INSCRIÇÃO

INSCRIÇÃO
INSCRIÇÃO

ESCOLA INTERATIVA

ESCOLA INTERATIVA
ESCOLA INTERATIVA

APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM
APOIO

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO
AVALIAÇÃO

DIÁRIO DIGITAL

DIÁRIO DIGITAL
DIÁRIO DIGITAL

ENEM

ENEM
ENEM

Inscrição

Inscrição
INSCRIÇÃO

ENCEJJA

ENCEJJA
encejja

Instituto Avaliar - PAAE

Instituto Avaliar - PAAE
Instituto Avaliar - PAAE

MECFLIX

MECFLIX
MECFLIX

COPESE

COPESE
sasi

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

OBRAS DO SASI

OBRAS DO SASI
OBRAS DO SASI

sábado, 17 de fevereiro de 2018

15 de Fevereiro de 2018 foi o 1º dia do nosso Momento Pedagógico.


Foi rico, foi valioso, foi grandioso demais o nosso retorno. Ganhamos 3 colegas de fora, dois de Nanuque e uma de Ataléia que vieram somar força conosco neste trabalho. Educar é um ato de amor e sempre vale a pena! 
Fizemos a leitura do artigo a seguir e discutimos bastante a Educação para Competência. Educar para a Competência é o paradigma que marca a BNCC. Esta é a metodologia na qual a BASE está ancorada. Para acessar o artigo do Professor Vasco Moreto - "Educar para Competência: o desafio do professor no novo contexto social,  é só clicar na imagem abaixo. Vale a pena estudá-lo. O professor de Matemática vai adorá-lo porque todos os seus exemplos é deste componente curricular. 


Assistimos e discutimos a palestra do mesmo autor do artigo acima sobre como Ensinar para a Competência e habilidade. É bastante didático e claro a forma como ele explica esta teoria. É a teoria paradigma da BNCC. Ele trabalha  o conceito de Perrenoud (1999, p. 30), de forma magistral: "Competência é a faculdade de mobilizar um conjunto de recursos cognitivos (saberes, capacidades, informações etc.). Para solucionar com pertinência e eficácia uma série de situações". Assista de novo se for o caso, mas tenha o domínio conceitual desta teoria que é ferramenta essencial do ofício do professor.




Estudamos a Base Nacional Comum Curricular- (BNCC). Ficou definido que cada professor deve baixar e estudar a BNCC do seu componente curricular específico, porque todo o Planejamento de 2018 será feito a partir deste documento, que hoje já é obrigatório para o Brasil. Minas já movimenta no sentido de adaptar a BASE aos  CBC, com a realização de duas vídeo conferência. Discutimos e constatamos que toda política pública educacional do Brasil será modificada: livro didático, formação de professores, avaliação externa etc... para adequar às exigência da BASE.  Segue o link da Base. 



http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf

Lembrem-se que a Base esta ancorada no Ensino para Competência e habilidade, que foi apresentada em reunião.





Além disso relembramos a necessidade de acolhimento a todos indistintamente da sua condição física social e mental. A equidade fala da atenção especial àqueles que mais necessitam. Docência e Equidade devem ser o nosso grande desafio. Não faz sentido, fazer mais por quem já é e tem.  Não esqueçamos desta imagem, amplamente discutida em nossas reuniões: 



  E assistimos a este vídeo com fotos de passeata da APAE em que a Escola participou, com esta Canção do Lênine que traduz de forma tão linda a necessidade da Escola acolher a todos em suas especificidades sem estigmas e preconceitos, conscientes de que " Ser diferente é normal":




                                                                                                                       Por Deodato Gomes

Nenhum comentário: