domingo, 25 de setembro de 2016

O JOVEM E O ENSINO MÉDIO: SONHOS E DESAFIOS DE UMA BOA ESCOLA. - Clique na imagem e acesse a Medida Provisória 746 de 22-09-16 que trata das mudanças no Ensino Médio.

O JOVEM E O ENSINO MÉDIO: SONHOS E DESAFIOS DE UMA BOA ESCOLA.
Deodato Gomes Costa
O caso de qualquer escola brasileira de Ensino Médio tomada isoladamente é emblemático e mostra um pouco o retrato de todas as escolas de Ensino Médio do Brasil. Altas taxas de reprovação, de abandono e um IDEB muito abaixo das metas preconizadas pelo MEC. Mesmo quando a escola é contemplada com uma política pública que visa a melhoria do processo de ensino buscando oportunizar inovações na equipe e mudar os índices negativos, o resultado do investimento não passa de simplesmente dotar a escola de equipamentos e recursos materiais, sem atender  o objetivo central da política que é o de  elevar o IDEB e reduzir as altas taxas negativas. Não é à toa que existe mais de 1,5 milhão de jovens fora da escola. O censo escolar de 2015, que chega a apresentar 16% da população desta faixa etária como um número alimentados cada vez mais por um processo de abandono escolar. O problema é que o quadro não se reverte, constituindo uma vergonha nacional. É triste demais ver legiões inteiras de jovens abandonados à sua própria sorte.  Estes são os verdadeiros analfabetos funcionais, sem condições de uma leitura de mundo, do seu tempo e de sua história.  Um grupo em que escola pouca atração exerce sobre os mesmos, em consequência  muitos partem para o mundo da criminalidade e das drogas. Há escolas públicas de sucesso que conseguem êxito no seu trabalho, muito pela atuação dos profissionais docentes que são responsáveis e buscam implementar inovações proporcionando algum triunfo  e menos por projetos e políticas governamentais. Quando na Escola há mobilização muito grande por parte dos professores envolvidos, visando à interdisciplinaridade de um projeto, tornando-o mais apropriado e interessante aos olhos dos educandos, tem se toda a chance de dar certo. Desde a coordenação de uma equipe como um todo até chegar ao aluno, com o envolvimento e compromisso da equipe, o sucesso de cada jovem pode se tornar real. O Ensino Médio no Brasil na opinião de todos, é péssimo e isto reflete principalmente nos índices de proficiências alcançados pelos alunos nas avaliações externas. As redes de ensino precisam se estruturar para acompanhar a implementação das políticas públicas, desde os órgãos centrais que precisam buscar o feedback dos resultados e impactos provocados, até o monitoramento de todas as fases, e aí, cada nível gestão tem seu papel específico no processo de acompanhamento. Um ponto importante deste conjunto de ações, são os momentos de avaliação desde sua concretização em sala de aula até os comitês que se formam a nível central, visando corrigir os desvios e acertar os caminhos. Uma política pública muitas vezes não dá certo porque os responsáveis por levar à prática as propostas ficam foram da construção da mesma, gerando pouca adesão na implementação. É o que está acontecendo neste momento com a Medida Provisória do governo federal que se pretende a mudança do Ensino Médio. Fomos surpreendidos com a mesma que se propõe a enfrentar toda a problemática das Escolas de Ensino Médio, mas pelo que se vê, como já amplamente colocado por muitos especialistas, esta vem de forma autoritária sem uma conversa com a comunidade educacional, e por isso mesmo com poucas chances de obter êxito. Pelo que se sabe uma Medida Provisória já começa valendo, apesar de ter que se passar pelo legislativo. Não se consegue a adesão dos professores para esta reforma estando eles fora da construção da mesma. Esta que é uma questão central. Segundo o que sabemos Medida Provisória foi um recurso muito utilizado pela ditadura militar para imposição de certas políticas e agora vê-se que quer mudar um nível de ensino de forma tão arbitrária e impositiva. Da forma como está sendo implementada estas mudanças sem levar em conta toda a discussão feita ao longo destes anos e que estão acumuladas tanto no PNE, quanto na Base, não lograrão efeito. Daniel Cara, representante da Campanha Nacional pelo Direito à Educação alerta que:  "Apesar de dizer que considera o Plano Nacional de Educação (PNE) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a MP é totalmente dissonante das discussões atuais sobre o Ensino Médio. Discorda dos debates da Conferência Nacional de Educação e das melhores pesquisas sobre essa etapa feitas aqui e no mundo, que dizem basicamente que uma reforma do ensino médio feita sem envolver alunos e professores tem enormes chances de dar errado.”  Pela Meta 6 do PNE, deve se oferecer a educação em tempo integral, que consta na proposta da MP, com o encaminhamento de diversas estratégias de implementação da mesma. Pela Medida Provisória a Educação Integral deverá acontecer no Ensino Médio aumentando para 7 horas diárias o tempo de permanência do jovem na escola, mas para isto é preciso fazer uma verdadeira revolução na rede física das escolas com instalação de quadras poliesportivos, laboratórios, bibliotecas, auditórios, refeitórios e banheiros de excelentes qualidades, questão que sem implementar a meta 20 do PNE, que é de ampliação do investimento em educação, não tem como tornar real.  Daniel Cara critica também a Medida Provisória no que diz respeito aos investimentos no Ensino Médio Integral quando diz que "liberaliza demais a distribuição de recursos para a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio Integral. A transferência de recursos financeiros prevista para esse fim será efetivada automaticamente pelo FNDE, dispensada a celebração de convênio, acordo, contrato ou instrumento congênere, mediante depósitos em conta corrente específica. Segundo o mesmo, o texto constitui "(...) é um castelo de areia com dois problemas: primeiro, abre espaço para malfeitos com recursos do FNDE - que perde mecanismos de controle, segundo, tornar integral o ensino médio, com mudanças apenas no percurso do estudante tende a ser contraproducente." A flexibilização do currículo, quando tira a obrigatoriedade da Educação Física, é questionável, primeiro pelo fato de ser uma disciplina atrativa. Atletas olímpicos surgem e morrem é na escola mesmo pelo fato de muitos jovens não encontrarem apoio para desenvolverem seus talentos e se tornarem atletas de alto rendimento. Quanto a filosofia e sociologia, a última vez que tiraram estas disciplinas da grade curricular, foi na ditadura militar, estas são palavras de um jovem na rede e não necessitam de nenhum comentário.
PORTAL VERMELHO. Entrevista com Daniel Cara http://www.vermelho.org.br/noticia/287137-8> Acesso em 24.Set.2016.
VEJA.COM Mais de 1 milhão de jovens de 15 a 17 anos estão fora da escola, segundo Censo Escolar 2015. http://veja.abril.com.br/educacao/mais-de-1-milhao-de-jovens-de-15-a-17-anos-estao-fora-da-escola-segundo-censo-escolar-2015/ Acesso 24. set. 2016
VALIAÇÕES FINAIS SOBRE O PNE 2001-2010 E PRELIMINARES PNE 2014-2024. SOUZA, Donaldo Bello. 2014
BRASIL. Lei n.13005, de 25 de Junhode 2014. Aprova Plano Nacional de Educação. -PNE e dá outras provid~encias. Diários Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 26 jun.2014
ESTUDO DA IMPLEMENTAÇÃO E DA OPERACIONALIZAÇÃO DO PROGRAMA ENSINO MÉDIO INOVADOR EM TRÊS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS/AM. Alcântara. Hadaquel da Silva. Mattos, Leonardo augusto Felipe de. Júnior, Lourival Batista Oliveira.Sem data.

PROEMI - Ensino Médio Inovador.Exemplo. Experiência de Implantação do ProEMi em Afonso Claudio. Acesso.24.set.2016
Clique na imagem para acessar a Medida Provisória.


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA DA UFJF.


Estão abertas as inscrições para o Processo de Seletivo para os Cursos de Graduação a Distância da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). São oferecidas 1225 vagas para cinco cursos de graduação a distância: Licenciatura em Computação, Licenciatura em Educação Física, Licenciatura em Física, Licenciatura em Matemática e Licenciatura em Pedagogia, em 16 polos de apoio presencial da Universidade Aberta do Brasil (UAB) – Araxá, Barroso, Boa Esperança, Cataguases, Conselheiro Lafaiete, Coromandel, Durandé, Governador Valadares, Ipanema, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Lavras, Salinas, Sete Lagoas, Timóteo e Ubá. Os cursos e vagas, no entanto, variam conforme o polo.
Os interessados poderão optar por duas modalidades de ingresso: (a) Processo Seletivo Específico de Provas, para o qual concorre a proporção de 70% (setenta por cento) do total das vagas, ou (b) Aproveitamento da pontuação obtida em uma das duas mais recentes edições do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), para o qual concorre a proporção de 30% (trinta por cento) do total das vagas.
De acordo com o edital, o candidato concorre apenas a uma vaga destinada ao curso e ao polo para o qual originariamente tenha se cadastrado. Além disso, 50% (cinquenta por cento) das vagas ficam reservadas, em cada um dos cursos e em cada um dos polos, para os egressos de escolas públicas.
O exame será aplicado, no dia 16 de outubro de 2016, nas cidades de Governador Valadares, Juiz de Fora, Lavras e Sete Lagoas. As provas serão realizadas em um único dia, nos horários de 9 às 12 horas (primeira prova presencial) e de 14 às 18 horas (segunda prova presencial), exclusivamente na cidade para a qual o interessado se inscrever, em locais a serem divulgados em seu comprovante definitivo de inscrição, que será obtido, exclusivamente, pela Internet.
A isenção da taxa de inscrição no processo de seleção para ingresso nos cursos de graduação a distância 2016 poderá ser solicitada no ato do cadastramento online da inscrição, do dia 5 de setembro de 2016 e até somente o dia 16 de setembro de 2016, no

Inscrições
Os candidatos poderão se inscrever das 15h do dia 05 de setembro às 15h do dia 26 de setembro, somente on-line no site da COPESE
No período de cadastramento da inscrição, o candidato deve ler atentamente as instruções e preencher o formulário, com seus dados completos e enviá-los eletronicamente. Em seguida, deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) correspondente à taxa de inscrição, no valor de R$ 75,00 e efetuar o pagamento da taxa de inscrição dentro do prazo definido pelo Edital.
A isenção da taxa de inscrição no processo de seleção para ingresso nos cursos de graduação a distância 2016 poderá ser solicitada no ato do cadastramento online da inscrição, do dia 5 de setembro de 2016 e até somente o dia 16 de setembro de 2016, no site da COPESE.
O comprovante definitivo de inscrição deve ser impresso a partir das 15 horas do dia 10 de outubro de 2016 e até a véspera das provas (até o dia 15 de outubro de 2016), no site da COPESE.
Resultado
O gabarito das provas objetivas do processo seletivo específico será divulgado no dia 16 de outubro de 2016, uma hora após o término das provas, no site da COPESE. Já a nota da redação será divulgada no dia 03 de novembro de 2016, a partir das 15 horas.
O resultado final do Processo de Seleção para Ingresso nos Cursos de Graduação a Distância 2016 será divulgado no dia 16 de novembro de 2016, a partir das 15 horas, no site da COPESE.

Outras informações: (32) 2102-3738 / 2102-3755 – 



Fonte: Centro de Educação a distância da Universidade Federal de Juiz de Fora-Replicado da página da Secretaria de Estado da Educação.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

A Coordenação de Processos Seletivos (Copese) da UFVJM prorroga a data limite para o pagamento da taxa de inscrição da Sasi para o dia 22 de setembro.


          A Coordenação de Processos Seletivos (Copese) da UFVJM prorroga a data limite para o pagamento da taxa de inscrição da Sasi para o dia 22 de setembro, em razão da falta de energia elétrica no Campus JK nos dias 15 e 16 de setembro, que ocasionou a interrupção no serviço do Portal da UFVJM e impossibilitou a impressão do boleto.
Você pode gerar um novo boleto com a data de pagamento atualizada no link abaixo:

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

ABANDONOU OS ESTUDOS E QUER RETORNAR EM 2017?


O jovem que deixou de estudar e quer retornar aos estudos tem uma oportunidade de programar a sua volta às salas de aula em 2017. Para atender ao chamado para o retorno aos estudos, pedimos comparecer na Escola João Beraldo. Pedimos a toda a comunidade que participe desta grande mobilização para trazer o adolescente de volta à escola. Estamos ao mesmo tempo buscando entender as causas da evasão escolar dos jovens bem como  que condições uma escola deve ter para que seja mais atrativa e conectada à realidade da juventude. 

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

O dia da Virada Educação, este grande movimento de reflexão sobre a educação, se aproxima e este ano aproveitando o contexto das Eleições Municipais estamos organizando uma grande Roda de Conversa com a temática da nossa cidade. O trabalho foi montado, discutido e aprovado na nossa última Reunião Pedagógica. Combinado que não mencionaremos nomes de candidatos e nos ateremos apenas nas problemáticas da nossa querida Carlos Chagas.

O próximo sábado (17/09) será de muita interação em nossa escola. Neste dia dedicado à VIRADA EDUCAÇÃO, vamos abrir as portas da nossa escola para discutirmos numa grande RODA DE CONVERSA o tema: A cidade que temos e a cidade que queremos, além de apresentarmos para a comunidade presente as ações e projetos que desenvolvemos. Tendo a cidade como eixo temático podemos conversar também sobre: gestão democrática e participação juvenil, comunicação, novas mídias, linguagens e tecnologia, diversidade, inclusão e ações afirmativas. É uma boa oportunidade para conversarmos: alunos, pais e professores. Vamos também fazer o lançamento da Campanha VEM - 2016, que fará o chamamento aos jovens em situação de evasão escolar, para que retomem seus estudos, em 2017.  



quarta-feira, 7 de setembro de 2016

"Viva a independência e a separação do Brasil. Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro promover a liberdade do Brasil. Independência ou Morte!". (D. Pedro I em 7 de setembro de 1822, às margens do riacho do Ipiranga)



História da Independência do Brasil
A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.
Causas:
- Vontade de grande parte da elite política brasileira em conquistar a autonomia política;
- Desgaste do sistema de controle econômico, com restrições e altos impostos, exercido pela Coroa Portuguesa no Brasil;
- Tentativa da Coroa Portuguesa em recolonizar o Brasil.
Dia do Fico
- D. Pedro não acatou as determinações feitas pela Coroa Portuguesa que exigia seu retorno para Portugal. Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro negou ao chamado e afirmou que ficaria no Brasil.
Medidas pré independência:
Logo após o Dia do Fico, D. Pedro I tomou várias medidas com o objetivo de preparar o país para o processo de independência:
- Organização da Marinha de Guerra
- Convocou uma Assembleia Constituinte;
- Determinou o retornou das tropas portuguesas;
- Exigiu que todas as medidas tomadas pela Coroa Portuguesa deveriam, antes de entrar em vigor no Brasil, ter a aprovação de D. Pedro.
- Visitou São Paulo e Minas Gerais para acalmar os ânimos, principalmente entre a população, que estavam exaltados em várias regiões.
A Proclamação da Independência
Ao viajar de Santos para São Paulo, D. Pedro recebeu uma carta da Coroa Portuguesa que exigia seu retorno imediato para Portugal e anulava a Constituinte. Diante desta situação, D. Pedro deu seu famoso grito, as margens do riacho Ipiranga: “Independência ou Morte!”
Pós Independência
- D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil em dezembro de 1822;
- Portugal reconheceu a independência, exigindo uma indenização de 2 milhões de libras esterlinas;

- Em algumas regiões do Brasil, principalmente no Nordeste, ocorreram revoltas, comandadas por portugueses, contrárias à independência do Brasil. Estas manifestações foram duramente reprimidas pelas tropas imperiais.  

domingo, 4 de setembro de 2016

É Caetano transformando o tempo em poesia! Posto aqui uma canção em homenagem a ANA VITÓRIA minha irmã que completa hoje 60 anos. É uma preciosidade de Caetano na voz de Maria Gadú é arte, é perfeita, é linda demais!Oração ao tempo!



É Caetano tranformando o tempo em poesia! Sem palavras. Interprete você mesmo cada verso desta Canção e descubra esta beleza. "Senhor tão bonito quanto a cara do meu filho" Como você vê este verso?  "Compositor de destinos" Verso que Caetano faz a metáfora com sua arte, simplesmente linda esta canção!...

PARABÉNS ANA VITÓRIA PELOS SEUS 60 ANOS! QUE DEUS DERRAME TODAS AS BENÇÃOS E GRAÇA SOBRE SUA VIDA!


Recebemos em nossa escola os Diretores do SICOOB: Sr. Valdeí Barbosa, o Sr. Mafran e a funcionária Marília. Eles vieram fazer a entrega dos cofrinhos do Projeto de EDUCAÇÃO FINANCEIRA NA ESCOLA JOÃO BERALDO



A Escola promovendo hábitos alimentares saudáveis - Horta na Escola.

O manual “A Escola promovendo hábitos alimentares saudáveis”, feito por pesquisadoras da Universidade de Brasília, traz o passo-a-passo para a introdução de uma horta às atividades escolares. As instruções e aplicações são eficientes para qualquer tipo de instituição e podem ser aplicadas com alunos das mais diversas idades. A primeira preocupação de projetos que inserem as hortas em escolas é promover a alimentação saudável, vinculando isso à educação e aos novos hábitos. Ao mesclar a prática do cultivo de alimentos com conteúdo trabalhados em sala de aula, os alunos podem aprender novos conceitos de forma lúdica e prática, reforçando o conhecimento teórico adquirido e fazendo a ligação entre os livros e a vida real. Segundo o manual, “a horta pode ser um laboratório vivo para diferentes atividades didáticas”, que ainda trazem outras vantagens à comunidade.

Acesse o manual de HORTA NA ESCOLA aqui:http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/horta.pdf

A Horta Orgânica - Construir uma horta é uma tarefa complexa que se realiza em varios passos. Não é difícil, mas requer atenção, cuidado e muita paciencia. Como se planeja? Que é conveniente semear primeiro? Encontra as respostas nessa aula inicial do curso e conheça os prinClique na imagem cípios da agricultura orgânica.

Clique na imagem para acessar as videoaulas.
Já pensou em fazer sua refeição usando vários ingredientes da sua própria horta? Essa sensação é muito boa e você deveria experimentar. Então que tal começar a preparar a sua hortinha? Esse assunto é abordado em 10 video aulas, com a duração de 30 minutos cada uma, com várias dicas interessantes. Veja os temas das aulas.
 Aula 1 – A Horta Orgânica;
 Aula 2 – Composição do Solo e Adubos;
Aula 3 – O Plantio (Primeira parte);

 Aula 4 – O Plantio (Segunda parte);
Aula 5 – As culturas;
 Aula 6 – A Horta em Vasos;
 Aula 7 – Controle de pragas e doenças (Primeira parte);
 Aula 8 – Controle de Pragas e Enfermidades (segunda parte);
 Aula 9 – Cuidados e manutenção de uma horta orgânica;
 Aula 10 – A Colheita.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CONCURSO PÚBLICO DE CARLOS CHAGAS. Começou dia 22 de Agosto e se estende até 21 de Setembro. Acesse a página da inscrição clicando na imagem abaixo.

