CAMPANHA CONTRA O BULLYING

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

DANDARA DOS PALMARES: O MAIOR ATO DE RESISTÊNCIA CONTRA O REGIME ESCRAVOCRATA Esposa de Zumbi dos Palmares é esquecida na História, mas teve um papel tão importante quanto o líder do quilombo



Zumbi dos Palmares é certamente a liderança negra mais citada nos livros tradicionais de história. Mas tão relevante quanto ele na defesa do Quilombo dos Palmares foi sua companheira, Dandara, que além de dominar técnicas de capoeira, participava ativamente na elaboração de estratégias de resistência do quilombo.
As pesquisas realizadas até hoje levam os historiadores a crer que ela nasceu no Brasil e chegou a Palmares ainda na infância, tendo se juntado, ainda menina, a grupos de luta contra o sistema escravocrata.
Além de plantar e trabalhar na produção de farinha, Dandara também aprendeu a caçar. Para defender o quilombo, pegava em armas liderando forças femininas e masculinas que atuavam na defesa do quilombo contra os ataques portugueses.
Com Zumbi dos Palmares teve três filhos. sua vida ainda é envolta de mistérios e especulações, nem seu rosto é conhecido.
Dandara teve um fim trágico e honrado: em 6 fevereiro de 1694 ela se jogou de uma pedreira ao abismo, uma decisão extrema para não se entregar às forças militares que subjugaram o quilombo e voltar para a escravidão.
Em Palmares, localizado na Serra da Barriga, em Pernambuco, chegaram a viver 30 mil pessoas distribuídas em aldeias. Sua existência ainda hoje é vista como o maior ato de resistência contra o regime escravocrata.

Nenhum comentário: