Bullying

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

AS PARCELAS DE AGOSTO E SETEMBRO DO BOLSA MERENDA ESTÃO SENDO PAGAS PARA OS ESTUDANTES DA REDE ESTADUAL.



O governo de Minas Gerais começou a pagar, dia 23 de setembro, as duas parcelas do Bolsa Merenda, de agosto e setembro, para estudantes da rede estadual.

Estavam atrasadas, segundo o governo, devido a um ajuste no contrato com a empresa pagadora.

São R$50,00 (cinquenta reais). É preciso se encaixar na faixa de renda de até R$89,00 por pessoa.

Para receber o valor é necessário abrir uma conta digital através de um aplicativo. Quem já possui a conta, vai receber automaticamente o depósito das duas parcelas.

Durante o cadastro, será necessário enviar foto da carteira de identidade ou de motorista, além de uma selfie segurando o documento.

Para saber se tem direito a receber o Bolsa Merenda, os responsáveis por alunos da rede estadual devem fazer uma consulta pelo pelo link a seguir. A consulta será feita pelo CPF.

CONSULTE AQUI COM O CPF DO RESPONSÁVEL



segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Secretaria de Estado da Educação expressa satisfação e agradecimento aos Professores, Estudantes, responsáveis e todos os servidores pelo excelentes resultados no SAEB - Leia na íntegra a Carta que recebemos.

#somosidebmg            


                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais com imensa satisfação agradece e parabeniza os professores, estudantes e os seus responsáveis, profissionais e gestores da ESCOLA ESTADUAL DOUTOR JOAO BERALDO pelos esforços conjuntos que nos levaram a excelentes resultados em 2019 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), importante ferramenta de acompanhamento da educação.

Minas Gerais retomou posições, alcançou crescimento no ensino fundamental anos finais e atingiu o maior IDEB da sua história no ensino médio, com os melhores indicadores de rendimento e desempenho, além da segunda maior queda do abandono escolar do país. Destacamos também o expressivo aumento da participação dos estudantes nas avaliações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Isso tudo só foi possível com muito trabalho e dedicação de todos pelo contínuo aperfeiçoamento da gestão escolar e pedagógica.

Evidenciamos a iniciativa de motivar e conscientizar os estudantes sobre a importância da participação nas avaliações do SAEB nos níveis de ensino fundamental anos finais e médio, o que permitiu que a unidade passasse a ter IDEB em 2019, disponibilizando, assim, elementos que contribuirão para os processos de acompanhamento e de elaboração de práticas educacionais transformadoras.

É momento de compartilhar experiências e comemorar! Por isso use a #somosidebmg

nas redes sociais da escola para contar essa história. Queremos muito conhecer a sua.

Nessa perspectiva, reforçamos o nosso compromisso em elaborar políticas e ações orientadas a um ensino cada vez melhor e contamos com todos para continuarmos avançando.


Veja a carta no original a seguir:


sexta-feira, 18 de setembro de 2020

A ESCOLHA DOS LIVROS LITERÁRIOS, é capaz de garantir progressão das Práticas Pedagógicas. PNLD 2020 - Literatura - Anos Finais do Ensino Fundamental. Encaminhamentos



Pelo Plano Nacional do Livro Didático Literário (PNLD Literário), 2020, o Governo Federal realiza a compra e distribuição de obras, para todas as escola do 6º ao 9º, neste momento,  com objetivos didáticos.

A literatura, quando parte da vida escolar do estudante, tem grande impacto, sobretudo na sua formação social e aquisição de capital cultural.

O PNLD Literário distribui além do livro em si, um material de apoio digital, com arquivos e material audiovisual, com o objetivo de garantir a progressão das práticas pedagógicas. 

Cada Escola vai escolher dois títulos literários para cada categoria que compreende 6º e 7º como categoria 1 e 8º e 9º como categoria 2, tudo isso além dos volumes de acervo destinados à Biblioteca Escolar. 

Essa divisão em categoria  tem como base a adequação da obra à faixa etária e práticas desses anos, visto que é essencial o respeito às capacidades e aos limites dos alunos.

O período vai de 16 a 25 de setembro.

O Guia do PNLD Literário 2020 está disponível e é a ferramenta oficial para acesso e análise das obras que serão distribuídas para as Escolas.


Acompanhe todas as informações sobre a escolha do PNLD Literário 2020 estão disponíveis no portal do FNDE no link abaixo:

Todas as informações aqui

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Zeca Baleiro e sua canção a Flor da Pele, a nossa palestra e o setembro amarelo. Tudo haver.

  

 A canção do Zeca Baleiro vem nos ajudar entender a importância do Setembro Amarelo enquanto campanha que chama atenção para o problema do suicídio. É preciso um olhar especial para as pessoas do nosso convívio, seja na família ou na escola, pois estamos todos sob a existência desses complicados tempos de pandemia. 

 Essa pandemia em muito potencializou o nosso negativismo, nos colocando, como diz a canção,  com as emoções ‘à flor da pele’. Vivemos um momento de  forte  crise emocional coletiva expressada muito pelas incertezas e pela acentuada ansiedade que presenciamos. Este é um momento muito delicado para todos nós enquanto estudante, professor, gestor e família. A canção do Baleiro é bem emblemática deste tempo: "Ando tão a flor da pele  que meu desejo se confunde com a vontade de nem ser". Muitas pessoas estão, até de forma inconsciente,  com este sentimento de juízo final que reporta esta canção. Tem famílias de nossos estudantes que estão sob grande insegurança sem ter nem mesmo a certeza do alimento na mesa. Convidamos a todos para refletirmos juntos. A palestra, Inteligencia Emocional nos tempos de pandemia do Professor Luiz, está aberta a participação de toda a comunidade. Você é nosso convidado. Entre na sala virtual da palestra pelo link que está em todas as nossas redes sociais.


 Nos dias atuais, é necessário, mais do que nunca,  treinar este tipo de inteligência para conseguirmos lidar com tantos equívocos e  ambiguidades. Quando a gente olha para as evidências econômicas e a realidade social e política do país, não vislumbramos uma alteração do rumo das coisas.  A ferramenta, portanto,  para nos fortalecermos diante deste problema é o equilíbrio interior, arquitetado a partir da construção dessa inteligência muito especial, a  emocional. Estamos nos saturando com facilidade, como diz a canção do Zeca Baleiro, vivemos sob o fio da navalha,  a flor da pele, choramos por "qualquer beijo de novela". A habilidade para suportar estas perplexidades que insiste em nos acompanhar, deve ser preocupação de todos. Não dá para viver um dia após o outro sob o movimento do medo. Precisamos ver cada dia que nasce por ele mesmo, localizando a esperança pulsando nas manhãs de sol que testemunhamos a cada 24 horas. 

Portanto todos estão convidados para a nossa palestra: Inteligência Emocional em tempos de pandemia. Acesse a sala da palestra pelo link que está em nossas páginas das redes sociais. 

                                Deodato Gomes 


Universidade por um dia - Isto é para você jovens do 3º ano do Ensino Médio




Divulgamos aqui em nosso Blog “O Projeto Universidade Por Um Dia” para os alunos que estão concluindo o Ensino Médio. É um evento online gratuito que inspira jovens da rede pública de todo país a ingressarem no ensino superior. 
 Após três edições presenciais no Rio de Janeiro, este ano o evento acontecerá de forma online entre os dias 21 e 25 de setembro, permitindo a participação de estudantes de todo o país.  
 Para participar basta acessar o site os as redes sociais do programa: 
Site: www.universidadeporumdia.com.br
Facebook: www.facebook.com/universidadepud
Instagram: @universidadeporumdia


Quer saber como é a realidade de uma universidade?  
Tá em dúvida de qual curso fazer?
Então se liga que entre os dias 14 e 25/09 vai rolar o Universidade
Por Um Dia #EmCasa!
O projeto educacional e sociocultural 100% gratuito é focado para os alunos do ensino médio público.
Esse ano o projeto terá uma programação com lives diárias com o ator e humorista Fábio Porchat, trocando ideia com convidados especiais, oficinas virtuais, dinâmicas e muita troca com diversos voluntários para que você fique mais perto do sonho da universidade.
E o melhor: tudo 100% online e gratuito e sua participação ainda pode valer prêmios! 
Confira em: 
www.universidadeporumdia.com.br ou nas redes sociais do projeto!

Entre os dias 14/09 a 18/09 teremos o "Experiências”, um programa de lives nas redes sociais que preparará o participante para o UPUD #EmCasa por meio do incentivo ao autoconhecimento e abordará três temas principais: saúde mental, saúde física e saúde organizacional.
E entre os dias 21/09 e 25/09 vai rolar o Trocando Ideia com Fábio Porchat, uma série de lives diárias em que o apresentador vai conversar com Djamila Ribeiro, Thelminha, Edu Lyra, Flábio Canto, Chloé D’archemont e mais convidados especiais! ⠀
Durante os bate-papos, os participantes vão abordar temas super importantes para vocês estudantes: racismo estrutural e acesso à universidade, educação em tempos de pandemia, arte como ferramenta para a educação, o esporte como auxílio na educação e a importância em ter confiança em si. ⠀
Participe das lives nas redes sociais: 
Site: www.universidadeporumdia.com.br
Facebook: www.facebook.com/universidadepud
Instagram: @universidadeporumdia

GRANDE PALESTRA: Inteligencia Emocional em Tempos de Pandemia. Dia 19-09-2020 - Sábado. Aberto a toda a comunidade.

 


 Com a pandemia do novo coronavírus, diversas pessoas estão com as emoções ‘à flor da pele’, o que acarreta em crises emocionais, como a ansiedade. É necessário treinar a inteligência emocional para conseguir lidar com este momento delicado.

 A pessoa precisa ter uma certa inteligência emocional para poder fazer frente a essa situação da pandemia. As pessoas saturam. Mas a inteligência emocional é uma algo que se treina, se aprende. É importante então que a pessoa treine habilidades para suportar o máximo de incerteza com o mínimo de desgaste.

 Esta pandemia pode expressar dois tipos de medo na pessoa. O medo genético e o medo criado pelo ser humano. O medo genético é o de pegar o vírus e se manter em isolamento social. Mas tem o outro medo que não vale nada, a pessoa fica sofrendo com o que não aconteceu, por antecipação. A pessoa já se vê internada, entubada e no outro dia não tem nada, e nada e nada.

 É preciso treinar as cinco emoções básicas: medo, alegria, raiva, tristeza e afeto. É preciso também prestar atenção no que ele chama de gatilho do e se. A senha da ansiedade leve se chama ‘gatilho do e se’. ‘E se acontecer comigo? E se morrer alguém da família? E se…’. É uma sofrência diária horrível e desnecessária. É devido a esta situação que estamos organizando esta organizando esta palestra e estamos abrindo para toda a comunidade. 


GRANDE PALESTRA: Inteligencia Emocional em Tempos de Pandemia. Dia 19-09-2020 - Sábado. Aberto a toda a comunidade.

terça-feira, 15 de setembro de 2020

I feira de Ciências virtual professora Jane Esquerdo


Foi assim gente. Ousamos fazer uma Feira de Ciências Virtual! Muito empenho e envolvimento de professores e estudantes garantiu o sucesso deste trabalho desafiante.  Estamos aprendendo na prática a realizar as nossas ações remotas, fazendo no dia a dia tudo com muita raça e vontade.

Remotamente a Escola organizou a Feira e para que todos os estudantes se inscrevessem em uma feira desta forma, bastou apenas que os professores preocupassem com uma comunicação eficaz que instruísse e orientasse os estudantes a encontrarem seu experimento, estudá-lo e a realizarem sua montagem segura em casa.

Dividiu se os estudantes de forma igual entre os professores, para garantir um efetivo acompanhamento virtual, e estabeleceu uma forma de contato, por chamada de grupo no  whatsAapp,  por e-mail, telegrama, por telefone ou por google meet.

Trabalhamos com o  objetivo de  inserir os estudantes na temática da ciências por meio de pequenos experimentos científicas ou pesquisas em todas as áreas do conhecimento humano.





segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Retomada do trabalho presencial do Poder Executivo de Minas Gerais


Nesta terça-feira (15/9), serão publicadas diretrizes para a retomada segura e gradual do trabalho presencial no Poder Executivo de Minas Gerais. A partir dessa publicação, começa a contar o prazo para cada órgão publicar, em até 10 dias, as regras específicas para o retorno do trabalho presencial de seus servidores. Após essa publicação específica, a chefia imediata de cada servidor entrará em contato para orientação.

Um dos critérios para o retorno da jornada presencial é que a região esteja na Onda Verde do Minas Consciente. A Cidade Administrativa, situada na Região Central, atualmente na Onda Amarela, conta com regras diferenciadas, em razão do volume de servidores que trabalham no local.

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

ESTUDANTES DA ESCOLA JOÃO BERALDO DEGUSTAM INSETOS( ENTOMOFAGIA) NA FEIR...


A CONTRIBUIÇÃO DOS INSETOS PARA A SEGURANÇA ALIMENTAR, SUBSISTÊNCIA E MEIO AMBIENTE

O QUE É ENTOMOFAGIA?

          Entomofagia é o consumo de insetos por seres humanos. A entomofagia é praticada em muitos países ao redor do mundo, predominantemente em partes da Ásia, África e América Latina.

         O aumento da população, urbanização e o crescimento da classe média têm elevado a demanda global por alimentos, especialmente as fontes proteicas animais.

          Uma das maneiras existentes para se resolver o problema de segurança alimentar é a criação de insetos. Insetos estão em todos os lugares, se reproduzem rapidamente, possuem altas taxas de crescimento e de conversão alimentar, além do mínimo impacto ambiental causado em todo seu ciclo de vida. São nutritivos, com alto teor de proteina, ácidos graxos e minerais. Podem ser criados a partir de resíduos orgânicos, como rejeitos de alimentos. Além do que, insetos podem ser consumidos inteiros, moídos, processados em pó ou em pasta para serem incorporados a outros alimentos.

POR QUE INSETOS? 

O uso de insetos como alimento, tanto para humanos quanto na nutrição animal, conferem muitos benefícios ao meio ambiente, à saúde, à sociedade e como meios de subsistência.

Vantagens ambientais:

• Insetos produzem menos gases de efeito estufa do que a pecuária convencional. Por exemplo, suínos produzem de 10 a 100 vezes mais gases de efeito estufa por quilograma de peso.

• Insetos podem se alimentar de resíduos orgânicos, como restos de alimento e dejetos humanos, compostagem e esterco animal, podendo transformá-los em proteina de alta qualidade, inclusive para utilização na alimentação animal.

• Insetos utilizam muito menos água que a pecuária convencional. Besouros de farinha, por exemplo, são mais resistentes à seca do que o gado.

 • A criação de insetos é muito menos dependente de extensões de terra que a pecuária convencional

Benefícios à saúde

• Insetos são fontes de nutrientes e proteinas de alta qualidade se comparado à carne bovina e ao pescado. Insetos são particularmente importantes como suplemento alimentar para crianças que sofrem de má nutrição, pois a maioria das espécies tem alto teor de ácidos graxos (comparáveis ao pescado). Também são ricos em fibras e micronutrientes como cobre, ferro, magnésio, manganês, fósforo, selênio e zinco.

• Insetos são considerados animais de baixíssimo risco em relação a zoonoses (doenças transmitidas de animais para humanos) como o vírus H1N1 (gripe aviária) e o mal da vaca louca.

Benefícios sociais e meios de substência

• Insetos podem ser diretamente e facilmente coletados na natureza. Para tal atividade se requer um mínimo de conhecimento técnico e pouco investimento para a aquisição de equipamentos básicos de coleta e criação.

• Os membros mais pobres da sociedade, incluindo mulheres e pessoas sem terra, seja em áreas urbanas ou rurais, podem se encarregar de coletar os insetos diretamente do ambiente, de cultivá-los, processá-los e vende-los. Essas atividades além de melhorar diretamente a alimentação, podem servir como opção de renda por meio da venda do excedente da produção em mercados livres de rua.

• A coleta e criação de insetos pode também oportunizar ações empreendedoras sejam em economias desenvolvidas, em transição ou em desenvolvimento.

• O processamento de insetos para a alimentação humana ou animal é algo que pode ser feito com relativa facilidade. Algumas espécies podem ser consumidas inteiras. Podem também vir a ser processados em pasta ou moídos como farinha, além disso, suas proteinas podem ser extraídas.

 

A entomofagia é perigosa? 

Não existem casos conhecidos de transmissão de doenças ou parasitóides para humanos ocasionados pela ingestão de insetos (sendo esses insetos criados e manipulados sob as mesmas condições sanitárias de qualquer outro alimento). Podem ocorrer alergias, contudo estas são comparáveis com alergias a crustáceos, os quais também são invertebrados. Comparados com mamíferos e aves, os insetos oferecem menos risco na transmissão de infecções zoonóticas a humanos, a outras criações e vida selvagem, no entanto mais pesquisas são requeridas.

A aversão dos consumidores continua sendo uma das maiores barreiras para a adoção dos insetos como fonte viável de proteína

Quais são as espécies de insetos mais comumente consumidas?

