Bullying

CAMPANHA CONTRA O BULLYING

terça-feira, 24 de março de 2020

O Outono ensina e a gente aprende a duras folhas!...


É março de 2020...As ruas  vazias, as lojas fechadas, e as pessoas não podem mais sair. O Outono sabe que  flores e  frutos de algumas espécies de árvores vão cair.  O sol já aparece no céu com as várias cores dessa estação.  Os pássaros cantam menos e se aquietam mais,  guardando energia para o tempo novo que está por vir. Parecem estar em sintonia com este tempo de reclusão humana. O céu se escurece, uma onda de muito calor e momentos de pequenas tempestades se tornam cada vez mais frequente, marcando o fim da estação quente. É março de 2020... Escolas fechadas, férias forçadas e crianças, adolescentes e jovens buscando formas de sobreviver em casa. Ninguém pode ir mais às compras, apenas padaria, supermercado e farmácia,  até a antigripal que foi antecipada será aplicada em casa. Se as previsões se confirmarem, e as pessoas continuarem a adoecer, dentro em breve não haverá mais vaga nos hospitais. Mas o Outono sabe de tudo isso...
O outono chegou para acender a espera pela primavera.. diante do longo inverno que ainda temos  prá passar.  É março de 2020... As pessoas se convencem  mais da necessidade de se confinarem para proteger seus  avós e as crianças. Acabaram as reuniões e refeições em família. O medo tornou se real e os dias, apesar de estarem se tornando sombrios em relação ao  vírus e mais curtos em relação às noites, serão todos iguais. Desolados ouvimos as estatísticas de mortes se elevarem.  Mas o Outono sabe disso...suas folhas caem.
 As árvores que perdem as folhas, poupam energia e se protegem para o inverno que se aproxima. As pessoas começam a ler, a jogar xadrez em família, a assistir a um filme, a dialogarem mais, a cantar nas varandas  e a pedir a todos nas redes sociais que façam o mesmo. Nunca estivemos tão juntos como agora, tendo a possibilidade de fortalecer mais ainda os vínculos de amor que nos une. Os conflitos escondidos e manifestados serão mitigados pelo nosso amor mútuo.
As pessoas aprendem um jeito novo de ser e de viver. Aprendem a ser mais solidários e a se concentrarem nos verdadeiros  valores. Percebem a importância da saúde, do sofrimento, e da grande tragédia que é uma vida sem o amor das pessoas que mais amamos. Percebem a tragédia do outro amontoado em guetos, sem  umidade no ar, sem ventilação, sem álcool em gel, aguardando a qualquer momento, o assassino chegar. Mas o Outono sabe...e chega...
Chega de forma  sobrenatural! Trazendo graça, encanto e boniteza, formando tapetes das folhas que caem para pessoas passarem. Um clima mais ameno nos pede um olhar mais suave para o outro.  Ensinando a nos distanciar para nos proteger dele,  mas a nos aproximar para receber a época mais fria do ano. O Outono é só uma Estação mas nos ensina a refletir sobre como a vida é cíclica e como é importante, elaborar as nossas folhas que não resistiram. Sabendo que tudo vai passar deixando tudo mais humanizado.
Haverá o dia do renascer, ouviremos na televisão e leremos na internet que  o vírus perdeu a guerra, existem pessoas nas ruas cantando, chorando e se abraçando como irmãos, sem máscaras, sem sabão em gel e vivendo um grande tempo de sol e claridade. E  então,  o seu Outono  chegou? Deixe ele entrar, e te despojar das folhas secas da sua vida. Se fortaleça para esta travessia de tanta dor. Recomece com ele o que não foi possível no verão. Apesar do vírus, apesar do medo, apesar da folha morta que caiu,  o Outono sabe...   e ensina o grande gesto de amor que deve se erguer em defesa  da vida, ainda que a duras folhas.
             Por Deodato Gomes

Nenhum comentário: