Bullying

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

Mostrando postagens com marcador SÍNODO AMAZÔNICO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SÍNODO AMAZÔNICO. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

DOCUMENTO FINAL DO SÍNODO AMAZÔNICO É DISPONIBILIZADO. Vale a pena estudá-lo



Ficou pronto o documento final da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região  da Amazônica e tem o título: AMAZÔNIA: NOVOS CAMINHOS PARA A IGREJA E PARA UMA ECOLOGIA INTEGRAL. Uma grande riqueza de consciência, fé e conhecimento, distribuídos em 120 parágrafos, que a Igreja compartilha com todas as pessoas de bem do mundo. Vale a pena absorver esta preciosidade, porque é luz nesses descaminhos que vivemos em relação a Amazônia no sentidos: integral, pastoral, cultural, ecológica e sinodal.

Dom Cláudio disse que vivemos um momento de emergência ecológica, e que não se pode mais adiar as ações de preservação da nossa casa comum, o Planeta Terra. Dói demais em todos nós ver a Amazônia se reduzindo cada vez mais em decorrência da ação de pessoas gananciosas que só pensam em enriquecer sempre mais. Podemos sentir o grito dos povos indígenas e da terra. Terra e Índios gritam porque a dor é grande. 
Este documento é porta voz da grande esperança para uma mudança nos rumos da humanidade, sob pena de continuarmos construindo nossa própria destuição. 
 É preciso crescer numa consciência profunda de que a saúde do Planeta Terra depende da existência da Amazônia e para existir ela depende  da nossa defesa. Precisamos encarar esta realidade e nos encontrarmos naquilo que a Igreja chama a todos para uma ECOLOGIA INTEGRAL. 

Acessem o documento na íntegra a seguir.



domingo, 6 de outubro de 2019

Homília do Papa Francisco na Basílica de São Pedro, durante a Missa de abertura do Sínodo dos Bispos para a Amazônia.“Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”.



Na homília do Papa Francisco na Basílica de São Pedro, durante a Missa de abertura do Sínodo dos Bispos para a Amazônia, ele pregou: "O fogo aplicado pelos interesses que destroem, como o que devastou recentemente a Amazônia, não é o do Evangelho", São os  "novos colonialismos" que "querem avançar apenas suas próprias ideias e queimar o diferente para padronizar tudo e todos ", alertou.
"Quantas vezes o dom de Deus não foi oferecido, mas imposto, quantas vezes houve colonização em vez de evangelização"
"Deus nos proteja da ganância dos novos colonialismos".
“Muitos irmãos e irmãs na Amazônia carregam cruzes pesadas e aguardam pela consolação libertadora do Evangelho, pela carícia de amor da Igreja. Por eles, com eles, caminhemos juntos”, disse o Papa Francisco.
O Papa Francisco é hoje, na nossa opinião,  a única liderança mundial que tem sensibilidade para compreender profundamente os dilemas que a humanidade vive hoje.
FONTE: Vatican News