Mais de 1.900 espécies de insetos são consumidas no mundo todo. Contudo, esse número continua a crescer à medida que aparecem novos resultados de pesquisas sobre o assunto.

Os grupos de insetos mais consumidos são os besouros, as lagartas de mariposas ou borboletas e abelhas, vespas e formigas. Estes, seguidos de gafanhotos, esperanças e grilos, cigarras, cigarrinhas, cochonilhas e percevejos , cupins, libélulas, moscas

Esses.foram os textos que cada um falou no dia




terça-feira, 8 de setembro de 2020

NO DIA DO DIRETOR - DEODATO É UM CORAÇÃO CHEIO DE GRATIDÃO! OBRIGADO GENTE POR ESTA MANIFESTAÇÃO DE CARINHO!

 

Criado com o Padlet

Conta aí! Como vão seus estudos?

 


Conta aí! Como vão seus estudos?

A SEE/MG acredita que para enfrentar os desafios educacionais é necessário ampliar a escuta de vocês caros estudantes.

Para isso, elaborou a pesquisa “Conta aí! Como vão seus estudos?”. Ela quer escutá-lo para que a sua voz possa ajudar a planejar as ações capazes de enfrentar melhor os desafios da educação, especialmente nesse contexto de pandemia e suspensão das atividades presenciais.

Participe! Clique aqui neste link https://iupesquisa.org.br/mg-conta-ai  para responder ao questionário online.

A pesquisa estará disponível até o dia 18/09/2020 para você estudante com 12 anos ou mais de idade, matriculados no 6.º, 7.º, 8.º ou 9.º ano do Ensino Fundamental, no Ensino Médio regular e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

segunda-feira, 7 de setembro de 2020

HINO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

Um Museu Paratodas, todes e todos - part. esp. Chico Buarque - Libras


Em comemoração ao dia da Independência, o Museu do Ipiranga e o Sesc lançam o videoclipe da música Para todos, de Chico Buarque. A canção recebeu arranjo inédito de Carlinhos Antunes e Gabriel Levy para a Orquestra Sinfônica da USP e Coral USP e conta com interpretações das cantoras Anastácia, Kaê Guajajara, Negra Li e Tainara Takua, além da participação especial do próprio Chico.


INDEPENDÊNCIA DO BRASIL- qualquer pessoa é capaz de entender este movimento da nossa História. Aproprie dos personagens e da trama conhecendo o fato em si sem grande análises. Entenda, é muito simples e importante compreender a história do seu país.

A independência do Brasil em 07 de setembro de 1822 é o resultado de uma série de mudanças que a antiga colônia lusitana enfrentou a partir da chegada da corte portuguesa no Brasil em 1808. 

A Revolução do Porto provocou o retorno de D.João VI à Portugal que começou a fazer uma série de exigências ao Brasil.


Ficou no Brasil o filho de D. João VI, Pedro de Alcântara como Príncipe Regente. 

As cortes portuguesas tinha uma clara intenção de recolonizar o Brasil e adotou várias medidas:

  • envio de mais tropas portuguesas para o Brasil;
  • transferência de instituições do Rio para Lisboa;
  • e a exigência do retorno do Príncipe Regente, D. Pedro I, (aqui foi onde mais o bicho pegou):

Quando tomaram conhecimento das medidas estabelecidas pela corte portuguesa o Partido Brasileiro (PB), formado de um setor urbano e uma elite rural, se concentrou em garantir a permanência de D. Pedro I e em organizar uma forte resistência às propostas de uma nova constituição portuguesa.


O Partido Brasileiro(PB), organizou então uma Petição com 8 mil assinaturas de brasileiros e portugueses erradicados no Brasil, com o objetivo de pressionar D. Pedro I a ficar no Brasil. Este episódio acabou levando ao DIA DO FICO em 09 de Janeiro de 1822.



D. Pedro I anunciou sua permanência no Brasil. Em maio de 1822, estabeleceu que ordem vinda de Portugal só teria validade na colônia por meio da aprovação de D. Pedro I.

Em 7 de setembro de 1822, entre uma vigem do Rio de Janeiro e São Paulo, às margens do Rio Ipiranga,  D. Pedro I recebeu os últimos despachos de Portugal que revogava seus decretos e acusava seus ministros de traição, além de exigir novamente sua volta imediata para Portugal.



Em reação às cortes portuguesas, D. Pedro I optou pela ruptura definitiva, proclamando a Independência do Brasil.

