CAMPANHA CONTRA O BULLYING

domingo, 13 de outubro de 2019

ESCOLA JOÃO BERALDO EM DOCUMENTÁRIO


Documentário sobre a Escola João Beraldo é filme não ficcional onde se buscou um compromisso em apresentar a realidade atual e um pouco da trajetória histórica desta escola que tem uma existência paralela à história da cidade de Carlos Chagas, com apenas 8 anos de diferença. Os professores pararam na última quinta feira para assistirem a esta produção artística que está sendo lançada agora.

sábado, 12 de outubro de 2019

Fernanda compartilha com todos no dia da Festa do Professor, emoção da v...



Todos nós nos emocionamos com o testemunho da visita de Fernanda ao professor Adriano. Querido Adriano, neste momento em que a Escola está reunida para celebrar o Dia do Professor  não esquecemos de você. Foi emocionante o nosso encontro com Fernanda depois que ela te visitou em Belo Horizonte. Estamos firmes na  certeza que esse estado em que você se encontra será breve, pois com toda a sua força e coragem, facilmente superará esse desafio.
Adriano nunca perca a esperança e a fé. A sua determinação e a sua energia sempre foram uma inspiração e um orgulho. Apoie-se nas coisas boas  e naqueles que, como nós, amam você e tudo farão pelo seu bem.
                       Família João Beraldo

Uma noite especial para eles, nossos professores! Deus abençoe cada um deles que aprendeu a escutar os sonhos adolescentes de seus alunos e a desafiá-los a alcançar mais.

Clique na foto para acessar todas as imagens desta noite prá lá de especial.
Uma noite mais que especial em homenagem a eles,  esse ser exclusivo de importância absoluta e ilimitada que é o professor. 
Muita conversa, cumplicidade, abraço, carinho entre eles que encontrou esse tempinho para descontrair e ser feliz no seu próprio espaço de trabalho. Foi muito bom juntarmos e podermos compartilhar essa existência profissional entre colegas tão especiais navegantes desse barco da educação, que ficou iluminado da alegria de todos.
Quando o amor se faz tão forte em uma profissão, não são apenas as estrelas que iluminam a noite nas tempestades, são os sorrisos e a luz  lançados de cada colega, que se tornam faróis que  tomam formas de sonhos e nos restabelece nas tormentas.
É mister continuar a ser embalados pelos sonhos que a noite memoriosa nos trouxe. A terapia nos apontou o caminho: a maior das nossas realizações é passar a vida fazendo o que importa. Educar é importante.
Sigamos nos afirmando neste ofício de amar e de viver  sonhos incrustado no coração desta profissão que acredita na capacidade de um ser humano melhor,  modelado diretamente pela mãos da educação.  
                               por Deodato Gomes

domingo, 6 de outubro de 2019

Homília do Papa Francisco na Basílica de São Pedro, durante a Missa de abertura do Sínodo dos Bispos para a Amazônia.“Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”.



Na homília do Papa Francisco na Basílica de São Pedro, durante a Missa de abertura do Sínodo dos Bispos para a Amazônia, ele pregou: "O fogo aplicado pelos interesses que destroem, como o que devastou recentemente a Amazônia, não é o do Evangelho", São os  "novos colonialismos" que "querem avançar apenas suas próprias ideias e queimar o diferente para padronizar tudo e todos ", alertou.
"Quantas vezes o dom de Deus não foi oferecido, mas imposto, quantas vezes houve colonização em vez de evangelização"
"Deus nos proteja da ganância dos novos colonialismos".
“Muitos irmãos e irmãs na Amazônia carregam cruzes pesadas e aguardam pela consolação libertadora do Evangelho, pela carícia de amor da Igreja. Por eles, com eles, caminhemos juntos”, disse o Papa Francisco.
O Papa Francisco é hoje, na nossa opinião,  a única liderança mundial que tem sensibilidade para compreender profundamente os dilemas que a humanidade vive hoje.
FONTE: Vatican News

Eleições para Conselho Tutelar acontecem neste domingo em Carlos Chagas na Escola João Beraldo. Importante demais comparecer para votar.



 Carlos Chagas realiza hoje,  domingo (06), eleições para escolher os novos membros dos Conselhos Tutelares pelos próximos quatro anos. O órgão é responsável por zelar pelos direitos da criança e do adolescente e foi criado pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). É necessário levar o titulo de eleitor e um documento com foto.  Podemos votar  das 8h às 17h deste domingo. 

 O que faz o conselheiro tutelar

 Segundo determina o ECA, um conselheiro tutelar é responsável por aplicar medidas de proteção dos direitos da criança e do adolescente. É sua função orientar também os pais ou responsáveis, além disso deve acompanhar casos de denúncia de abuso ou situações de risco contra a criança ou o adolescente, como casos de violência física, sexual ou emocional.
É por demais importante a presença do Conselho Tutelar, não podemos deixar de votar.

sábado, 5 de outubro de 2019

Rubel - Ontem Ao Luar - Uma verdadeira pérola de Catulo da Paixão Cearense em nova interpretação.



Podemos dizer que esta canção é um jóia preciosa da canção brasileira. É linda demais este tesouro do Catulo da Paixão Cearense que está na memória da poética brasileira. A letra de Ontem ao Luar escrita pelo poeta e músico Catulo da Paixão Cearense, e melodia do flautista e compositor carioca Pedro de Alcântara de 1907 é simplesmente uma verdadeira obra de arte. Quando a gente dá uma passada pelo vocabulário que Catulo utilizou para expressar sua poética encontramos: nívea lágrima, taful, silente, dulçor, amaríssimo travor, todas palavras bem diferentes e desconhecidas para o nosso contexto atual. Esta canção realmente tem beleza raríssima comprovada pelas tantas gravações, que encontrei na rede. Desde 1930 ela foi gravada e regravada por: Vicente Celestino, Paulo Tapajós, Altemar Dutra, Fafá de Belém, Marisa Monte e agora a esta vestimenta nova bem intimista que Rubel conferiu a esta canção que virou tema de Carlos e Inês na novela Éramos Seis.

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

A fachada da Escola João Beraldo ganha uma identidade visual com a instalação de uma placa luminosa na entrada. A placa tem a logo da Escola e a descrição: O futuro se faz no presente!...Confira!


A Escola conta agora em sua fachada com uma placa luminosa que dá uma nova imagem à entrada da Escola. Nos orgulhamos desta ação que reforça mais ainda a identidade visual da Escola João Beraldo, perante a comunidade educacional. A logomarca da Escola é histórica e foram muito criativos e visionários seus criadores, pois já naquela época em que foi concebida apresentava uma visão bem avançada para seu tempo. Na Placa luminosa assentada na fachada da Escola está em destaque  a logomarca formada pelo globo, em que mostra a ideia de globalização. O globo está sob um capelo, simbolizando a formação, o saber, o conhecimento escolar. O globo  se encontra sobre um livro que tem ao lado uma pena. O livro são todas as histórias de sucesso materializadas na vida de tantas pessoas que por esta casa de educação passaram, e a pena de nanquim significa o registro das histórias e ainda aquelas que ainda estão sendo escrita, de acordo com uma livre interpretação.
Agradecemos a Fernanda Lopes, empresária de sucesso da nossa cidade, proprietária da Fernanda Show Room que nos doou esta placa que só reforça os nossos vínculos de convivência e nossa identidade visual com a Escola João Beraldo. 

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Escola João Beraldo premia estudantes em concurso de frases sobre o filme Rei Leão


Encerrou o Concurso de Frases alusivo ao Filme Rei Leão, com a filosofia de Timão e Pumba, dois personagens bem simpáticos do filme que todos os estudantes da escola assistiram. A Hakuna Matata são as idéias defendidas por eles diante da situação de deserto em que Simba se encontrava quando foi banido do reino. Eles conseguem reencantar Simba e animá-lo a querer retormar Reino da Pedra, que havia sido dominado por Scar e a famigeradas Hienas. 
Para conhecer esta filosofia acesse o vídeo abaixo:



Foi proposto aos estudantes, depois de assistirem ao filme e discutí-lo com a sua turma e seus professores, a produção de uma frase bem significativa sobre a filosofia do Hakuna Matata. Quatro alunos venceram o Concurso de Frases e ganharam  1 camiseta alusiva ao tema. 

Parabéns para:

  • Ana Clara 2º ano A
  • Erick 7º ano A
  • Daila 2º ano C 
  • Jonathan 2º ano C

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Escola joão Beraldo incentiva os seus estudantes a assistirem a novela ÉRAMOS SEIS, que estréia hoje dia 30 segunda feira na Rede Globo.


Éramos Seis é o título do segundo romance escrito por Maria José Dupré (1898-1984), publicado em 1943. Faz parte da Série Vaga-Lume (minha geração conhece) desde o início da década de 1970.

Vejo que vai encantar a todos!...

Foto do GShow.com

Éramos Seis será a nova novela das 6 da rede Globo. Convidamos professores e estudantes a  assistirem e a utilizarem esta telenovela como instrumento de aprendizagem. Ela coloca muitas possibilidades porque conta a estória da família Lemos, suas dificuldades econômicas e de educação dos filhos contextualizada nas décadas de 1920, 30 e 40 no Brasil. Vamos pensar estratégias de desenvolvimento das competências do novo Currículo de Minas junto aos nossos alunos tendo como recurso o gênero da telenovela. Ela é uma livre adaptação do livro de Maria José Dupré, lançado em 1943, que é ma obra prima da literatura brasileira.

Éramos Seis conta a história de Dona Lola, uma bondosa e batalhadora mulher que faz de tudo pela felicidade de sua família. Paulista do interior do Estado de São Paulo (nascida na cidade de Itapetininga), Lola é esposa de Júlio Abílio de Lemos, um vendedor, com quem tem quatro filhos: Carlos, Alfredo, Julinho e Isabel. A obra cobre um período de vinte e oito anos, iniciando em 1914, no início da Primeira Guerra Mundial (mencionada inclusive pela personagem Tia Emília) e terminando em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, no final do Estado Novo.

  Esta história encanta porque trabalha com os valores e defende os laços familiares. Eles que não estão presos a um tempo e são de suma importância para formação da crianças e dos adolescentes. A história é recheada de vivências, afetos e amor dentro de uma família que vai superando as dificuldades econômicas, os problemas na educação dos filhos e a conjuntura política do Brasil da época. 

domingo, 29 de setembro de 2019

A campanha de conscientização e prevenção do suicídio promovida pela Escola João Beraldo, junto aos seus alunos, trabalhou ações importantes no setembro amarelo. Encerramos esta campanha satisfeitos com os resultados obtidos.


Por um período de um mês nos mativemos mobilizados contra o suicídio. Foi pensando no que a Escola pode ou não pode fazer pelos adolescentes e jovens que pensam em se matar, isto mesmo gente, pode parecer forte mas é esta a expressão,  que neste mês denominado SETEMBRO AMARELO desenvolvemos uma série de atividades junto aos nossos estudantes, com o intuito de olhar para este tema e para os jovens com olhos de esperança e de agir na Escola de maneira a não mais aceitar os preconceitos de sempre e as verdades impostas sobre a autodestruição dos jovens. 
Foi também impulsionados pelo conhecimento da estatística de suicídio entre jovens que é a 4ª maior causa de morte entre eles, que nos envolvemos com o problema do autoextermínio. Com o trabalho desenvolvido pensamos que auxiliamos os adolescentes a  refletir sobre o problema e a se proteger emocionalmente. 

Foram muitas informações encontradas, por exemplo a de que das 100 tentativas de autocídio, como também é chamado, 31% é de homens e 69% mulheres, no entanto 79% dos homens chegam as vias de fato, e apenas 21% das mulheres que tentam o suicídio, concluem. 
Falamos muito sobre o assunto neste mês na escola, tentando quebrar um tabu. Todos os professores durante todo o mês frequentou a escola com o lacinho amarelo, símbolo da campanha. Não é para menos, sabemos que a adolescência é uma fase de turbulências na vida. Entre as idades de 10 a 19 anos aparecem as primeiras frustrações e a escola joga papel importante sendo talvez o único lugar de socialização da juventude. Acreditamos que é preciso coragem para entender este problema, e entender  também como ele afeta os estudantes e assim desenvolver formas de prevenção dentro das unidades escolares. Esse tema era realmente muito complicado de abordar até termos realizados uma RODA DE CONVERSA com os nossos alunos.
O jovem precisa ter razões para viver, quando ele se sente no vazio, na solidão vem a angústia e os desejos de morte. E isso é cada vez mais frequente porque eles estão fechados em círculos sociais cada vez menores. É muito díficil para eles olharem para o futuro e vê ao seu redor tanto desemprego e violência. Pior ainda é quando eles param para pensar na própria vida e não enxerga absolutamente nenhuma saída para os seus grandes dramas pessoais. A situação complica e há um claro perigo e ameaça a sua vida.  A Escola é o lugar onde se rompe com a solidão, onde ele pode se abrir com o professor expondo seus medos sem preocupação de ser mal interpretado, pois é o espaço que lhe sobra. A Escola portanto tem uma  importância emocional na vida dos jovens, não é atoa que o novo Currículo de Minas, que tem fundamento na BNCC, preconiza o trabalho com as competências sócio emocionais. O trabalho contra o bullying não pode parar, porque interfere diretamente na autoestima dos jovens e é um grande fator desencadeador de ansiedade e depressão entre eles. Combater o bullying é trabalhar na prevenção ao suicídio como pudemos constatar, e este é um problema que começa na escola e se estende para as redes sociais se transformando no ciberbullying. É consciente deste papel que nos mantemos abertos e em atenção especial a todos os nossos estudantes. Encontramos vários sinais de alerta junto aos estudantes com os quais nos envolvemos diretamente montando uma escuta sobre as várias aflições que atingem os mesmos. Olhando para os filtros de gerenciamento dos problemas da escola, nos deparamos com situações que estão para além do que podemos fazer, seria fundamental poder contar com um sistema público de saúde onde se priorizasse o atendimento às crianças e adolescentes das escolas, oferecendo um atendimento psicológico, psiquiátrico gratuito, além da ajuda para compra dos medicamentos receitados pelos médicos.
Quantos alunos temos na escola que necessitam de tratamento? Vários com receitas e solicitações de exames sem condições de realizá-las.  Percebemos também, como algo de suma importância é que os professores precisam receber formação específica para lidar com as questões emocionais dos estudantes. 

sábado, 28 de setembro de 2019

Professores da Escola João Beraldo, participam de laçamento do livro de Nilmário Miranda na sede da OAB em Nanuque neste 27 de setembro de 2019

Clique na imagem para acessar todas fotos do momento

Foi para participar do lançamento do livro, História Que Vivi Na História, de autoria do jornalista Nilmário Miranda que um grupo de 6 professores foram até Nanuque neste dia 27 de setembro, participarem de uma Roda de Conversa com o autor. As colegas Élia e Rosângela de Nanuque que trabalham conosco na João Beraldo, se juntou a nós no evento: Deodato, Fábio, Odeni, Terezinha, Daniele e Rossini. Uma pessoa como Nilmário tem realmente muitas histórias para contar, devido a sua grande experiência de luta e sua participação nas últimas décadas de momentos importantes da história de nossa Minas e do Brasil. Como ele mesmo disse o livro é um testemunho de sua atuação como deputado estadual e federal por várias vezes, como aquele que primeiro assumiu o Ministério dos Direitos Humanos e também Secretario do mesmo assunto no governo de Minas. Durante as mais de 2 horas apresentou suas memórias, lembrou pessoas importantes do campo progressista e ressaltou a  importância que tiveram para as lutas na nossa região: Dom Quirino, Arutana Cobério que foi Juiz em Nanuque, Frei Cristovão.  Foi sobre essas e outras histórias dentro da História que ele fala no seu livro repleto de iluminação. Na sua exposição, na sede da OAB em Nanuque, fez uma caminhada pela história, um balanço dos avanços e retrocessos das conquistas sociais no Brasil, principalmente a partir da Constituição de 1988, a qual ele enalteceu muito. Iniciou dizendo que  no neoliberalismo o passado não reflete sonhos e nem valoriza a memória como forma de compreensão do presente, muito ao contrário ele mata as utopias. Mostrou os momentos mais tensos da história do Brasil como verdadeiros golpes destacando o desfecho trágico da presidenta Dilma. Ressaltou que a derrubada de Dilma começou quando Aécio Neves não aceitou a derrota nas eleições.  Falou dos tempos difíceis que vivemos hoje e alimentou a esperança de novos caminhos para nossa história. 
O testemunho como instrumento de fortalecimento da memória e de sonhos. Um momento ímpar desses professores com Nilmário Miranda, na OAB em Nanuque. Valeu muito! Deodato Gomes.
Esta é a capa do livro. Ele explicou que esta é uma foto de um protesto contra a ditadura militar em 1968 na época do AI-5, nela aparecem  O Nilmário, seu irmão e o Edson Soares.


quarta-feira, 25 de setembro de 2019

ESCOLA JOÃO BERALDO REALIZA DIA DO CURRÍCULO, FOCANDO A 10 COMPETÊNCIAS DO CURRÍCULO E O PROJETO DE VIDA DOS ESTUDANTES.

Momento de uma das plenárias. Clique na imagem para ver todas as imagens. 

Acolhendo a proposta da Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais, planejamos e encaminhamos junto à comunidade educacional  ações de um grande movimento de discussão do Novo Currículo para o Ensino Médio e o Projeto Político Pedagógico da Escola Estadual Dr. João Beraldo em Carlos Chagas.  O trabalho envolveu toda a comunidade e teve como foco o Novo Currículo de Minas Gerais, instrumento importante de ensino-aprendizagem em Minas e o Projeto de Vida dos estudantes. O momento contou com uma grande participação principalmente de estudantes e professores que tiveram a oportunidade de refletir sobre a importãncia do Novo Currículo de Minas frente aos diversos Projeto de Vida dos nossos estudantes. 
Os professores refletiram como  este documento pode ser instrumento de realização de sonhos  dos alunos, estes, por outro lado,  perceberam a necessidade de sonhar e de se ter um Projeto de Vida, frente ao Novo Currículo que visa a construção de competências e habilidades capazes de viabilizarem os seus sonhos. Como já poetizou Cazuza, “quem tem um sonho não dança”. O jovem precisa ter metas, sonhar e ter perspectiva de vida.
Todo o trabalho foi desenvolvido tendo como foco as 10 competências que embasam e permeia todos os componentes curriculares, tendo estas como pilares a serem alcançados por todos os jovens ao termino de sua trajetória  da Educação Básica. 
Todos os professores receberam material para pré-leitura das temáticas, para se qualificarem melhor perante os estudantes, diante de assunto tão relevante. 
Planejamos coletivamente da forma a seguir e vimos que foi sucesso:
1. O Diretor contextualizou o Mito grego de Édipo e a  Esfinge, como primeiro momento, quando uma  estudante se caracterizou da Esfinge e apresentava o enigma aos alunos da seguinte forma: a Escola e o Novo Currículo estão aí para ajudá-lo a realizar os seus sonhos. O que um estudante precisa ter com clareza, para se dar bem nesta vida? Considere que quem não sabe para onde ir, vai para qualquer lugar? Claro que a resposta era: UM PROJETO DE VIDA. 
Todos os estudantes tinha que decifrar o enigma da esfinge assim como Édipo,. Elesforam interpelados pela Esfinge: O que um estudante dever ter para não se dar mal na vida?

2. Em seguida os professores trabalharam em forma de oficina todas as 10 Competências do Novo Currículo de Minas, relacionando a importância da construção das mesmas ao sucesso dos estudantes.

3. Construiu se uma grande nuvem de palavras virtual em todos os grupos de discussão, cujo termo principal era PROJETO DE VIDA.
Construída virtualmente por todos os grupos de discussão no Dia do Currículo. A ideia era levantar as competências necessárias para concretizar as metas de vida  que cada estudante tem.

4. Interpretou se várias canções, como:  de Raul Seixas, O que você quer ser quando crescer, de Toquinho, herdeiros do futuro entre outras. 
5. Por último os estudantes registraram em cartolinas duplas suas metas de vidas para depois que concluírem sua educação básica.
Em um dos grupos de discussão a aluna Emily do 1º ano explica as metas de vida dos seus colegas frente ao currículo

6. Por último realizamos a conversa final em uma plenária muito interessante e recheada de importantes depoimentos. 
Momento de uma das plenárias.


domingo, 22 de setembro de 2019

Estamos acompanhando esta adolescente que é uma excelente referência para os adolescentes.“Nós faremos eles nos ouvirem”, diz Greta Thunberg no Battery Park em Nova York diante de uma multidão de jovens.




“Isso é somente o começo”, discursou a ativista sueca Greta Thunberg para uma multidão em Nova York hoje no Battery Park. As manifestações que levaram jovens de todo o mundo às ruas foram lideradas e inspiradas no movimento Fridays For Future, que começou com a greve escolar de Greta no parlamento sueco.

A missão era se fazer ouvir às lideranças políticas, e não houve momento mais oportuno que a Cúpula do Clima da ONU para fazer a ideia ecoar para diversos países. Foram 4 milhões de pessoas de 163 países, conforme Greta apontou em suas redes sociais.

Confira abaixo um trecho de seu discurso em Nova York:

“De onde eu venho, as coisas são bem diferentes daqui, mas quando o assunto é emergência climática e as pessoas no poder, é igual. Na verdade, em todos os lugares em que eu estive, a situação é mais ou menos mesma. As pessoas no poder, suas lindas palavras, são as mesmas. O número de políticos e celebridades querendo tirar selfies, são os mesmos.

As promessas vazias são as mesmas. As mentiras são as mesmas, e a inação é a mesma. Não encontrei ninguém, que esteja no poder, que ouse dizer como [a situação] realmente é, porque não importa onde você está, até esse fardo eles deixam pra gente. Nós, adolescentes, nós, crianças. Nesta segunda-feira, líderes mundiais estarão reunidos aqui, em Nova York, para o “United Nations Climate Action Summit”. Os olhos do mundo estarão voltados para eles. Eles têm a chance de provar que eles também estão unidos pela ciência. Eles têm a chance de tomar a liderança para provar que realmente nos ouvem. Vocês acham que eles nos ouvem?
Nós faremos eles nos ouvirem! Porque isso é somente o começo. A mudança está vindo, eles gostando ou não.
Obrigada, novamente, a todos que estão aqui, todos que vieram.”
Fonte: Mídia Ninja

Shadia Fayne woods/Survival agency media

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Figurinhas do WhatsApp estão substituindo as palavras? Elas estão atrapalhando a leitura e a escrita dos jovens?



As figurinhas invadiram as conversas de whatsaap dos jovens, que justificam o seu uso pelo sentimento que as mesmas conferem e transmitem junto com o texto. A figurinha mostra um sentimento que não se consegue mandar por mensagem. Para os estudiosos esta é um forma de comunicação mais dinâmica em que os jovens estão todo o tempo interagindo porque é uma linguagem intrínseca a eles. Hoje os mais do que em todos os tempos os jovens comunicam e escrevem mais. É uma comunicação sempre ligada à fala, mais abreviada, e por isso mesmo mais rápida. Como a linguagem tem ambiguidades, as figurinhas, os emoticons são fundamentais porque dão uma intenção e ajudam na conversa.
O que todos perguntam é se isto afeta a leitura e a escrita dos jovens. Os estudiosos dizem que não. Os adolescentes sempre leram e lerão, escreveram e sempre escreverão independente do surgimentos de novos instrumentos de comunicação, as mídias se convergem, como diz na reportagem. Um detalhe é que  esta comunicação visual, irônica não se dá por transferência passiva, é a forma de comunicar das novas gerações e não prejudica a linguagem. O jovem tem sagacidade na comunicação com intenções e usa o texto e a imagem fazendo leituras de modo rápido das diversas situações. 

domingo, 15 de setembro de 2019

Conheça a história que deu origem ao Setembro Amarelo.


Há muitos anos, setembro é considerado o mês de combate ao suicídio. Mas poucas pessoas conhecem a história por trás dessa data.
Tudo começa em 1994, no Colorado, Estados Unidos, quando o jovem Michael Emme, garoto de 17 anos, cometeu suicídio dentro do Mustang 1968, carro que comprou e reformou para ser seu primeiro veículo.
Mike(apelido carinhoso) tirou a própria vida em frente de casa, dentro do carro, dias antes de completar 18 anos. Os pais, desesperados ao ver que o garoto disparou um tiro na própria cabeça, não conseguiam entender como não perceberam que ele não estava bem.
No velório de Mike, os familiares e amigos prepararam centenas de cartões amarrados com fitas amarelas. Dentro deles estava a mensagem: "Se precisar, peça ajuda" e telefones de várias pessoas. Esses cartões se espalharam por vários lugares dos Estados Unidos e em poucos dias os amigos e familiares de Mike começaram a receber ligações de pessoas que estavam pensando em dar cabo da própria vida.

E dessa forma nasceu a Associação Yellow Ribbon, que passou a conscientizar as pessoas em todo os Estados Unidos. Logo, esse movimento também ficou famoso no Brasil, e estabeleceu setembro, mês da morte de Mike, como época primordial de combate ao suicídio.

Texto - Joel Paviotti

sábado, 14 de setembro de 2019

Missa de 7º dia do falecimento de Wilton Rodrigues.



Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto? João 11:25,26

Lucília e filhos, tem a honra de convidar amigos e familiares para a missa de sétimo dia de  falecimento de Wilton Rodrigues, que será realizada na Igreja de Bom Jesus, domingo dia 15 de setembro de 2019, às 7 horas da manhã.

Escola João Beraldo parabeniza a todos os aprovados no vestibular da Unimontes EAD e em especial às servidoras da Escola Clarice e Célia.



Comemoramos com Clarice e Célia, servidoras da Escola João Beraldo a conquista da vaga no Curso de Pedagogia na Unimontes EAD.

Clarice - servidora da Escola João Beraldo
 Ela já havia conquistado uma vaga em serviço social na Federal assim que terminou o ensino médio e não foi fazer. Agora chegou sua vez Clarice.
Célia - também servidora da Escola João Beraldo

É um momento importante para vocês e também para todos nós da Escola João Beraldo, que acompanhamos a trajetória de Clarice, pois estudou e concluiu sua educação básica na própria escola em que trabalha.  Somos testemunhas do seu grande esforço colega. 

É o inicio de uma nova caminhada na vida de vocês... Que vocês tenham sabedoria para superarem os desafios e enfrentem a nova situação com determinação e muito esforço!


                             Rumo ao sucesso, sempre!
                          Seus colegas da João Beraldo

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Rede Estadual e Municipal de Educação de Carlos Chagas se reunem e escolhem o mesmo livro didático para o quadriênio 2020-2023

Clique na imagem acima pára acessar todas as fotos

Na noite desta quinta feira dia 12/09/2019 professores da rede estadual e municipal de ensino escolheram com muito cuidado o Livro Didático para o quadriênio 2020-2023. Os mesmos, que foram muito bem acolhidos,  se reuniram na Escola Municipal Manoel Esteves Otoni. O momento solene contou com a presença de todos os professores que pela primeira vez escolheram o mesmo livro para todas as redes. Um avanço uma vez que os estudantes migram muito entre as redes e escolas. As Escolas, com esta atitude,  vão poder inclusive se ajudarem mais no monitoramento dos livros.

O Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) compreende um conjunto de ações voltadas para a distribuição de obras didáticas, pedagógicas e literárias, entre outros materiais de apoio à prática educativa, destinados aos alunos e professores das escolas públicas de educação básica do País.

O Livro didático não se constitui em um instrumento neutro. Cada livro é produto de uma dada visão de mundo, de homem, de educação e de escola. A escolha do livro didático deve ser, portanto, um exercício da autonomia intelectual/pedagógica do professor que, de acordo com seus próprios princípios, opta pelos meios e decide os fins. Se for assim, teremos no livro um valioso apoio para nossa prática. Caso contrário, corremos o risco de colocar em uso um instrumento para o trabalho dissociado do modo de pensar.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Professores da Escola João Beraldo, gravam mensagem de incentivo ao Professor Adriano.



Professor Adriano,
Por maior que seja a dificuldade pela qual esteja passando, não desanime. Confie, mantenha a fé e a esperança.
Não se esqueça de que Deus não dá uma cruz mais pesada do que aquela que podemos carregar. Ele dá a lição e as provas conforme o nível de entendimento e evolução do Espírito.
Lembremo-nos de que Jesus está no leme deste barco da sua vida. Ele está te guiando e te amparando em todos os instantes, deste momento difícil da sua vida.
Estamos aqui solidário, torcendo e em oração. Força, Adriano, não desista nunca.
  ESCOLA JOÃO BERALDO.