medo de que as pessoas pudessem descobrir que já foi uma drogada, assustava-a de tal forma que só pensava refugiar-se do mundo.

Com os seus novos amigos termina dizendo: “Sonhamos que talvez um dia possamos comprar a mina de cal, quando já não a explorarem mais. Construiremos nela as nossas casas rodeadas de um enorme jardim, criaremos animais e teremos ali tudo o que é necessário para a vida. Fecharemos então o único caminho que conduz até ao fundo do nosso maravilhoso vale. Nenhum de nós sentirá, alguma vez, o desejo de voltar ao mundo exterior”. Um livro a ler e reler!

Recomendamos também a leitura da nova versão deste livro mítico, onde a protagonista conta 35 anos depois como a sua vida está diferente para melhor. Chama-se Eu, Christiane F.: A vida apesar de tudo e encontra-se disponível nas melhores livrarias online.
VIA MUNDO DE LIVROS


Aqui está um famoso filme. Foi objeto de reflexão de várias gerações e  continua superatual.


terça-feira, 9 de outubro de 2018

Sicoob promove palestra sobre cooperativismo para as Escolas e Secretaria de Educação de Carlos Chagas.



 Se existem assuntos que hoje não são mais tabus perante a comunidade escolar de Carlos Chagas são: empreendedorismo e educação financeira. Isto por força de um trabalho amplamente desenvolvido junto às escolas pelo Sicoob em parceria com o Sebrae, por meio da promoção de várias capacitações que abordaram este tema. Pode se dizer que todos os professores de Carlos Chagas, receberam treinamentos nesta temática, como proposta de trabalho prático para toda a escola e para a sala de aula em particular. 

Senhora Thaís, ministrante da palestra sobre Educação Cooperativista.

Dessa vez o Sicoob apresenta mais um tema de grande relevância para a comunidade, que é   a proposta  de um Programa Educação Cooperativa. O programa foi apresentado por meio de uma palestra, ministrada pela Senhora Thais Leite, da OCEMG, junto aos Diretores de Escolas Estaduais da cidade,  ao Secretário Municipal de Educação, e à Diretora da Escola privada Cooeducar.

Em termos pedagógico o Programa propõe que a temática do Cooperativismo permeie o processo educativo  do projeto político-pedagógico de cada  Escola envolvida,  com a inserção do assunto de forma transversal, interdisciplinar e complementar aos conteúdos regularmente trabalhados. 


O Programa está ancorado principalmente no 7º princípio que norteia o cooperativismo e destaca o interesse pela Comunidade, a geração de empregos na localidade; a realização de projetos sociais  e a preservação do meio ambiente, como uma  das linhas orientadoras do trabalho com o programa educacional, através das quais as cooperativas levam seus valores à prática. 

A Thaís apresentou o conceito de cooperativismo, que de acordo com a Aliança Cooperativa Internacional, é apresentado como sendo uma associação autônoma de pessoas que se unem voluntariamente para satisfazer as aspirações econômicas, sociais e culturais comuns, por meio de uma empresa de propriedade  coletiva e democraticamente gerida.

Ainda, o Programa Educação Cooperativa, se justifica pela expectativa em relação à inserção do tema na comunidade que pode ser um indutor do desenvolvimento local, bem como pela necessidade de disseminação da doutrina cooperativista e da cultura da cooperação de forma ampla, que neste caso pode se dar partir da escola. Como Recurso Didático, o Programa apresenta:  01 kit impresso por escola e o mesmo material na forma Digital, Cartilha 5S, Pílulas do conhecimento (sugestão de textos, vídeos, músicas e livros) – meio virtual. 

Veja a Missão do Programa Educação Cooperativista, apresentado pela palestrista:
Pela sua Missão, percebe-se que  a Educação Cooperativista tem como centro de suas ações o SER HUMANO e os VALORES, decorrre daí, entre outras coisas, a grande importância de um trabalho desta natureza junto aos estudantes da nossa cidade. 

Percebeu-se que entre os gestores presentes houve grande interesse pelo tema, em função da importância e significado que pode vir a assumir a matéria perante a comunidade. Vamos aguardar a posse dos kits do Programa para que se possa pensar em um possível planejamento e inserção do tema no dia a dia das escola em  2019. Agradecemos e parabenizamos ao Sicoob por esta considerável iniciativa.

Acesse o registro das imagens da reunião. Clique aqui.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Professor, Semeador de idéias e aspirações! Vamos comemorar em grande estilo este seu dia!