Estão abertas as inscrições para o Concurso Público para a Prefeitura Municipal de Carlos Chagas. Vai de 22 de Agosto a 21 de Setembro. Para realizar sua inscrição é só clicar na imagem para acessar a página da inscrição.


Acesse a página do concurso. Clique na imagem acima ou aqui.https://www.gestaodeconcursos.com.br/site/login/Login.aspx?ReturnUrl=~/candidato/Inscricao.aspx%3FCodConcurso=1147

domingo, 21 de agosto de 2016

ESCOLA JOÃO BERALDO REALIZA 1ª FEIRA DE CIÊNCIAS com grande presença da comunidade.


O trabalho foi grandioso. Um grande público marcou presença na quadra do Clube Carlos Chagas. Sabe-se que a grandeza de um trabalho está nos seus detalhes, no esforço empreendido por todos, no planejamento,  no companheirismo, no tempo e na alegria dispensada na realização do mesmo, mas sobretudo está na dedicação, no carinho e no amor com que tudo foi conduzido e construído. Todo o cansaço se sublima em satisfação diante da grandeza da vontade dos profissionais e alunos que querem ver algo acontecer e dos resultados de conhecimentos gerados pela nossa Feira. ´Foi a força educativa, foi também muito compromisso com o planejamento em querer ver, ouvir e sentir seus alunos. O professor, que arquitetou com suas próprias mãos o ensino, e o protagonismo adolescente  nesta maratona educativa, pode ver brilhar aquele que aprende, ensinar o que aprendeu. A aula não foi no quadrado da sala, espaço desgastado pela existência de um modelo de escola do século XIX que insiste em persistir em pleno século XXI,  ganhou contornos de ciência e voou para outras dimensões do tempo e do espaço. Ensinou-se o próprio experimento e aprendeu a lição com a experiência do outro, é a metodologia do diálogo e do aprender juntos. Assim a Feira só foi aprendizagem. Temos certeza que nenhum aluno será mais o mesmo depois de todos os momentos vividos  nestas águas da alfabetização científica. Como brilhou os olhos de professores quando viram seus alunos falantes e explicativos!  A cultura, a arte das canções da MPB, cantadas por Addaê, Lucian Gustavo, Edson da comunidade Quilombola encheu de contornos delicados e sentimentos de futuro, todos os acontecimentos  da Feira, afinal o jovem sempre projeta para além, para o que ainda está por vir.  O desfile de Cães, fez festa em nosso olhar com tamanha beleza  e pompa dos animais. Por meio de seu poemas e em espírito,  Jane se fez presente em toda sua sensibilidade e singeleza de Canarins: um poema tão sensível quanto quem o criou.  Uma justa homenagem expressada pelo talento de Igor Coutinho e  Juliana que declamaram:(...)  "pardais, bem-te-vis, sempre vêm aqui... e quantos outros trinares cochilam nos ninhos dos arbustos desta escola." (...) Nossa gratidão a todos os familiares presentes: D.Delcídia, Cecília e Gibran.  Obrigado professor, alunos, pais e todas as pessoas de bem que acreditam na educação. Só a educação pública pode abrir caminhos para crianças, adolescentes, jovens e adultos. Só a educação pública é capaz de transformar nossa cidade no melhor lugar de se viver. E todos os cidadãos, todos mesmo, tem responsabilidade pela educação das novas gerações. Confiram todas as fotos no link abaixo:
https://goo.gl/photos/v1p9VyGSvPLWcov67


quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Professores e Professoras, continuam disponíveis no PAAE as ferramentas que são verdadeiros recursos de aprendizagem. Podem ser inclusive usadas continuamente. Confira:

Ferramentas que continuam disponíveis e podem ser inclusive utilizadas como recurso de aprendizagem, para os alunos:
                                  É só acessar o PAAE com usuário e senha. Caso não seja usuário, é fácil se cadastrar pelo link http://paae.institutoavaliar.org.br/sistema_ava_v3/default.aspx?id_objeto=23967&id_pai=23967&area=AREA