                                                                Por Deodato Gomes 

 

sábado, 5 de setembro de 2020

JOVENS DA ESCOLA JOÃO BERALDO OBTÉM ÊXITO E GARANTEM VAGA NAS UNIVERSIDADES NESTE 2020

 

Todos sabemos das dificuldades que o estudante da Escola Pública enfrenta durante a sua trajetória pela educação básica. Muitos desistem não concluindo nem o 3º ano do Ensino Médio. É preciso muita motivação de Professores, para estimular os estudantes  e uma Escola estruturada capaz de criar uma perspectiva de futuro nos seus  estudantes para que ao concluir  sua educação básica possam vislumbrar um curso técnico ou o ingresso no curso superior. Na nossa percepção, a Universidade está bem distanciada da realidade da maioria dos jovens das Escolas Públicas. Batemos nesta tecla todos os dias em nossas salas de aula, porque sabemos do impacto que tem um curso técnico ou um curso superior na vida de um jovem. Ainda assim,  muitos deles, a despeito de toda dificuldade, com esforço e dedicação, tendo que se desdobrar muito mais que jovens privilegiados, que tem a seu favor muitas variáveis,   conseguem ingressar no Ensino Superior.  De tudo que já li e acompanho dos estudantes que ingressam no curso superior, vejo que eles não ficam para trás quando ingressam, acabam acompanhando o padrão de ensino superior de forma eficaz,  obtendo excelentes resultados.

Repito sempre aqui em meus posts. Faltam políticas públicas que possam olhar para as necessidades da juventude em todas as esferas de governo. A sociedade tem uma grande dívida com os jovens. Precisa-se fazer muito por eles, primeiro para ingressarem, e depois para permanecerem nos cursos.  A condição sócioeconômica é um fator complicador tanto para o acesso quanto para a permanência dos jovens nos cursos e invalida a teoria da meritocracia.

Nesses tempos em que se discute tanto  a questão do mérito, certo é que para eles, os jovens das classes populares participam desse jogo em situação de muita desvantagem. O problema não é a oportunidade oferecida, mas sim as condições nas quais os jovens estão inseridos que se apresentam como um combinado de fatores impeditivos para seu avanço. Apesar de tudo, ainda assim, é possível romper as barreiras e criar condições para uma vida melhor, uma vez que a educação é um importante fator de ascensão social, a exemplo disso são estes estudantes que apresentamos aqui no Girassol todo ano. Vale ressaltar que são minoria e que sem a inserção em um programa eles não tem como estudar.

                                                                Por Deodato Gomes

Aqui estão os jovens  de 2020 que obtiveram êxito sobre seus resultados no SASI e em outros certames e garantiram vaga nas universidades. 

















Meditando com Johann Christoph Bach (1642–1703) e com Johann Sebastian B...

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

É de extrema relevância que esta ação de suporte emocional chegue aos profissionais que atuam nas unidades de ensino. Projeto COMVC lança aplicativo para orientação e apoio à saúde mental Criado para smartphones com sistema Android e iOS, app de acesso gratuito ajuda usuário a manter saúde mental dos professores em dia.

 



A pandemia do coronavírus não compromete somente a nossa saúde física. Desde março de 2020, na tentativa de diminuir a disseminação da doença, foram adotadas medidas de distanciamento e isolamento social. No entanto, tais medidas podem repercutir, também, na saúde mental, tendo outras consequências, como: aumento do estresse, ansiedade e depressão – causando sofrimento psíquico e emocional. O aplicativo COMVC foi criado, inicialmente, com o objetivo de promover o cuidado da saúde mental dos colaboradores do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, através de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento das reações ao estresse e a outros transtornos mentais. Pensando nos impactos da pandemia na comunidade escolar, a Faculdade de Medicina da USP disponibilizou o aplicativo COMVC também aos professores, como um EPI (Equipamento de proteção individual) de apoio a saúde mental. A partir da avaliação de saúde mental via aplicativo, o professor recebe texto e vídeos psicoeducativos e, caso apresente um quadro clínico que necessite de suporte, é referenciado para o TelePSI, que oferece teleconsulta psicológica e psiquiátrica de segunda a sexta, das 8h às 20h. Esperamos que este aplicativo possa ser útil a você̂, professor e gestor escolar, ajudando-o a atravessar esse momento da melhor maneira possível. É de extrema relevância que esta ação de suporte emocional chegue aos profissionais que atuam nas unidades de ensino.

APPLE

PLAY STOR