A Escola João Beraldo tem o prazer de convidar todos os seus servidores para juntos comemorarmos em grande estilo um dia muito especial. 

       O seu dia!  O dia do professor!

Porque na Escola João Beraldo, todos somos professores!

Vai ter show, vai ter dança, vai ter DJ, vai ter comida, vai ter alegria!

Vai ter você?    Vai, claro!

A gente quer muito contar com sua participAÇÃO!!!


  “Os professores antes de serem especialistas em ferramentas do saber, são especialista em amor e intérpretes de sonhos.



RESULTADO DAS ELEIÇÕES 2018 PARA DEPUTADO ESTADUAL EM CARLOS CHAGAS, COM AS INDICAÇÕES DOS ELEITOS.


Legenda:
Vermelho E - Eleito

  • NEILANDO PIMENTA PODE E 24,04  2.255
  • GUSTAVO CORREA DEM 9,59% 900
  • DR JORGE ALI PSC 9,05% 849
  • DAVI COSTA DC 5,06% 475
  • MARIA ALVES PT 4,04% 379
  • CARLOS PIMENTA PDT E3,33% 312
  • GUSTAVO SANTANA PR E3,20% 300
  • LUIZ CARLOS MIRANDA SD 2,47% 232
  • DR. JEAN FREIRE PT E2,25% 211
  • ANTONIO JORGE PPS 2,24% 210
  • JOÃO LEITE PSDB E1,77% 166
  • SARGENTO RODRIGUES PTB E1,72% 161
  • LUCAS JARDIM PRTB 1,55% 145
  • CELINHO DO SINTTROCEL PCdoB E1,50% 141
  • TITO TORRES PSDB E1,18% 111
  • BEATRIZ CERQUEIRA PT E1,12% 105
  • CORONEL HENRIQUE PSL E1,08% 101
  • JORGE ARCANJO DC 1,00% 94
  • GILSON DA PADARIA PSC 0,55% 52
  • BRUNO ENGLER PSL E0,50% 47
  • CARLOS HENRIQUE PRB E0,49% 46
  • RAYDAN LOTT SD 
  • LEDA SANTIAGO PR 0,45% 42
  • CORONEL SANDRO PSL E0,43% 40
  • ENES CANDIDO MDB 0,38% 36
  • VIRGÍLIO GUIMARÃES PT E0,36% 34
  • JOÃO VITA PHS 0,35% 33
  • ZITO VIEIRA PCdoB 0,32% 30
  • DOORGAL ANDRADA PATRI E0,26% 24
  • GUSTAVO VALADARES PSDB E0,23% 22
  • PAI DO DUDA PTC 0,22% 21
  • ANDRÉ QUINTÃO PT E0,21% 20
  • CELTON MESQUITA PSL 0,18% 17
  • DANIEL CRISTIANO PCB 0,18% 17
  • CELISE LAVIOLA MDB E0,17% 16
  • EDUARDO RIBEIRO (DR. DADINHO) NOVO0,17% 16
  • MAURO TRAMONTE PRB E0,16% 15
  • MARCOS GOBIRA PT 0,16% 15
  • MAGNO PT0,15% 14
  • CLAUDIO DO MUNDO NOVO PROS0,15% 14
  • SARGENTO ILMAR FIGUEIRA PSL0,15% 14
  • LÉO PORTELA PR E0,14% 13
  • MARIA DO CARMO PT 0,13% 12
  • DR. MARCELO HERINGER PDT0,13% 12
  • CLEITINHO PPS E0,13% 12
  • JAMIR CALILI RIBEIRO PHS 0,13% 12
  • PROFESSOR IZAC PSB 0,13% 12
  • LAURA SERRANO NOVO E0,13% 12
  • MAYCON JUAN REDE 0,13% 12
  • ADEMIR LUCAS SD 0,12% 11
  • ZÉ CARLIM PCdoB 0,12% 11
  • AGNALDO SANTOS PTC 0,12% 11
  • NORALDINO JUNIOR PSC E0,12% 11
  • MARCELINO W FRANCO NOVO0,12% 11
  • LEANDRO GENARO PSD E0,12% 11
  • MARCELO MARTINS SD 0,11% 10
  • PROFESSOR MAURICIO PSL 0,11% 10
  • CLEITON OLIVEIRA DC E0,09% 8
  • PROFESSOR WENDEL MESQUITA SD E0,09% 8
  • NEIA RODRIGUES PSL 0,09% 8
  • IRAN BARBOSA MDB 0,09% 8
  • MOURÃO PSDB0,07% 7
  • DILZON MELO PTB 0,07% 7
  • ROMUALDO VIGILANTE PCdoB0,07% 7
  • DRA PATRICIA ALBERGARIA NOVO0,07% 7
  • ANA PAULA SIQUEIRA REDE E0,07% 7
  • FERNANDO D'AUTOESCOLA PATRI0,07% 7
  • GIL DUQUE DC 0,07% 7
  • ROBERTO ANDRADE PSB E0,06% 6
  • ILIDIO FERRARINHA SD 0,06% 6
  • CORONEL SCHUBERT PTC 0,06% 6
  • DÁRIO PSOL0,06% 6
  • ZÉ PEDRO DC 0,06% 6
  • JOÃO VITOR XAVIER DA ITATIAIA PSDB E0,06% 6
  • LEONARDO VITOR MBL PSC 0,06% 6
  • PATRÍCIA MELO PT 0,06% 6
  • ISAURO CALAIS MDB 0,05% 5
  • LENINHA PT E0,05% 5
  • IONE PINHEIRO DEM E0,05% 5
  • OSVALDO LOPES PHS E0,05% 5
  • DENILSON MARTINS PRTB 0,05% 5
  • SANDRA DO SALÃO PRTB 0,05% 5
  • DR. RICARDO FARIA PCdoB 0,05% 5
  • BRAULIO BRAZ PTB E0,04% 4
  • PINDUCA PODE0,04% 4
  • PROFESSOR DOUTOR ANTONIO JORGE AVA0,04% 4
  • CARLINHOS AVA0,04% 4
  • MARILIA CAMPOS PT E0,04% 4
  • ISRAEL PEREIRA PTC 0,04% 4
  • INSPETOR WILLIAN BRAGA PHS0,04% 4
  • PAULINHO COSTA PDT 0,04% 4
  • MACAE EVARISTO PT 0,04% 4
  • QUIDO PRTB0,04% 4
  • MARCIO FARIA PROS 0,04% 4
  • DRA. ARIADNA PRB 0,04% 4
  • PASTOR VALDO PSL 0,04% 4
  • MÁRIO HENRIQUE CAIXA PV E0,04% 4
  • LUCIANO COSTA PHS 0,04% 4
  • DELEGADA SHEILA PSL E0,04% 4
  • DR. ROBERTO BRITTO PSL 

RESULTADO DAS ELEIÇÕES 2018 PARA DEPUTADO FEDERAL EM CARLOS CHAGAS, COM IDICAÇÕES DOS ELEITOS E REELEITOS.

Legenda com porcentagem e quantidade de votos:

Vermelho E-Eleito
Azul RE-Reeleito
Preto-Não foi eleito


  • EUCLYDES PETTERSEN PSC E 16,62 1506
  • FABIO RAMALHO MDB RE15,08% 1.366
  • ADEMIR CAMILO MDB 13,29% 1.204
  • DR GERALDO D. AMADOR PATRI
  • BILAC PINTO DEM RE4,36% 395
  • CRISTINA CORREA PT 3,65% 331
  • LAFAYETTE ANDRADA PRB E3,59% 325
  • IGOR TIMO PODE E2,42% 219
  • VILSON DA FETAEMG PSB E2,00% 181
  • EDUARDO BARBOSA PSDB RE1,63% 148
  • ROGÉRIO CORREIA PT E1,58% 143
  • AÉCIO NEVES PSDB E1,38% 125
  • HERCÍLIO COELHO DINIZ MDB E1,36% 123
  • FERNANDO BORJA AVA 1,25% 113
  • WADSON RIBEIRO PCdoB 1,17% 106
  • ALEMÃO DO SUCATÃO PSL 0,98% 89
  • DR. JOMAR GAVIÃO PT 
  • JOSÉ SANTANA PR 0,72% 65
  • DELEGADO JEFERSON BOTELHO PSDB0,71% 64
  • EROS BIONDINI PROS RE0,65% 59
  • PATRUS ANANIAS PT RE0,63% 57
  • DEDEU BATERIAS PSD 0,59% 53
  • DR RAMON MOREIRA AVA 0,57% 52
  • GILMAR MACHADO PT 0,57% 52
  • CABO COELHO PTB 0,57% 52
  • LEONARDO MONTEIRO PT RE0,54% 49
  • JACQUELINE VERDE PODE 0,54% 49
  • SUBTENENTE GONZAGA PDT RE0,50% 45
  • DELEGADO ROGÉRIO PSL 0,47% 43
  • GILBERTO ABRAMO PRB E0,45% 41
  • AUREA CAROLINA PSOL E0,43% 39
  • PEDRO LEITÃO PV 0,42% 38
  • ZÉ SILVA SD RE0,41% 37
  • FRED COSTA PATRI E0,41% 37
  • CABO JUNIO AMARAL PSL E0,41% 37
  • ROQUE SALDANHA PRTB 0,40% 36
  • ANDRE JANONES AVA E0,40% 36
  • MARCELO ALVARO ANTONIO PSL RE0,36% 33
  • BRUNO JÚLIO PHS 0,36% 33
  • FERNANDO ROLLA AVA 0,29% 26
  • PASTOR FÁBIO LIMA PTB 
  • PADRE JOÃO PT RE0,28% 25
  • BERENICE DA SILVA PT 0,26% 24
  • ALÊ SILVA PSL E0,25% 23
  • DR. MÁRIO HERINGER PDT RE0,24% 22
  • SANDRA SILVA QUILOMBOLA PSOL0,23% 21
  • FERNANDO DA FEDERAL PCB0,22% 20
  • REGINALDO LOPES PT RE0,21% 19
  • LUCAS GARCIA PHS 0,21% 19
  • GEORGE HILTON PSC 0,20% 18
  • JÂNULA VIEIRA PCdoB 0,19% 17
  • EDUARDO TERTULIANO AVA 0,19% 17
  • NILMARIO MIRANDA PT 0,18% 16
  • STEFANO AGUIAR PSD RE0,15% 14
  • DIEGO ANDRADE PSD RE0,15% 14
  • ADELMO LEÃO PT 0,14% 13
  • PROF. CARLOS LINDOMAR PSL0,14% 13
  • TIAGO MITRAUD NOVO E0,14% 13
  • GENERAL MARIO ARAUJO PSL0,13% 12
  • CASSINHA CARVALHO PSB 0,13% 12
  • JUAREZ TAVARES DC 0,13% 12
  • RODINEI FERREIRA REDE 0,13% 12
  • PRETO DA TAQUARA PTB 0,13% 12
  • FABRICIA ABREU NOVO 0,12% 11
  • LINCOLN PORTELA PR RE0,11% 10
  • AELTON FREITAS PR 0,11% 10
  • JOSÉ DAMASCO PSL 0,11% 10
  • PAULO GUEDES PT E0,11% 10
  • DR. BERNARDO RAMOS NOVO0,11% 10
  • CHARLLES EVANGELISTA PSL E0,11% 10
  • EMANOEL SADY PSL 0,10% 9
  • DUILIO DE CASTRO PATRI 0,10% 9
  • JOSE CARLOS GOMES AVA 0,10% 9
  • DR WAGNER PADUA AVA 0,10% 9
  • DELEGADO MARCELO FREITAS PSL E0,10% 9
  • FLÁVIA RITA PMB 0,10% 9
  • DRª LIVIA MURTA NOVO 0,10% 9
  • BISPO DA SAÚDE PP 0,09% 8
  • JULIO DELGADO PSB RE0,09% 8
  • PROFESSOR WILLIAN BARCELOS PTB0,09% 8
  • JEFERSON VASQUEZ PSB 0,09% 8
  • WALTER TOSTA PR 0,08% 7
  • JÉSUS LIMA PT 0,08% 7
  • SABRINA BRAUN PT 0,08% 7
  • MAURO LOPES MDB RE0,07% 6
  • MARCUS PESTANA PSDB 0,07% 6
  • MÁRIO DE ASSIS PSDB 0,07% 6
  • RONALDO ROCHA PRTB 0,07% 6
  • DR CARLOS EDUARDO NOVO0,07% 6
  • DIMAS FABIANO PP RE0,07% 6
  • LEONARDO QUINTÃO MDB 0,07% 6
  • CIÇA PT0,07% 6
  • XAVIER BRANDÃO PSC 0,06% 5
  • CARLOS MELLES DEM  0,06% 5
  • MARCELO VIEGAS PSC 0,06% 5
  • ANTÔNIO CARLOS CANTOR DEM0,06% 5
  • MANOEL VESPUCIO PT 0,06% 5
  • DR RICARDO SOS AIDS DC 0,06% 5
  • PROMOTOR RÔMULO FERRAZ PV0,06% 5
  • DR. JOÃO DOMINGOS PSB 0,06% 5