OBRAS DO SASI

OBRAS DO SASI
SASI

Natal

Natal
natal

ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

ENEM

ENEM
ENEM

Inscrição

Inscrição
INSCRIÇÃO

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quinta-feira, 5 de maio de 2016

3ª REUNIÃO PEDAGÓGICA - Tema Avaliação Ministrado pelo Instituto Prosperar


Ao tratar-se do tema avalição da aprendizagem, é possível pensar imediatamente à educação ou à escola. Ademais, como diz (DEMO, 1995) esse termo insurgi determinados sinônimos como: abalançamento, cálculo, estimativa, ajuizamento, ponderação, valorização, mensuração, medição, dentre outros. Entende-se ainda que a avaliação não diz respeito apenas ao processo de ensino. Ao refletir-se de uma forma mais abarcante, confere-se que a avaliação faz parte da ação humana caracterizada pela reflexão. Deste modo, ela se institui em um processo intencional, amparado por diferentes ciências e que se sobrepõe a qualquer prática. Desse modo, há possibilidades em se falar na avaliação das várias atividades profissionais, como de uma empresa, de um programa, de uma política. Quando conjecturar-se, também se avalia; e avaliar é também planejar, estabelecer objetivos. Pensa-se assim que os critérios de avaliação, que condicionam seus resultados, sejam sempre dependentes às finalidades e aos objetivos previamente constituídos para qualquer prática, educativa, social, política ou outra (DEMO, 1995).
A educação que a escola valoriza, reflete no seu modo de avaliar. Percebe-se a partir daí, que essa mesma prática precisa ser apropriada para julgar o valor do aluno e permitir que ele cresça, como indivíduo e como integrante de uma comunidade.
Considera-se assim, que a avaliação constitui-se em uma janela por onde se conjectura toda a educação. Ao investigar-se a quem ela beneficia, a quem interessa, Questiona-se também o ensino que privilegia. Neste contexto, demonstra-se a concepção de escola, de homem, de mundo, e sociedade, a partir do momento em que o professor inquire-se o seu critério de avaliação.
A atribuição de notas na classificação de desempenho, em testes e provas com resultados quantitativos e numéricos é enfatizada na prática positivista e tecnicista. Nela, o mais importante é o produto. Ou seja, conjectura uma educação fundamentada na memorização de conteúdo.
Quando trata-se da avaliação qualitativa, esta fundamenta-se num protótipo crítico e tem em vista à melhoria da qualidade da educação. Sua evidência é no processo. Ela reflete um ensino que busca a construção do conhecimento. E imprescindível, lembrar, que a autenticidade da avaliação consiste e articulação com o projeto político-pedagógico da escola. É ele que dá significado ao trabalho docente e à relação professor-aluno.

Nenhum comentário: